Funcionalismo público terá reajuste zero em 2015 no pacotaço da Dilma.

(O Globo) Depois de passar o fim de semana em reuniões para tentar cobrir o deficit de R$ 30,5 bilhões no Orçamento, a presidente Dilma Rousseff acertou neste domingo com sua equipe econômica um corte de R$ 20 bilhões nas contas do governo, preservando programas sociais. 

No encontro com ministros da Junta Orçamentária e secretários da área econômica no Palácio da Alvorada, Joaquim Levy (Fazenda) apresentou a sugestão de não conceder aumento algum aos servidores públicos federais em 2016. Somente com essa medida, o governo deixaria de gastar R$ 15 bilhões, que é o valor previsto no Orçamento de 2016 para pagar os aumentos salariais. Esse número pode ser superior se o governo também decidir congelar, total ou parcialmente, as novas contratações no próximo ano, que têm valor previsto de R$ 12 bilhões. 

Há, no entanto, uma divergência entre os ministérios da Fazenda e do Planejamento em relação ao corte no reajuste de servidores. Segundo parlamentares que discutem com o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) saídas para cobrir o deficit, ele tem se mostrado refratário à ideia de “reajuste zero”. O ministro estaria negociando acordos com as diferentes categorias para oferecer um reajuste mínimo. A avaliação de Barbosa, segundo interlocutores, é que seria “politicamente inviável” não dar aumento algum aos servidores.

O líder do PMDB na Câmara, deputado Leonardo Picciani (RJ), defende que a decisão sobre o reajuste seja linear para todos os servidores, a exemplo do que pretende Joaquim Levy.
— Não sei se reajuste zero, mas vai ter que ter muito bom senso na concessão de reajuste. Na iniciativa privada, as pessoas estão perdendo seus empregos. Os servidores já têm estabilidade, então não se pode, quando a maioria está perdendo emprego, querer reajustar seu salário. O ideal é definir um caminho único — afirmou Picciani.

15 comentários

Divertidíssimo ver essa corja agora defender "Reajuste Zero" para o funcionalismo, em época de crise.
O Lula, em parte, foi eleito com votos do funcionalismo, que passou 9 anos sem reajuste no período FHC. O Discurso dessa corja PTista/PMDBista era justamente os maus tratos do governo e o arrocho fiscal em cima do setor publico (Estado Mínimo).
Bem, parece que a farra desses idiotas ai esta acabando !

Lunarscape RJ

Reply

....segundo especialistas vai ser preciso ,além de congelar, diminuir o salário de servidores publicos a exemplo do que foi feito recentemente em alguns países europeus, já que o governo do pt para ser "bonzinho", triplicou as despesas com esse pessoal.

Reply

Assinem o abaixo-assinado pelo impeachment de Dilma . É importante precisamos chegar a 1 milhão .

Reply

Dizem em Brasilia que o namoradinho da Ideli Salvatti( bem mais jovem que ela) e ligado a Aeronáutica, andou intermediando essa transação com os russos. Aí tem!

Vide aqui:
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/ele-participou-em-moscou-da-avaliacao-de-um-sistema-de-defesa-antiaerea-que-o-brasil-pretende-comprar-da-russia-nao-se-trata-de-um-general-mas-de-um-subtenente-musico-do-exercito-so-que-ele-e-m/
Ele participou, em Moscou, da avaliação de um sistema de defesa antiaérea que o Brasil pretende comprar da Rússia. Ele não passa de um subtenente (e músico) do Exército — não é nem oficial superior. Mas é marido da ministra Ideli…

Reply

Ou corta salario ou demite.Qualquer lugar e assim.

Reply

o país vai parar muito mais !

