Casa Civil da Dilma "vendeu" MP por R$ 36 milhões para isentar IPI de automóveis. Lula, Gilberto Carvalho e filho de Lula envolvidos.

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, discursa durante visita ao complexo automotivo da Ford, em Camaçari (BA), em 2009
(Estadão) Documentos obtidos pelo Estado indicam que uma medida provisória editada em 2009 pelo governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria sido “comprada” por meio de lobby e de corrupção para favorecer montadoras de veículos. Empresas do setor negociaram pagamentos de até R$ 36 milhões a lobistas para conseguir do Executivo um “ato normativo” que prorrogasse incentivos fiscais de R$ 1,3 bilhão por ano. Mensagens trocadas entre os envolvidos mencionam a oferta de propina a agentes públicos para viabilizar o texto, em vigor até o fim deste ano.

Para ser publicada, a MP passou pelo crivo da presidente Dilma Rousseff, então ministra da Casa Civil. Anotações de um dos envolvidos no esquema descrevem também uma reunião com o então ministro Gilberto Carvalho para tratar da norma, quatro dias antes de o texto ser editado. Um dos escritórios que atuaram para viabilizar a medida fez repasses de R$ 2,4 milhões a um filho do ex-presidente Lula, o empresário Luís Cláudio Lula da Silva, em 2011, ano em que a MP entrou em vigor.

O roteiro para influenciar as políticas de desoneração do governo e emplacar a MP é descrito em contratos de lobby pactuados antes da edição da norma. Conforme os documentos, a MMC Automotores, subsidiária da Mitsubishi no Brasil, e o Grupo CAOA (fabricante de veículos Hyundai e revendedora das marcas Ford, Hyundai e Subaru) pagariam honorários a um “consórcio” formado pelos escritórios SGR Consultoria Empresarial, do advogado José Ricardo da Silva, e Marcondes & Mautoni Empreendimentos, do empresário Mauro Marcondes Machado, para obter a extensão das benesses fiscais por ao menos cinco anos. Os incentivos expirariam em 31 de dezembro de 2010, caso não fossem prorrogados.

IPI. Os contratos obtidos pelo Estado datam de 11 e 19 de novembro de 2009. No dia 20 daquele mês, o ex-presidente Lula assinou a MP 471, esticando de 2011 até 2015 a política de descontos no IPI de carros produzidos nas três regiões (Norte, Nordeste e Centro-Oeste). À época, a Ford tinha uma fábrica na Bahia e CAOA e Mitsubishi fábricas em Goiás. A norma corresponde ao que era pleiteado nos documentos. Em março do ano seguinte, o Congresso aprovou o texto, convertendo-o na Lei 12.218/2010. Suspeitas de corrupção para viabilizar a medida provisória surgiram em e-mails trocados por envolvidos no caso.

Uma das mensagens, de 15 de outubro de 2010, diz que houve “acordo para aprovação da MP 471” e que Mauro Marcondes pactuou a entrega de R$ 4 milhões a “pessoas do governo, PT”, mas faltou com o compromisso. Além disso, o texto sugere a participação de “deputados e senadores” nas negociações. Não há, no entanto, menção a nomes dos agentes públicos supostamente envolvidos.

Acordo. O e-mail diz que a negociação costurada por representantes das empresas de lobby viabilizou a MP 471. O remetente – que se identifica como “Raimundo Lima”, mas cujo verdadeiro nome é mantido sob sigilo – pede que o sócio-fundador da MMC no Brasil, Eduardo Sousa Ramos, interceda junto à CAOA para que ela retome pagamentos.

Diferentemente da representante da Mitsubishi no Brasil, a CAOA teria participado do acerto, mas recuado na hora de fazer pagamentos. Um dos lobistas não teria repassado dinheiro a outros envolvidos.“Este (Mauro Marcondes Machado) vem desviando recursos, os quais não vêm chegando às pessoas devidas (...) Comunico ao senhor do acordo fechado para a aprovação da MP 471, valor este do seu conhecimento. (...) o sr. Mauro Marcondes alega ter entregado a pessoas do atual governo, PT, a quantia de R$ 4 milhões, o qual (sic) não é verdade”, alega.

