Brahma era dono do cofre do BNDES.

Brahma, um lobista com crédito ilimitado no BNDES de Luciano Coutinho. Arranjava a obra pra empreiteira, o financiamento pro país amigo e ainda vendia umas palestrinhas, além de ser pago com bônus eleitorais no Instituto Brahma. Qual ditadorzinho corrupto não quer uma parceria assim? 

(Folha) Documentos obtidos na Operação Lava Jato trouxeram à tona a relação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com executivos das maiores empreiteiras do país. Chamado de "Brahma" pelos diretores da OAS, Lula defendia, em viagens patrocinadas por empresários, seus interesses no exterior. 

Em junho de 2013, num seminário em Lima, Lula dirigiu-se ao presidente do Peru, Ollanta Humala, sugerindo aliança com o empresariado. À frente de uma delegação de 400 executivos, Lula afirmou que "não se deve ter vergonha" se há interesse financeiro. Porque "todo mundo que é empresário precisa ganhar dinheiro". Do Peru, a delegação —com executivos da OAS, Camargo Corrêa, Odebrecht e Andrade Gutierrez, além de empresas do porte da Embraer e Eletrobras— viajou à Colômbia e ao Equador. 

Cinco meses depois, Lula fez nova viagem sob patrocínio empresarial. Conversas por mensagens de texto capturadas em celulares de executivos da OAS indicam que a empreiteira não só deixou um avião à disposição do ex-presidente para que viajasse ao Chile, em novembro de 2013, como ajudou a definir sua agenda em Santiago. 

Numa conversa, o então presidente da OAS, Léo Pinheiro, referia-se a Lula pelo apelido de "Brahma" e discutia o roteiro com o executivo da empreiteira Cesar Uzeda. "A agenda nem de longe produz os efeitos das anteriores do governo do Brahma, no entanto acho que ajuda a lubrificar as relações. (A senhora [Dilma] não leva jeito, discurso fraco, confuso e desarticulado, falta carisma)", escreveu Uzeda. 

Pinheiro responde: "O Brahma quer fazer a palestra dia 24/25 ou 26/11 em Santiago. Seria uma mesa redonda para 20 a 30 pessoas. Quem poderíamos convidar e onde?" As mensagens indicam que a agenda de Lula no Chile foi fechada com Clara Ant, ex-assessora da Presidência e diretora do Instituto Lula. No dia 25 de novembro, véspera da viagem, Uzeda sugere "checar com Paulo Okamotto se é conveniente irmos no mesmo avião". 

Em viagem à Guiné Equatorial em 2011, como representante do governo Dilma, Lula colocou entre os integrantes de sua delegação oficial Alexandrino Alencar, executivo da Odebrecht preso nesta sexta (19). O caso foi revelado pela Folha em 2013. 

Lula e Alexandrino são conhecidos de longa data: no livro "Mais Louco do Bando", Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, relata uma viagem em 2009 que Alexandrino fez a Brasília com Emílio Odebrecht, presidente do conselho de administração da empresa. Na época, Lula pediu ajuda à Odebrecht para o Corinthians construir seu estádio. A inclusão de Alexandrino no grupo causou estranheza no Itamaraty, que pediu informações à assessoria de Lula.

20 comentários

O 9 dedos esfolou o Brasil, América Latrina e África, esse bandido deveria ir para o inferno para o bem de todos estes país e para o bem do mundo.

Reply

Deveriam investigar:
BNDES + Ampliação do H. Sirio Libanes + mais Shahin e vai chegar no Moluscão Chefe.

Reply

Brahma a( o) número 1.

Reply

Brahma Chopp: Bandido Remelento Apreensivo. Hoje, Moro Avisa: Começa Hoje Operação Para Prender !!! (Quer ganhar na loteria? Faça combinações entre os números. Quer ver Lula na cadeia? Faça combinação da PF com FBI.)

Reply

É a CAIXA DE PANDORA... cada vez os podres são maiores!

Reply

Mollusco nojento na cadeia!

Reply

olha, pra porcada da Folha ter que noticiar isso, é porque a casa desse desgraçado realmente caiu...

graças ao Bom Deus!

Reply

Peça potentes medicamentos para ver se v cochilará de agora para frente, vampiro sanguessuga dos cofres do Brasil, Lula, pois a coisa ficará ainda mais tenebrosa, e a insonia vem aí + pesadelos para zonear ainda mais sua cabeça, cheia de Brahma!!

