Bispo de Jales teme fundamentalismo de Marina.

No último sábado, Dilma Rousseff foi recebida pelo Bispo de Jales, Dom Demétrio Valentini. Ontem o bispo pagou a visita, em entrevista para o jornal Valor Econômico, atacando Marina Silva. O Brasil vivendo uma guerra religiosa. Pobre país!

A possível vitória na eleição presidencial da ex-ministra Marina Silva (PSB), uma evangélica da Assembleia de Deus, já reaproximou a presidente Dilma Rousseff (PT) da ala progressista da Igreja Católica. O clima, entretanto, é de pessimismo e a relação com a petista ainda é fria, como demonstra em entrevista ao Valor Pro o bispo de Jales (SP), dom Demétrio Valentini.

O prelado recebeu Dilma em sua diocese no último sábado, quando a presidente foi ao interior paulista para um encontro com o PMDB. Dom Demétrio é integrante do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), instituído pela Presidência da República e que poucas vezes se reuniu no governo Dilma. O bispo se manifestou no mesmo dia em que outro expoente do pensamento progressista católico, o ex-frei Leonardo Boff, chamou Marina de "Jânio de saias", em entrevista ao portal Brasil 247. A seguir, a entrevista concedida por dom Demétrio, por telefone, ao Valor:

Valor: Marina Silva é a primeira política pertencente a outra religião com chances concretas de se eleger presidente da República. Que tipo de efeito essa circunstância pode gerar para a Igreja Católica e para a sociedade brasileira?
Dom Demétrio Valentini: Caso ela seja eleita, a Marina também será a primeira governante egressa das antigas Comunidades Eclesiais de Base. Ela tem origem católica, ingressou na vida social pela sua origem católica. Agora, a gente tem medo do fundamentalismo que ela pode proporcionar. Existe na Marina uma tendência ao radicalismo, pela convicção exagerada ao defender seus valores e suas motivações, que pode derivar para o fundamentalismo.

Valor: O que seria este fundamentalismo?
Valentini: É o risco de fazer da religiosidade um instrumento de ação política. No Brasil, cada igreja evangélica tem seu candidato. No caso da Igreja Católica, isto é de um tempo anterior ao Concílio, isto acabou.

Valor: O que o senhor sente entre os fiéis da comunidade católica de Jales?
Valentini: Sinto um somatório de fatores favoráveis a Marina. A comoção pelo desastre que vitimou Eduardo Campos, a vontade de se ter algo diferente, o desejo de mudança. Estou intuindo que a situação é irreversível. A não ser que haja uma reviravolta em que comecem a pesar as fragilidades de Marina, que não estão no fato de ela não ser católica. Estão em ela ter pouca articulação política e portanto existirem dúvidas sobre como ela vai governar.

Valor: Surpreendeu ao senhor o fato da presidente Dilma o ter procurado?
Valentini: A você surpreendeu? Dilma foi bastante reticente com as instituições que fazem a intermediação política da sociedade. Ela não estabeleceu muitas pontes, mas comigo se sentiu acolhida, as portas para ela ficaram abertas. Em 2010 eu escrevi um artigo rebatendo posições dentro da Igreja contrárias à sua eleição. Aquilo foi importante, porque havia manifestações na hierarquia católica contra o voto em Dilma. Restaurou-se um ambiente de confiança no equilíbrio político da CNBB. Foi há quase quatro anos. Ela sabia que estava me devendo um gesto e lembrou aqui deste episódio. Para mim, todos os candidatos merecem apoio. Um candidato está sujeito a muitas ciladas, é uma posição extremamente difícil.

Valor: Por que o senhor diz que ela não estabeleceu pontes?
Valentini: A Dilma tem um estilo mais autoritário, ela pouco nos convocou. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o fazia com muita frequência. Em 2005, quando estourou a crise do mensalão, ele convocou uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o 'Conselhão'. Era um momento em que a possibilidade de 'impeachment' era muito palpável. Pediram que eu abrisse a reunião, que fosse um dos três conselheiros a falar antes do presidente e eu fiz uma manifestação a favor da continuidade do governo. Dilma delegou a terceiros certas formalidades. Ela se sente muito segura em suas posições e acha que pode prescindir de certos contatos, tem um temperamento fechado. Quem se manteve firme no diálogo foi o ministro Gilberto Carvalho (da Secretaria Geral da Presidência).