A mensagem, intitulada “Eduardo Sousa Ramos (confidencial)” foi enviada às 16h54 por “Raimundo” à secretária do executivo da MMC, Lilian Pina, que a repassou a Marcondes meia hora depois. O remetente escreve que, se o dinheiro não fluísse, poderia expor um dossiê e gravações com detalhes das tratativas. “A forma de denúncia a ser utilizada serão as gravações pelas vezes em que estive com Mauro Marcondes, Carlos Alberto e Anuar”, avisa, referindo-se a empresários da CAOA. “Dou até o dia 21 para que me seja repassada a quantia de US$ 1,5 milhão”, ameaça.

Os dois escritórios de consultoria confirmam ter atuado para emplacar a MP 471, mas negam que o trabalho envolvesse lobby ou pagamento de propina. Ambos são investigados por atuar para as montadoras no esquema de corrupção no Carf. A MMC e a CAOA informam ter contratado a Marcondes & Mautoni, mas negam que o objetivo fosse a “compra” da Medida Provisória. Dono da SGR, José Ricardo era parceiro de negócios do lobista Alexandre Paes dos Santos, ligado à advogada Erenice Guerra, secretária executiva de Dilma na Casa Civil quando a MP foi discutida. Marcondes é vice-presidente da Anfavea, na qual representa a MMC e a CAOA.

24 comentários

A coisa parece que está esquentando mais uns 10 anos eles acabam com a ditadura comunista.

Reply

Tem muito mais por aí... Não esqueceram que o presidente de honra da organização criminosa alterou a constituição para permitir o monopólio dos telefones pela firma sócia do filhinho, "jênio da informática".

Reply

Tem muito mais por aí... Não esqueceram que o presidente de honra da organização criminosa alterou a constituição para permitir o monopólio dos telefones pela firma sócia do filhinho, "jênio da informática".

Reply

Meus Deus, como eu queria que o Brasil fosse um país sério para ver esse bando de ladrões atrás das grades ou que pelo menos os brasileiros não fossem pacíficos torcedores de futebol patetas e invadissem Senado, Câmara, STF, STJ, Planalto, etc e arrancassem todos de dentro e os guilhotinassem nas ruas. Mas como a realidade é outra toma roubalheira e toma impunidade!!!

Reply

E esse marginal está alardeando por aí que será candidato a presidente em 2018!!!! Oi???.....

Presidiários agora podem se candidatar a alguma coisa?

O que são cínicos, mentirosos e atrevidos esses marginais petistas.

Inacreditável a justiça permitir um indivíduo de conduta abonivável como Lula, suspeito e em muitos casos COMPROVADO CONTRAVENTOR, ficar pelas praças brasileira enganando o povo, inventando um Brasil paraiso, inventando ilações sobre adversários, prometendo o impossível, conturbando a ordem pública e a justiça brasileira fazendo cara de paisagem!! PQP!

Reply


Sim! Mais uma desgraça cometida e comprovada, e DAÌ? Vão continuar impunes, vivendo as custas do dinheiro público, continuando nos cargos, com o poder de continuar destruindo o Brasil?

FAÇA ME O FAVOR! PELO AMOR DE DEUS!

PRENDAM OS QUE ESTIVEREM PREVARICANDO NO CARGO E BLINDANDO ESSES BANDIDOS!

Reply

Tudo escancarado à época dos fatos.
Onde estavam as autoridades da repressão naquele tempo ?
Perseguindo adversários das maracutaias agora re-reveladas?

Reply

OFF

POLÍCIA FEDERAL INDICA DINHEIRO DA PETROBRAS COMO DOAÇÃO PARA A CAMPANHA ELEITORAL DE DILMA ROUSSEFF

Mensagens enviadas por celular pelo dono da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa, e um executivo do grupo, no final de julho de 2014, sugerem que as doações da empreiteira para a campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff estavam relacionadas ao recebimento de valores dos contratos que ele detém na Petrobrás, revela análise feita pela Polícia Federal com base em material anexado aos autos da Operação Lava Jato.

(...)
http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/10/policia-federal-indica-dinheiro-da.html



Chris/SP

Reply

Mais um caso escabroso. A imprensa e a mídia chapa branca não publicam nada e os veículos que publicam causam impacto no primeiro momento mas depois o caso cai no esquecimento e fica elas por elas. Lamentável que o Brasil esteja no fundo da fossa negra em matéria de corrupção generalizada e em todas as instâncias. Parece que agora tudo vai se ajeitar. Lula pensa em lançar sua candidatura para 2018, informa UOL. Será que o brasileiro vai errar pela quinta vez?

