Para evitar deficit no Orçamento 2016, governo pode congelar salários do funcionalismo público.

(Estado) O relator-geral do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), afirmou neste domingo, 30, em entrevista ao Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, que o envio ao Congresso da peça orçamentária pode antecipar a decisão das agências de avaliação de risco de retirar o grau de investimento do País.

Para ele, o governo deveria, sim, ter mandado o orçamento com receitas condicionadas como a nova CPMF, o que poderia ajudar a impedir novamente a revisão da meta fiscal do próximo ano, de 0,7% do PIB. Após intensas críticas de parlamentares e do meio empresarial, a presidente Dilma Rouseff desistiu ontem, 29, de incluir a Contribuição Interfederativa da Saúde (CIS), que deveria gerar uma receita extra para a União de R$ 70 bilhões, como previsão de receita extraordinária para 2016.

Levy teria admitido que o governo não conseguiu encontrar novas receitas ou cortar gastos.Para Barros, o Executivo deveria apresentar o novo tributo ao Congresso, a fim de que ele tomasse a decisão, a partir da situação econômica e fiscal do País, decidisse pela sua aprovação ou não. “O governo deveria ter mandado com as receitas condicionadas. Se o Congresso não as aprovasse, o impacto seria mais lá na frente e não agora”, avaliou.

Barros afirmou que vai trabalhar para que o Congresso encontre, por conta própria durante a tramitação do Orçamento até o final do ano, meios para equilibrar as contas públicas. Ele comentou que, se possível, é preciso discutir um eventual congelamento de reajustes do funcionalismo público – responsável por 20% das despesas. “Não dá para o servidor não sofrer as consequências da crise”, disse ele, ao lembrar que, na iniciativa privada, têm aumentado as demissões por causa da situação econômica do País.

23 comentários

Coronel,

O Brasil será o Rio Grande do Sul "amanhã".

Acabou o dinheiro e ainda tem "mês pela frente".

JulioK

Reply

Enquanto isso: O Bolsa Atleta esta tombando como o Maior programa de patrocínio individual do mundo

Criado pela Lei nº 10.891, de 9 de julho de 2004, e regulamentado pelo Decreto nº 5.342, de 14 de janeiro de 2005, o Bolsa-Atleta é o maior programa de patrocínio individual de esportistas do planeta. De 2005 até 2013, o programa investiu R$ 439,9 milhões no pagamento dos benefícios.
Nesse período, o número de atletas contemplados foi multiplicado por sete. No primeiro ano, o programa beneficiou 924 esportistas. Em 2013, foram 6.557.

“Em 2013, o governo federal decidiu pagar parcelas de duas bolsas aos beneficiados: uma que seria normalmente quitada em 2013 e outra que seria paga no decorrer de 2014 e teve o início do pagamento antecipado. Isso porque, no fim de 2012, o Ministério do Esporte tomou a decisão de eliminar o espaço de tempo que havia entre a obtenção do resultado esportivo qualificatório para a Bolsa-Atleta e o efetivo recebimento por parte dos bolsistas. Para isso, foi reservado pelo governo um orçamento de R$ 183 milhões em 2013, um valor jamais aportado antes ao programa. Esse montante foi utilizado para pagar as bolsas relativas a dois exercícios: 2012 (que normalmente seriam pagas no decorrer de 2013) e 2013 (que seriam pagas em 2014 e foram antecipadas).”

http://www.brasil2016.gov.br/pt-br/incentivo-ao-esporte/bolsa-atleta

“Atleta Estudantil: R$ 370,00/mês.
Atleta de Base: R$ 370,00/mês.
Atleta Nacional: R$ 925,00/mês.
Atleta Internacional: R$ 1.850,00/mês.
Atleta Olímpico e Paralímpico: R$ 3.100,00/mês.
Atleta Pódio: até R$ 15.000,00/mês.”

Não esquecendo a assistência médica com médicos renomados, viagens, hotéis etc.... enquanto aposentados que trabalharam a vida inteira, e continuam trabalhando, professores, médicos, militares que colocam sua vida em perigo matam cachorro a grito.

O que importa mesmo é a medalha pendurada no pescoço, como em todos os países SOCIALISTAS/COMUNISTAS e o povo na MERDA.
Até quando?



Reply

Levy p governo não conseguiu cortar gastos? É mesmo, até uma criança do jardim de infância sabe.
Que vergonha, um "doutor" em economia fazer esse papelão.

Reply

Se vira PT !!! Nunca votei em você e, portanto, não lhe autorizei que tomasse de assalto os cofres do Tesouro Nacional. Se vira nos trinta ! Na repartição pública federal em que estou lotado desde junho/1996 (via concurso público), o que mais se vê é gente que votou no Lula/Dilma. Esse pessoal, em sua maioria, é como aquele usuário de droga de fim de semana. Votou no PT mas não é petista. Acha que não é usuário de droga, mas ajuda a aumentar o tráfico (de influência) de drogas. Repito, PT! Quero minha recomposição inflacionária. Se vira nos trinta, vagabundo!!! Já estou há nove anos sem correção do meu suado salário. Canalhas!!!

Reply
Despetralhando mod

O congresso já faz tempo que não legisla (para o bem comum, só em causa própria) agora o executivo querer que ele faça a peça orçamentaria "que vale tanto quanto a palavra petralha" em seu lugar é pra phud3r.
O que temos hoje é um domínio quase que total dos comunistas vagabundo sobre os três poderes e também na máquina federal.