Valor: A eleição de um novo papa no ano passado facilitou o diálogo do governo com a Igreja?
Valentini: Dilma ao chegar aqui viu o retrato do papa Francisco e falou: 'Agora temos um papa que nos apoia". Ela também viu o retrato do papa emérito Bento XVI. Nós tivemos no Brasil aquela circunstância dos protestos populares de junho e para Francisco foi um desafio vir ao Brasil logo depois. Ele esconjurou o temor de que iríamos para o caos e mostrou que existe uma juventude que está disposta a colaborar, a construir algo. Construiu-se um ambiente de respeito ao papa que vai muito além das fronteiras da Igreja.

Valor: Mas Dilma está certa em achar que Francisco a apoia e Bento XVI não o fazia?
Valentini: Não há porque fazer esta comparação e Dilma não a fez. Mas Francisco motivou a Igreja para ser mais aberta, a dialogar com setores que estão fora.

32 comentários

Uma cubana envolvida com religiosos. Quanta falsidade, meu Deus!

Reply

Este país e principalmente o povo brasileiro merecem tanto a Dilma e agora esta senhora religiosa - ambas nada entendem de administração. E, administração é importante, para tirar o país do buraco no qual os governos petralhas o colocaram e ambas são incompetentes. Só um governo que se cerca de técnicos capazes - e não politiqueiros- terá condições de dar um jeito, porque as coisas estão feias.

Reply

Esse bispo apoia comunistas?
Está tambem tirando uma casaquinha no governo petralha?

Reply

Deveria falar pra Dilma e Lula que mentir é pecado!Roubar tambem.

Reply

Na hora do aperto D. Dilma busca a igreja.

Foi assim também em 2010, acompanhada do Chalita, quando foi ao Templo de Aparecida do Norte. Nem sinal da cruz sabia fazer.

Quanta falsidade!


Chris 45/SP

Reply

Essas duas barangas, sem experiência, sem competência, sem Projeto para governar o Brasil, fazem firula e gastam o tempo de propaganda com abobrinhas. Gays e Religião são assuntos secundários em uma eleição para Presidente de um Pais. Devem ser discutidos e normatizados por um segundo escalão. Precisamos saber o que essas duas mariposas têm de concreto, para solucionar os problemas do Brasil.
Duas comunistas que conseguem votos com populismos e demagogia barata, que na verdade não são as técnicas mestras para um Presidente.

Essas duas bailarinas deveriam dançar em outro terreiro, os brasileiros precisam de um presidente competente e não de assistentes sociais dadas apenas a filantropias.

Reply

Este bispo é um dos mais radicais da Teologia da Libertação.

Reply

Bom dia, Amor!

http://cbn.globoradio.globo.com/grandescoberturas/eleicoes-2014/presidencia/2014/09/03/UMA-NOVA-AVENTURA-NAO-FARIA-BEM-AO-POVO-BRASILEIRO-DIZ-AECIO-NEVES.htm

Reply

Off topic:

Aécio arrebentou na entrevista à rádio CBN. Deu um verdadeiro baile no petista do Milton Young. Valeu Coronel. Ainda tem muita água para correr nesta eleição.

Reply

Bom dia a todos,
A respeitosa entrevista de Dom Demétrio, faço duas colocações:
Primeiro: a Dilma é atéia, nunca foi católica, nem seguir uma missa ela consegue;
Segundo: o Bispo de Jales "pensa" que fala pela Igreja Católica, mas não fala. A CNBB não está acima das leis da Igreja, e elas são muito claras quanto aos apoiadores do socialismo e do comunismo. Ou seja, os católicos bem informados conhecem muito bem a ala progressista da Igreja, e ela não nos representa.

Reply

A carabineira tomatão governa com a cartilha vermelha a outra, com cara de ET, se pauta na Bíblia!?!?!? E o povão experto vota pelo estômago com o 'chapéu' na mão, só esperando cair maná do céu, sem qualificação nem vontade de trabalhar!

PQP ... *&¨%$#@@#$%¨&¨&*)*%@#

Tâmo robado!