Reply
Pudim de cana mod

Isso é o que dá, misturar negócios com Brahma. Certamente estavam todos sob o
efeito da espumosa gelada, quando o "dedinho", propunha o "rolo".
Dizem que todo o vinho, cachaça, uisque e cerveja que o Brahma já bebeu na vida, se colocado num rio, teria volume para tocar um moinho movido a roda dágua, por uns 5 anos.

Reply

Coronel,

o BRAHMA (pé inchado, pinguço, cachaceiro) é a vergonha do Brasil.

Não conheço na história do mundo sujeito mais a toa e corrupto.

Reply

O Americanos tem a sorte de ter OBAMA , nós temos a desgraça de ter o Brahma rsrsrsrsrs

Gabriel-DF

Reply

O Brahma é um SAFADO, APROVEITADOR, DISSIMILADO e FALASTRÃO. Além de investigado, de verdade e sem favorecimento, já deveria estar PRESO.

Reply

Quando vão prender esse canalha? Só acredito vendo.

Reply

Se fossem só as "palestras" pagas e os aviões cedidos pelos empresários poderíamos rir de orelha a orelha.
E os 25 milhões de EUROS de Rose, amiga íntima de Lula;

http://www.alertatotal.net/2012/12/inteligencia-descobre-que-empresas.html

Rose era a “mulher invisível” que negociava diamantes africanos na Europa?

http://www.alertatotal.net/2012/12/inteligencia-militar-revela-que-rose.html

Aplicações no fundo de pesca da Noruega.

http://www.alertatotal.net/2013/01/bacalhaugate-lula-teme-que-acao-anti.html

E o mensalão aéreo do Brahma

http://www.alertatotal.net/2013/04/mpf-investiga-mensalao-aereo-viagens.html

Lula tem ou não um resort em Cuba, dona Marisa comprou ou não fazendas para criação de cavalo na Itália? Perguntas sem respostas até quando?

Quando se mudou de Brasília levou 11 caminhões de mudança e um dos quais climatizado para vinhos. Haja fotos, haja bonés, haja vídeos ...

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2011/01/27/mudanca-de-lula-envolve-11-caminhoes-e-fica-mais-cara-do-que-o-previsto.jhtm

Reply

Já está escrito, já está previsto
Por todas as videntes, pelas cartomantes
Tá tudo nas cartas, em todas as estrelas
No jogo dos búzios e nas profecias
Cai o rei de Espadas
Cai o rei de Ouros
Cai o rei de Paus
Cai, não fica nada.

Reply

Muito boa! A desonestidade do UOL ao dizer que “o meio jurídico está contra Sérgio Moro” - ESCRITO POR LUCIANO AYAN
Aqui: http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/outros/15903-2015-06-20-21-45-22.html
Uma das principais táticas da esquerda é agrupar os membros de sua turminha, que pertençam a uma profissão, lançar uma sucessão de comunicações de repúdio (ou mesmo uma moção) e dizer que “a classe profissional (x) é contra (y)”. Isto é, um grupo limitado de pessoas se disfarça de representantes de “toda a classe”, mesmo que jamais tenham sido eleitos para tal.
Uma matéria do UOL, intitulada desonestamente “Operação Lava Jato é severamente criticada no meio jurídico”, serve para comprovar a execução do truque. Vamos aos juristas? Quer conhecer o “meio jurídico”? Para o UOL, ele se limita a quatro indivíduos, que são:
• Alexandre Lopes, advogado de Renato Duque (que está preso)
• Nelio Machado, advogado do lobista Fernando Soares (está preso)
• Arnaldo Malheiros, ex-defensor de mensaleiros
• Gilson Dipp, ex-ministro do STF e que atuou como consultor de parecer para um réu
Como diria o Joel Santana: “tu tá de brincation uíti mí, UOL?”. Enfim, mais uma fraude desmascarada. Isto deveria se tornar praticamente um esporte. Fiquem de olho. Sempre que lerem uma notícia vinda da mídia chapa branca dizendo que “há clamor de classe profissional (x) contra (y)”, investigue sempre o passado dos “especialistas” chamados para a encenação.

Reply

Temos que aplaudir a nós mesmos lá 2002 que votou nesse cara, mesmo que aquela intuição dizendo que ele ia fazer tudo isso, até ali era fácil mudar a situação. E agora?

Reply

Do cofre do BNDES e de todos os Fundos de Pensão. Mas será que não continua?

Reply

Ou seja, como a grana pra tudo isso saiu de impostos desviados, nós bancamos esse cara de pau!

Reply

Afinal, sai ou não sai a CPI do BNDS???

As assinaturas já foram obtidas. Está esperando na fila de CPI's insignificantes????


Chris/SP

Reply