Reply

Se cortasse pela metade os ministérios(são inúteis),99,9% dos cargos de confiança(colocar os de carreira no lugar),dinheiro pra sindicatos,sem teto,sem terra(colocar esses vagabundos pra trabalharem),além de cortar as mordomias(gasolina,carros,telefone,passagens,funcionários de gabinetes,motoristas,cartão)ia economizar bastante!Tá na hora de moralizar a coisa!Pede pra sair Dilma!Fora incomPTente!Com certeza ela está esperando a VACA afundar até nos chifres!FFFFoooorrraaaaaaa Diiiiiiiiiiiiilmmmmmaaaaaaaaa!

Reply

Congela agora e no futuro próximo conseguem na Justiça a reposição com todos os agregados. E assim ficamos empurrando as soluções dos nossos problemas para o dia do nunca. Tudo em razão de não termos uma estrutura organizacional de Estado minimamente decente. Tudo é feito na perna. A lei de ontem, para o mesmo problema de hoje já deve ser mudada, pois os atores também são outros, novos, que querem a sua vez na mamadeira. Só idiotas acreditam neste país.

Reply
Despetralhando mod

O já not deu, o tiro de misericórdia nas pretensões da oposição de mandar a redesgovernANTA madamA satã para cuidar do neto.
O ministro GM deve chamar o já not na chincha, porque a safada já tem o garboso e o luizinho para defende-la das kgadas que ela e sua incompetente e vagabunda equipe de ministro fazem.

Reply
Despetralhando mod

O cunha virou boi de piranha com a anuência e aquiescência do próprio partido, que como os petralhas faz qualquer coisa para se manter no poder até mesmo apunhalar um companheiro.

Reply

Sempre foram os primeiros a apoiar esta DESGRAÇA chamada ironicamente de PARTIDO DOS TRABALHADORES, que de trabalhadores não tem nada, somente o nome.

+Marcelo F

Reply

Grande Coronel, obrigado por postar meu comentário.

Reply

A unica solucao e a demissao da Anta, e o Brasil fazer uma limpeza, pois o que a bandida faz e um governo paralelo.

Reply

A quadrilha continua nos cargos, roubando e comprando FDP com bolsas, cotas, conchavos, negociatas, aumentos inadmissíveis (47% para um judiciário que não presta pra nada, não em nenhuma serventia para o Brasil, assim como 513 deputados e 81 senadores.

Reply

Cel.
Que tal cancelar os últimos aumentos dos senhores magistrados, Presidente da República, Senadores, Deputados Federais e Estaduais, Prefeitos, Vereadores, Senhores Assessores em todos os níveis. eliminar o Décimo Terceiro desses senhores, etc, só para dar o exemplo?
Auxílio Moradia para quem RESIDE na cidade em que exerce cargo Legislativo, Executivo e Judiciário?
Mandar às favas os militares infiltrados no Mais Médicos, e EXAMINAR SIM os empréstimos a fundo perdido para Cuba, Bolívia e países dos "cumpanheiros"...
Criar urgentemente o "CCC" - Comando de Caça aos Corruptos... Tem MUITOS funcionários Públicos com medo de represálias caso denunciem os seus superiores hierárquicos que surrupiam valores, enfiam notas frias, etc...
Temos que passar a limpo URGENTEMENTE este Brasil...

Reply

Eu acho é pouco!
E saúdo quem votou nessa merda se PT

Reply

Nada mais justo! Setor público também tem de arcar com a dívida.

Por que só a iniciativa privada tem de pagar com o ônus????


Chris/SP

Reply

Tem que congelar mesmo...
E os aposentados do setor público?
Façam uma estatística de velhotes que viajam de férias para o exterior.
Garanto que 80% é de aposentado do setor público: BNDES, BB, Petrobras e por aí vai.
Quer dizer: nos gramamos e eles se refastelam...
Isso tem que acabar.

Reply

Coloca qualquer dona de casa para administrar o dinheiro que vai sobrar. Suspendam pagamentos para Evos, Maduros, Cristinas, Rafaeis etc. Parem de pagar bolsa ditadura para Conis, Lulas, Dilmas e mais uma raça inteira que não precisa de mais dinheiro. Diminua os cargos, jantares e outras despesas do palácio do planalto. Ela que pague suas despesas.Acabem com cartões coperativos. Se quiserem continuo com uma lista inteira de onde cortar o desperdício de dinheiro.

Reply

Uma medida correta,tem gente ganhando uma fortuna.Na iniciativa privada é assim.Piorou altera salário.

Reply
Despetralhando mod

"Essa é uma obra de ficção científica, qualquer semelhança com fatos ou documentos reais, será mera incompetência e plagio dos petralhas travestidos de governo sério".
Sobre a hilariante peça orçamentária mandada para o congresso.

Reply

Coronel,
cortar os cargos comissionados dos petralhas nem pensar. Caso isto ocorra, o País para.

Reply

Acabar com esses aumentos pornograficos do serviço público é uma obrigação moral! Não é decente que o funcionário público continue levando vida de marajá enquanto quem produz está falindo , desempregando ou pagando para trabalhar!
PRECISAMOS DIZER BASTA AOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS!

Gabriel-DF

Reply

Não sou economista mas sei onde está a solução do problema, tirem a Dilma e o PT da Folha de Pagamento.
Senhores parlamentares tomem providências, é prá isso que estão ali. É tão obvia a solução que só não vê quem não quer.

Reply