Reply

Verdade. Guerra das religiões, guerra ¨dazísquerda¨, guerra de qual esquerda aprova casamento de viado ou não, guerra de qual esquerda dá mais esmola para o povão fracassado, guerra de qual esquerda apoia mais ou menos as ¨minorias coitadinhas¨, guerra das mídias marxistas, etc, etc, etc. País sem personalidade e cheio de gente idiota e alienada dá nisso.

Reply

Os verdadeiros católicos seguem os ensinamentos da Encíclica Divinis Redemptoris do Papa Pio XI e não apoiam comunistas.

http://www.vatican.va/holy_father/pius_xi/encyclicals/documents/hf_p-xi_enc_19370319_divini-redemptoris_po.html

O Bispo em questão é um herege seguidor da Teologia da Libertação e falando dessa forma não honra seu cargo na Igreja e não fala pela Igreja.

Reply

DOIS VERMELHOS SE ENCONTRAM!
Isso sim, D Demétrio falta pouco para ser do PT, se não é que é, e essa de "respeito" prá lá e prá cá é coisa de mentalidades relativistas, caso D Demétrio!
Se os idiotas do povo brasileiros - em particular os católicos - votarem na comunista Marina mostra que são comunistas de fachadas católicas, pois não se pode servir a 2 senhores, a Deus e ao mundo e Marina Silva pertence ás ideologias marxistas, quase 40 anos, portanto seus eleitores são, antes de serem católicos, uns relativistas sob codinome de católicos!

Reply

RESSALVO QUE SOU BEM MAIS BERGONZINI NOTA DEZ QUE O DEMÉTRIO QUE SE NOTA NA SALA E COPA DA DILMA. Mas, em sendo cristão sério,sei bem QUEM nos sonda a mente.E eu que imaginava um Chalita solitário no convencer os católicos, quanto ao primado da Dilma...(Dilma é um nó comunista,primor nas mãos do diabo, com suja lábia e ludíbrio!).Ai do pastor que atordoa parte qualquer do rebanho com cajadadas rasteiras! Dilma é vermelha comuna (com perdão do pleonasmo),guerrilheira terrorista (de novo a tautologia!),nunca quis democracia. O comunismo é ATEU e Dilma, o Poste, se alinha ao pior, Fidel, à Cuba "cubolivarianista", que já agora arruína parte da latina América! Há doze anos se assiste ao império da mentira.Compactuar com isso é conculcar a VERDADE! Que quadra trevosa pesa sobre o Brasil nesse pleito! Salvai, DEUS "TRIUNO", agora a Terra de Santa Cruz, pois até dentro da Igreja vê-se a fumaça diabril!

Reply

ex padreco e atual bispo velhaco da mesma safadeza de Edir Macedo

Reply
Leitor do Blog mod

Não confio nesse bispo. Ele também é radical da escatologia da libertação.

Reply

Como católico conservador, digo sem dúvidas que Marina me representa mais que esses bispos de esquerda que criaram e sustentaram o PT. E esse bispo está em minoria, viu? Bem sei eu o que ouvi na saída da missa no domingo: muita gente que acha que "a Marina está certa" e que "o PT é o partido do mal".

Então, discordo: não é uma guerra religiosa, é a opinião de um bispo que é mais do PT que da Igreja...

Reply

Como pode a igreja sempre apoiou o PT e aí elegeram o MULA, agora o PT quer tirar o PT do poder com uma candidata do PT, a OSMARINA.
A igreja deveria ir reclamar para o papa.
O Brasil não tem jeito, voto no Aécio, eu a maioria de minha família, no segundo turno apertaremos a tecla NULO, confirmo e ponto final, deixa o país se lascar quem sabe um dia, daqui há 50 anos o povo acorda!

Reply

Durante muito tempo o Lulismo vinha mantendo sua influência apoiada no tripé: populismo, aparelhamento do Estado e bênção do braço esquerdista clerical católico.

Agora, parece que os fiéis se desgrudaram do servilismo de catequese para cair num surto “marinístico” que pode abalar até mesmo o voto induzido que vinha reinando dentro da rival da Igreja Católica, ou seja, a igreja de Macedo (mancomunada com Lula e Dilma), cujos autodenominados "bispos" não são muito diferentes desse católico aí.

Poderemos ter um falso laicismo, com católicos e evangélicos “andánu cum fé”.