Reply

Petistas candidatos a deputado e prefeito me confidenciaram que Lulla cobrava R$ 100 mil para gravar depoimentos às suas campanhas.

Diante das recentes descobertas sobre a movimentação financeira de R$ 365 milhões da dupla Dilma-Erenice, pergunto:

- Quanto Lulla cobrou de Dilma pela indicação da presidanta de republiqueta?


Lanterna

Reply

Só no Brasil, país terceiro mundista, ocorre:

Ex-presidente (sapo barbudo), torna-se presidente, pois é ele que está atuando, às claras!!!

Presidente atual (Dilmandioca), já não manda mais nada!!

E, ainda, leio que o sapo barbudo pensa em se candidatar em 2018. É O FIM DO MUNDO!


SOCORRO!!! JUIZ SERGIO MORO



Chris/SP

Reply

É uma agonia sem fim , quando é que esses companheiros vão para o chilindró ?

Reply

Os japoneses não engoliram o "protecionismo" do governo. Já estão sendo denunciados à OMC por práticas desleais. É lama em cima de lama. Que raiva eu tenho de eleitor sem cérebro!

Reply


Só num Pais com uma justiça muita corrupta e bunda mole, e uma oposição PESO MORTO, que crimes tão graves acontecem no governo e ninguém fica sabendo, ou é leniente e conivente.

Reply

O PT já avisou: Lula não sabia de nada!!! Assinou a medida provisória sem ler, pois justo naquele dia tinha trocado seus óculos, quando constatou que lhe venderam as lentes erradas, talvez de propósito, para fazê-lo assinar a tal medida que beneficiava a montadora de automóveis!!! A PF está investigando o oftalmologista o qual deverá ser indiciado a qualquer momento!!! Lula declarou que está E S T A R R E C I D O e logo mais se reunirá com seus advogados para estudar a medida judicial cabível, provavelmente Dano Moral!!! Segundo boatos não confirmados até o presente momento, o tal doutor seria tucano, da linha aecista!!!!

Reply

Brasil é uma vergonha, se nao tirar este pessoal do poder estamos perdidos...

Reply

Esses porcos cretinos e safados e fedorentos nos tratam como palhaços. Até quando?

Reply
fred oliveira mod

Vou continuar avisando que a justica brasileira ou muda, ou sera' responsabilizada pelo que vnha a acontecer neste pais. O TSE esta' cheio de informacoes sobre dinheiro sujo da petrobras irrigando a campanha de Dilma.E fica pisando em ovos, com juizes mancomunados procurando evitar a decisao que ja' deveria ter sido tomada.O BRasil nao existe como pa'is.

Reply

e quanto custou a da BROI ????? lembra ? a PF diz que a propina foi de 240 milhões de dólares.... OPERAÇÃO SATIAGRAHA....

Reply

Lula se encantou quando Obama, diante do aperto sem precedentes sofrido por grandes empresas de lá, lançou um programa de resgate com dinheiro público. Copiou o "mestre" e deu no que deu. A diferença é que lá as empresas já devolveram o dinheiro e aqui nós é que pagaremos a conta - por anos a fio!

Reply

Como assim todo dia uma bandalheira nova e dona dilma continua linda leve e solta, cAde as autoriDades, magistrados.... voceS estao deixando o povo com NOJO DA JUSTIÇA

Reply

VERGONHA, JORNAL NACIONAL ESCONDE TUDO, HOJE NAO DEU UMA LINHA SOBRE ISTO, NAO FALOU DO LULINHA LULA, PIMENTEL GOVERNADOR DO PT EM MINAS, E DILMA QUE ESTAO AÍ ESCANCARADOS EM MAIS ESTA BANDALHEIRA, POR ISTO JORNAL nacional despencou o povo nao aguenta mais ver a globo escondendo, manipulando, sem falar o fantastico que nao mostra um linha sequer, rede bobo de manipulaçao blindando o sapo asqueroso e a dilmetralha- vergonha

Reply

a oposiçao é minoria, o cunha engaveta os pedidos de impeachment, a oposiçao tenta para que lula seja chamado a se explicar mas ele está blindado, stf está quase todo comprado,renan e janor tambem blindam dilama e lula, só o povo indo a rua para correr com esta safada mentirosa

Reply

e dilama vetou o voto impresso, a midia esconde- pois é, pt quer continuar assim, por que será que nao querem voto impresso, me engana que eu gosto,PT É UMA QUADRILHA, levanta mais desconfiança ainda sobre fraude nas urnas

Reply