Reply
Hermeval Carlos Zanoni mod

Sabemos como isto termina. Daqui 3 anos, entram na Justiça, que mandará pagar com correção. Cel, tenho duas propostas para arrecadar os 30 bi que dizem faltar. Entre em acordo com a categoria de servidores - de todos os níveis de governo federal, propondo durante digamos um ano, aceitarem descontar 2% dos salários daqueles que ganham de 5 mil para cima. Trata-se de uma categoria de certa forma privilegiada, pouco exposta às crises, pois chova ou faça sol, recebem em dia, risco zero de perder emprego, aposentadoria integral e mais uma série de vantagens não proporcionadas aos privados. Quando me referi a todos os servidores, quero dizer de General a Ministro do Supremo. De Presidente da República ao ascensorista cujo salário se enquadre. Ou...
Este projeto de repatriar os recursos não declarados em paraísos fiscais, como proposto pelo governo, parece-me com pouca chance de frutificar. Cobrando 35% de imposto e multa... Sei não. Poderão raciocinar: "Melhor então que houvesse feito antes, sem tanto trabalho para esconder o dinheiro, além dos custos". Que alguém vá aceitar, concordo, mas em proporção muito pequena.
Proponha trazer, sempre em total sigilo, cujo valor entregue será convertido em títulos da dívida pública, SEM RENDER JUROS POR DOIS ANOS. A ausência dos juros será considerado o imposto pago.
Findo o prazo, terão seu valor integral "lavado e passado", aí sim, rendendo os juros normais da venda de títulos. Afinal, penso que este dinheiro está lá fora mais para ser protegido do que propriamente para render juros, já que estes, internacionais, são irrisórios.
Penso que um trabalho bem feito, pode render melhor resultado. Até pq o governo pode deixar no ar a perspectiva de fazer rali junto aos países onde possam estar estes recursos e recuperá-los integralmente. Maluf que o diga.
"Feci quod potui, faciant meliora potentes".

Reply

A única alegria nessa notícia é que pelo menos os Funcionários Públicos agora acordem para realidade! Muito legal ficar cobrando aumento sendo que quem paga o salário deles é o povo! E olha que muitos que conheço fazem o serviço meia-boca, se gabam disso e depois vem chorar nas redes sociais que trabalham sem parar. Agora espero que todos acordem: O Brasil Faliu! Agora imaginem quantos trilhões essas pragas (políticos) desviaram para conseguir ter quebrado uma das 10 economias maiores do planeta!Não é a toa que agora estão querendo fletar com o golpe armado porque dinheiro para sair comprando os outros acabou. É só ver como a mídia chapa branca anda bancando a revoltada.

Reply

Esse negócio de déficit de 30 bilhões é cortina de fumaça, um XEQUE. Continuem jogando!

Reply

As FFAA tem que invadir Brasília e destituir esse governo. Depois invadir a Bolívia e anexar ao território brasileiro. Depois invadir a Argentina e a Venezuela. Avante Vilas Boas Khan!

Reply

O anônimo das 10:57 h disse "O Lula, em parte, foi eleito com votos do funcionalismo..." Não somente do funcionalismo, mas de toda a classe média (aquela dos livros de O.S.P.B). Eu, de minha parte, estou de consciência tranquila. Sou servidor público federal e nunca votei em petista algum, nem para síndico de prédio. Outra coisa, aposentadoria integral acabou faz tempo. Quem conseguir entrar no SPF (principalmente no Judiciário Federal) vai ver o que lhe espera: penúria. Vai ver o que é descontado no contracheque. O inicial de um técnico de nível médio na Justiça do Trabalho está líquido em R$4.100,00. Achou muito?! Vai estudar para prestar um concurso onde quem tira média 9,0 não fica nem na lista de classificados! O povo come na mão dessa imprensa esquerdopata que bajula esse PT por causa das polpudas verbas publicitárias do governo federal. Não sabem de nada, inocentes úteis do PT !!! Txr(62)MG.

Reply

Votaram nella, coniventes com medo de perderem suas boquinhas e boquetas, porque se esquecem de que são concursados... e que o serviço é p-ú-b-l-i-c-o e não partidário.

Aguentem!

Reply

Dilma subiu no telhado!

Reply

Não sou obrigado a pagar o roubo do PT , demitam estes funcionários do PT mas não venham dar em cima do meu dinheiro , ainda bem que não vão ficar , vai cair toda PETEZADA

Reply

Funcionário público ganha demais ! QUALQUER SALÁRIO É MUITO PARA QUEM NÃO TRABALHA....

Gabriel-DF

Reply