O tripé do Lulismo vem virando tripa, com meia dúzia de “bispos pingados” ainda ousando contribuir para tentar salvar Dilma.

O “marinismo” só não vai evitar o naufrágio da economia, já que o povo mais uma vez parece estar apostando no populismo. Breve surgirá um novo tripé, em caso de vitória da santa.

Reply

Que horror! E que lerolero demoníaco desse bispo. O metro de medir do Demétrio está avariado, Jales era! Dona Osmarina é mesmo o fim da picada, mas e Dilmentira? Ao fim e ao cabo, fundamentalismo mesmo é o dele, um petralha de batina, pós-tudo e mais alguma coisa. Vergonha!

Reply

SOU católico bispo progressista não me representa e como católico não voto em comunista e nem protestante voto AÉCIO 45 somos maioria.

Reply

Coronel, eu entrei no Brasil 247 neste dia e postei duramente contra a Marina e levemente critiquei a Dilma, dizendo que ela não tem know how para destruir uma "ex-heroína do partido PT" que usou e abusou da imagem de Chico Mendes.

O jornal NÃO TEM FILTRO ANTI-TUCANO e todos os comentários entram, inclusive MUITOS COMENTÁRIOS DE COTURNEIROS AMIGOS DO BLOG, conheço a linguagem e as palavras coturneiras.

No blog 247 o anônimo também tem que dar seu email, o meu é inventado e foi engolido por eles. Gente do R.A. para pautar-se com as matérias do jornal, 10% dos comentaristas são da Dilma, parece que os comentários são do R.A. ou do Coturno, quase tudo gente de centro-direita. (eu sou de direita não criminosa ).

Reply

Tempos atrás, vi fotos de D Comuno-marxista Demétrio Valentini numa loja maçônica, passando debaixo das espadas!
É o tipo do bispo que mais o diabo precisa!
Ele seria um dos mais violentos pró marxistas da outra vermelha CNBB!

Reply

3 de setembro de 2014 10:02

Você é um "católico conservador"? Então nem por brincadeira poderia dizer que Marina lhe representa mais.
De uma olhada:

http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/15417-2014-08-29-16-27-22.html

Leia o livro:
"o mínimo que você precisa saber para não ser um idiota"

E escute o Pe. Paulo Ricardo

https://www.youtube.com/watch?v=FCgZjtUxDvM#t=2378

Você precisa ver o mundo real.

Reply

Cel
Quanta falsidade e cinismo da Anta. Não é ela que diz não querer misturar religião com política? Quer fazer agora guerra santa ao invéz de política?
Vá te catar ó Anta.
Esther

Reply

Coronel,
sai uma besta quadrada e pode entrar uma besta ao quadrado.

Reply
Ferreira Pena mod

Nosso bispo é vermelho, por isso não se envermelha de vergonha. Que tal perguntar para ele se aprova a situação do país após os quatro anos da anta que ajudou eleger. Destaco essa maravilha dita por ele: "Em 2010 eu escrevi um artigo rebatendo posições dentro da Igreja contrárias à sua eleição. Aquilo foi importante, porque havia manifestações na hierarquia católica contra o voto em Dilma. Restaurou-se um ambiente de confiança no equilíbrio político da CNBB. Foi há quase quatro anos. Ela sabia que estava me devendo um gesto e lembrou aqui deste episódio. Para mim, todos os candidatos merecem apoio." Se todos merecem apoio, gostaria de saber se ajudou o Serra.

Reply

parece-me que a igreja católica esta bem vermelhinha.

Reply
Despetralhando mod

O fato de madame satã se apegar aos católicos contra a sonhática, acho até normal (vindo de quem vem), o que me deixa de boca "abrida" é um católico(bispo?) dar-se a esse desplante.

Reply

3 de setembro de 2014 10:08

Não confunda a Igreja Católica com certos padres ou bispos.

"Se sempre deixamos que os oponentes da Igreja definam o debate, então sempre ficaremos na defensiva. Parece a mim , dado o estado de nossa civilização que já é tempo de partir para a ofensiva. E mostrar às pessoas todas as glórias da Igreja e mostrar toda essa história oculta. “Oh!, não somos tão maus quanto pensa” Somos muito mais gloriosos do que nós mesmo imaginamos"( Thomas Woods)

Olhe o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=ng8dume3V6k

Reply