Gilberto Carvalho diz que restaurante da filha quebrou e ele ficou pobrinho, pobrinho.


A idéia é simples. Você pega um empréstimo no Banco do Brasil, quebra o restaurante da filha, o banco não cobra o emprestado e você coloca o dinheiro recebido bem longe das caçarolas e panelas. E ainda tem uma desculpa e tanto. A matéria é de O Globo.

O ex-secretário-geral da Presidência Gilberto Carvalho afirmou que provavelmente agendou conversas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o lobista Mauro Marcondes, vice-presidente da Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores) em 2009, durante discussões sobre a medida provisória de isenção fiscal para montadoras. 

Segundo Carvalho, Lula tratou da medida provisória com vários representantes da indústria automobilística, entre eles Marcondes. O ex-ministro negou, no entanto, qualquer irregularidade no agendamento da reunião e nas tratativas sobre a medida provisória. 

— Não tenho cópia da agenda do presidente (Lula) aqui comigo. Mas digo que é possível, sim, que o presidente Lula tenha recebido o Mauro Marcondes como recebeu dezenas de outros empresários do setor. Esse era um assunto de alto interesse do país. O ridículo dessa história, a vergonha para quem conhece a tramitação de uma medida provisória, é achar que tem alguma coisa errada do gabinete do presidente nisso aí — disse Carvalho ao GLOBO.

ADVERTISEMENT
Carvalho prestou depoimento à Polícia Federal sobre o assunto em 26 de outubro. No depoimento, ele disse que intermediou reunião de Marcondes com Lula. Hoje ele reafirmou o conteúdo das declarações à polícia. O ex-ministro disse que agendar reuniões entre o então presidente Lula e empresários era uma das atribuições funcionais dele. O ex-ministro argumenta que Marcondes o procurou como representante da Anfávea e, nesta condição, era natural que fosse recebido pelo presidente para discutir um assunto relacionado às montadoras.

Marcondes é um dos seis lobistas presos pela Polícia Federal no mês passado, na mais recente etapa da Operação Zelotes. Ele é acusado de intermediar a compra de trechos de uma medida provisória favorável a Caoa, representante da Hyundai, e da MMC, a fábrica da Mitsubishi no Brasil. Uma das empresas de Marcondes, a Marcondes & Mautoni fez pagamentos no valor total de R$ 2,4 milhões a Luis Claudio Lula da Silva, um dos filhos de Lula, em 2014, a título de prestação de serviços relacionado a marketing esportivo.

Carvalho argumenta ainda que a medida provisória era de interesse do país. As isenções fiscais faziam parte de uma política do governo de estimular o crescimento da economia diante da crise econômica que se espalhava pelo mundo naquele período. O ex-ministro disse que, se durante as discussões sobre o assunto, algumas das empresas resolveram fazer pagamentos a lobistas é um problema delas e não dele. Carvalho disse ainda que considera uma indignidade a acusação de que um restaurante da filha dele poderia ter sido usado para lavagem de dinheiro.

— Minha filha tinha um restaurante que, infelizmente, quebrou. Se eu vender tudo que eu tenho, se ela vender tudo que ela tem, não é suficiente para pagar a dívida com o Banco do Brasil, que está em R$ 1,4 milhão. Dizer que isso é lavagem de dinheiro? — protestou.

Carvalho fez a declaração em resposta a decisão da Receita Federal que, no curso da Operação Zelotes, pediram a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-ministro e do restaurante da filha dele.

25 comentários

Conversa!!!Peça ajuda aos "Militontos PeTralhas", quem sabe eles sensibilizam e façam um vaquinha...

Reply

Esse povinho ¨cumpanheru¨ quebra tudo o que poe a mão. Trabalho não é com eles, administração não é com eles, empreender não é com eles, produzir não é com eles. Vc pode enchê-los de dinheiro que eles acabam enfiando tudo no CENSURADO igual estão fazendo com o país. E esses bananeiros de uma figa os colocaram lá com ou sem urnas eletrônicas fraudadas, e esses bananeiros de meia pataca ainda os defendem com unhas e dentes com mortadela ou sem mortadela só por ideologia, e esses bananeiros dos infernos ainda podem colocar o vagabundo barbudo de volta para ¨não perder as conquistas sociais¨. Fala sério, já cansei disto aqui.

