Dilma e Cunha no corredor da morte.

A situação de Dilma Rousseff e Eduardo Cunha se assemelham a daqueles prisioneiros no corredor da morte, no começo da fase de recursos. Apelam aos tribunais locais, às cortes supremas e, finalmente, ficam nas mãos do governador que, aqui, no caso, é o Congresso Nacional, onde o voto e a bondade não é única, mas na forma de um colegiado. Condenados à morte estão, apenas cumprem a pena em liberdade.

Eduardo Cunha nega o óbvio. A esposa encontra a amante dentro do armário e ele garante que não sabia de nada, que não conhece aquela pessoa, sai daí, sai daí. Dilma Rousseff é flagrada pela governança com o motorista enroscada no sofá e diz que não sabia de nada, mas quando viu aquele homem estava ali e já que estávamos ali vamos pedalar alegremente e, por favor, volte sempre.

O mais interessante do caso é que o calendário da morte de um conflita com o do outro. Se Cunha for condenado antes e isso ocorrerá se a PGR soltar cópias de recibos das contas do exterior para a Imprensa, o que pode ocorrer hoje nas revistas semanais. Só falta mostrar papel, já que verbalmente está confirmado. Dilma respira. Se Cunha continuar na presidência da Câmara e ele avisa que não renuncia e não sai até o último recurso, o pedido de impeachment pode passar, dependendo de uma maioria simples de 257 deputados. Aí Dilma, já condenada pelo TSE, pelo TCU e por tabela pelo STF, veste o macacão laranja, sai do cargo, indo para prisão domiciliar.

A lei é para todos, mas os valores são absurdos. Eduardo Cunha, ao que tudo indica, desviou cerca de R$ 9 milhões para a Suíça, valores muito menores que o PT roubou como partido e na pessoa física, como alguns senadores e o ídolo José Dirceu. Dilma Rousseff, por sua vez,  afanou mais de R$ 100 bilhões nas pedaladas fiscais em 2014, jogando o país na pior crise econômica da História do Brasil. Estamos desabando em todos os indicadores. A dosimetria da pena está exagerada. Cunha mereceria uns 10 anos, com direito à prisão domiciliar ao completar um quarto de pena. Dilma, por sua vez, mereceria pena de morte e escolham a forma: câmara de gás, enforcamento, fuzilamento, sem direito à prisão perpétua. Em praça pública, para aplaudirmos de pé.E não fiquem excitados, esquerdalhas canalhas. Este post é apenas uma projeção se estivéssemos num país onde o povo fosse politizado, o Congresso não fosse corrupto e o STF e os tribunais superiores não fossem puxadinhos do PT.

13 comentários

Em relação a forma, poderia ser TODAS AS ANTERIORES.

+Marcelo F

Reply

PT contrata renomado advogado para defender LULA e DILMA...

https://scontent-gru1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtp1/v/t1.0-9/12108229_10207798643074347_5136189472165585660_n.jpg?oh=b581d951cb1833195208ac645108619e&oe=56867EE5

Reply

É,Coronel,será que o DVD que veio da Suíça aponta quem depositou? Isso pode ser um armadilha para pegar o Cunha.A quem interessa sua saída? Se o depósito foi de terceiros, é só investigar quem fez o depósito e de quem é dinheiro.Simples assim.

Reply

Falou tudo coronel.

Reply

Uma guilhotina bem afiada e azeitada resolve o problema do Brasil.

Reply

Resumido por RA:

"Logo, é evidente que essa informação, a exemplo de todas as outras que pipocam contra o deputado, têm origem na PGR, que está sob o comando do Rodrigo Janot.
Cunha se tornou o principal inimigo do governo. Que seja, hoje, o político mais importante investigado na Lava-Jato dá conta da qualidade da investigação conduzida pela PGR. Só um cretino não fundamental ignora Janot como peça central do jogo do Planalto."

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/prontofalei-resposta-de-cunha-e-inaceitavel-e-pgr-de-janot-se-comporta-como-instrumento-de-estado-policial/


Será que o PGR só tem Cunha para atacar de todos os envolvidos na Lava Jato?????? Dá o que pensar....


Chris/SP

Reply

Na historia do Metro de Sao Paulo o ministro da mentira Crdozo foi a midia e falava insistidamente que os Tucanos estavam envolvidos,quando o proprio delatou os inocentou.Foi descoberto que os papaeis do Cardozo eram falsos e nao batiam comos da Suica. Vamos aguardar o defeicho.O cunha esta sendo usado para abafa a Lava -Jato.

Reply

:-D

DBF

Reply
Despetralhando mod

Por ordem hierárquica ou por educação, a primeira estaca tem que ser na redesgovernanta, depois em seu criador e congeneres (petralhas) e seus alinhados.

Reply

Discordo, discordo E discordo do Sr Coronel.
Apenas levar a "presidenta" "gerentona" para a pena de morte não! Tem que levar TODA a cúpula do PT a começar pelo "palanqueiro", VAGABUNDO, PIXULECO, SAFADO do Lula, depois tem que jogar o resto de TODOS no mar para virar comida de peixe para nunca sobrar nada para contar história,

Com esta GENTALHA, FILHA DA PUTA prisão perpétua e exílio não funcionam pois sempre vai aparecer um "ixperto" propondo anistia para a "cumpanhêrada". E o resultado esta ai, se estes merdas tivessem sido picados no tempo dos militares, igual fizeram no chile não estarímos tendo que aguentar estes bolivarianos do caralho.

E tenho dito!

Reply

Cel
Desejo o mesmo que vc. Pegar a Anta pelos cabelos e degolá-la na Praça dos 3 Poderes, junto com o Lula.
Esther

Reply

Que dia maravilhoso será este quando a bandida,ladra, mentirosa e tudo mais que não posso escrever, for trancafiada numa Pedrinhas ou numa Bangu,quem sabe encontre um Sergão para substituir a Erenice e case na prisão.

Reply

A Dilma merece a pena de morte,assim como todos atores desta novela macabra.Isso seria bom demais para elles,que com o passar dos anos seriam transformados em heróis pelas suas viúvas e descendentes,então acredito que elles devam pagar por seus crimes,vivos numa prisão com trabalho forçado,mal alimentados,mal vestidos e sem descanso,para que elles possam pensar(?)nas maldades que fizeram,e quando se derem conta que não há saida,então elles mesmos pedirão para morrer,e aí é que vem o castigo,porque vamos mantêlos vivos para que sofram como cada brasileiro sofreu,principalmente o "Zé povinho",o analfabeto,o analfabeto funcional,o paraquedista,o rábula e também o áulico que se acha acima de todos,e também é um brasileiro,nada melhor que ninguém.

Reply