Depoimento usado por Rodrigo Janot para denunciar Cunha cita Renan, Temer e Lula.

 
(Estado) Em depoimento prestado à Procuradoria-Geral da República (PGR), o lobista Júlio Camargo – que relatou pagamento de propina ao presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – afirmou que o lobista Fernando Soares era conhecido por representar o PMDB, o que incluiria, além de Cunha, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o vice-presidente da República Michel Temer.

“Havia comentários de que Fernando Soares era representante do PMDB, principalmente de Renan, Eduardo Cunha e Michel Temer. E que tinha contato com essas pessoas de ‘irmandade’”, consta em relatório dos investigadores sobre o primeiro depoimento prestado por Júlio Camargo à PGR, em março. Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, foi responsável por intermediar pagamento de propina combinada com Júlio Camargo para facilitar um contrato de aquisição de navios-sonda pela Petrobras com a coreana Samsung Heavy Industries Co.

Em outro ponto do depoimento, ao mencionar que o PMDB deu apoio ao ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, Camargo volta a citar de forma vaga os três nomes e também o nome do empresário José Carlos Bumlai. O relatório da Procuradoria aponta dentro do depoimento de Camargo que Bumlai seria amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Na área interna o depoente negociava diretamente com Paulo Roberto Costa. Fenando Soares – era corrente – que representava o PMDB . Depois o PMDB tambcm ‘entrou para fortalecer’ Paulo Roberto Costa. Ambos então ‘ficaram muito fortes’. Fala-se de Renan Calheiros, Eduardo Cunha, Michel Temer, José Carlos Bumlai (que seria muito amigo do ex-presidente Lula)”, aponta o relatório da PGR sobre o depoimento de Camargo.

Os três depoimentos de Camargo o grupo de trabalho do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, permaneciam em sigilo até hoje, e serviram de fundamento para o oferecimento de denúncia contra o peemedebista por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

12 comentários

Se a denúncia baseia-se apenas em "havia comentários", então não vai dar em nada!

Reply

Do Radar On-Line:

SEM TODOS OS INGREDIENTES, CARDÁPIOS DAS DELAÇÕES PREMIADAS DE DUQUE E BAIANO SÃO RECUSADOS PELO MPF

As negociações para as delações premiadas de Fernando Baiano e Renato Duque voltaram à estaca zero. Suas propostas foram recusadas.

Os procuradores avaliaram que Duque e Baiano queriam revelar menos do que sabem em troca dos benefícios da delação.

No caso de Duque, o que o MPF quer como prato principal é o PT; no de Baiano, Eduardo Cunha e outros peemedebistas menos votados.

Por Lauro Jardim




Chris/SP

Reply

Coronel

Você alterou o visual do blog?? ou ocorre algum erro???

Tudo que ficava na coluna, à direita, passou para o final.

Vai ficar assim, ou é provisório???



Chris/SP

Reply

Se Janot não denunciou, como deveria, os outros que aparecem no relatório do crime tanto quanto Eduardo Cunha, então é preciso uma intervenção de terceiros, de autoridades honestas, para fazer uma devassa nessa porra de PGR.

Reply

Quando se tem um bandido como presidente do TSE, e no comando das principais instituições públicas, dá pra entender por que o Lula, Dilma e a corja locupletada no goveno, ainda não estão na cadeia, porque são blindados por bandidos togados, isso todo mundo sabe!

Advogada liga Toffoli e Gilberto Carvalho a máfia do DF.

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/advogada-infiltrada-pela-mafia-no-governo-faz-revelacoes-explosivas

Reply

Esse julio Camargo nao estaria confundindo o Eduardo cunha presidente atual da camara. Como o presidente da Camara Joao Paulo Cunha o petista preso no mensalhao que teve que devolver 540 milhoes.

Reply

Ao incluir o maçom inglês na denúncia, o pau mandado da organização criminosa cavou a sepultura do próprio governo que defende.

Reply

LAVA RATOS
https://scontent-gru1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtp1/v/t1.0-9/11880544_991465070947585_6236663014585692700_n.jpg?oh=3802080825076d6ba2864fbc66e28e6b&oe=563B9C41

Reply

Presidente da Bolívia, Evo Morales vê risco de golpe de Estado no Brasil
"Pessoalmente, nossa conduta irá defender Dilma (Rousseff), presidente do Brasil e o Partido dos Trabalhadores", declarou


compartilhar: Facebook Google+ Twitter

postado em 21/08/2015 17:58
France Presse
La Paz, Bolívia - O presidente boliviano, Evo Morales, advertiu nesta sexta-feira (21/8) para o risco de um golpe de Estado no Brasil, o que "não vamos permitir" porque "não estamos mais no tempo de oligarquias e hierarquias".

"Não vamos permitir golpes de Estado no Brasil e nem na América Latina. Vamos defender as democracias", afirmou Morales em uma escola militar em Cochabamba (centro do país).

Morales fez a advertência coincidindo com o 44º aniversário do golpe militar de 1971, que exaltou o então coronel Hugo Banzer, apoiado, segundo os historiadores, por militares do Brasil e da Argentina, com o apoio do Pentágono.

Leia mais notícias em Mundo

"Pessoalmente, nossa conduta irá defender Dilma (Rousseff), presidente do Brasil e o Partido dos Trabalhadores", declarou Morales, dias após de opositores realizarem várias manifestações no Brasil exigindo a renúncia da presidente.

Morales fez votos para que "o tema do golpe de Estado no Brasil seja somente uma questão midiática. É nossa obrigação defender os processos democráticos, a democracia e especialmente os processos de libertação sem interferência externa".

La Paz e Brasília mantêm certas afinidades políticas, afetadas por um episódio em 2013, quando o senador boliviano opositor Roger Pinto fugiu para território brasileiro em um veículo diplomático e foi protegido por funcionários da embaixada do Brasil em La Paz, onde estava asilado desde maio de 2012.

Após sua incomum entrada no Brasil, Pinto pediu refúgio. A fuga de Pinto gerou uma crise diplomática entre o Brasil e a Bolívia, que levou à saída do chanceler brasileiro Antônio Patriota. O embaixador brasileiro em La Paz não foi reposto desde então.

Por outro lado, Morales e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mantiveram as relações bilaterais no mais alto nível.Tuco-SP

Reply

Coronel,
Agora eu gostaria de saber,quem responderá a essa ameba que preside a
Bolívia.É uma ofensa para nós Brasileiros honestos.
Tuco-SP

Reply

ENQUANTO O NOVE DEDOS ESTIVER SOLTO, NÃO HAVERÁ JUSTIÇA NO BRASIL !!

Reply
fred oliveira mod

Gostaria de saber por que o janot só denunciou cunha do pmdb, quandohá delações envolvendo renan e outros...ah, essa justiça brasileira!

Reply