Reply

Gi9lbertinho é vagabundo,a filha é vagabunda,o Lula é vagabundo e,todo PETRALHA É VAGABUNDO.

Reply

GC, vc e um nada, não passa de um coroinha de missa negra.
Vai de reto.....
ass
Ticu Soares

Reply

Perguntar não ofende:Não era lavanderia?

Reply

Esse CALHORDA tem que ir pra a CADEIA... Esse cara sabe tudo sobre a morte do Celso Daniel... (será que não foi ele que apertou o gatilho???)

Reply

Coronel,

O coveiro do PT é ensaboado igual ao Pimentel. Ninguém pega.

Esperamos que a LAVA-JATO faça o serviço direito e ponha na cadeia estes dois malandros vermelhos.

Reply

O gerente do BB que autorizou o empréstimo nada tem a esclarecer?

Reply


Interessante: nem a filha, nem o pai (que provavelmente foi o avalista) têm suficiente patrimônio para pagar a dívida ao banco. Mas o empréstimo foi concedido. Só para eles existe essa, digamos, exceção. E, agora, como fica? Não vão pagar o empréstimo?

Reply

Coronel, vamos fazer uma vaquinha para elle... PuTs, esquece a situação está feia... a vaquinha ficou tão atolada na lama do brejo que pegou uma tuberculose e morreu de tanto tossir.

Reply

São imcomPTentes demais,não?E bem...ESPERTINHOS!!!!!!

Reply

Ele ou a filha estão negativados para quaisquer empréstimos ou compra a prazo? O nome dele ou da filha, do genro, de quem quer que esteja envolvido no processo de empréstimo que tomaram junto ao Banco do Brasil está no Serasa, como mais de 50 milhões de brasileiros? Se sim, como ele pode assumir um cargo como o que hoje ocupa?
Mauro Moreira

Reply

Meu filho, como o Banco Do Brasil emprestou dinheiro sem garantia?Cadê a imprensa para ir lá cobra?Quando é a gente temos que penhorar até o cachorro.

Reply

O fato de ter espetado o "papagaio" de recursos obtidos junto ao BB, sociedade em que a União é majoritária, foi só um detalhe... Isto parece aquela velha prática de pegar dinheiro em banco público, e pagar, quiçá, a perder de vista...petistas, certamente, são radicais neopatrimonialistas, e devem ser mantidos longes de negócios públicos, pois a mão coça...

Reply
Leitor do Blog mod

A cumpanhera Jandira Feghali também conseguiu quebrar um restaurante.

Reply
Despetralhando mod

Pra quem tu vai vender a alma que não vale o que kgas verme fdp?

Reply

de onde sai tanto traste???...olha a cara do individuo.

Reply

TACA -LE PAU JUIZ MORO, CADEIA JÁ NESTA QUADRILHA VERMELHA

Reply

EM REPORTAGEM DA VEJA DE SETEMBRO DE 2014, SAIU REPORTAGEM COMPLETA, PT PAGOU 6 MILHOES PARA LULA, DIRCEU E GILBERTO CARVALHO FICAREM ISENTOS DA MORTE DE CELSO DANIEL

Reply

COVEIRO DO PT

Reply

IMPEACHMENT DA DEMONIA VERMELHA, CADEIA NA QUADRILHA VERMELHA

Reply

Safadio,cade a justiça que n prende este verme e o seu chefão lurapio

Reply

Bancos não costumam fazer empréstimos sem garantias. Se a "empresária" e seu possível fiador ( o pai) não tem bens em valores suficientes para cobrir a dívida alguém prevaricou. Seria o "gerente" do Banco que pode ser demitido ? Cabe sim uma investigação da Receita e do MPF sobre as contas do pai e da filha para esclarecer esse mistério.

Reply

Quebrar é especialidade da corja petralha dilmanta faliu uma 1,99

Reply

Perguntar não ofende:Quem autorizou o empréstimo tinha Cargo de Confiança?Era ou é petista? Os Correios terá um deficit de 900 milhões em 2015?

Reply