Pimentel do PT lança Programa "Minas, Nenhuma Estrada sem Pedágio".


(EM) Com os cofres vazios e saldo negativo no orçamento deste ano, o governo de Minas aposta no setor privado para garantir obras de manutenção nas estradas estaduais. Nessa terça-feira (19), as secretarias de Transporte e Obras Públicas e da Fazenda lançaram o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), convocando empresas interessadas em gerir as rodovias mineiras pelas próximas décadas. Serão oferecidos à iniciativa privada todos os 28,7 mil quilômetros que compõem a malha viária do estado e alguns trechos federais. Segundo o secretário da Fazenda, José Afonso Bicalho, o governo não colocará pré-condições para as empresas interessadas e alguns trechos poderão ter pedágios. 

“Temos falado das dificuldades financeiras do estado. Mesmo assim, faremos um esforço grande para retomar investimentos. Entendemos que a forma mais correta será por meio das concessões. Antes, o estado usava as operações de crédito, agora vamos contar com a eficiência do setor privado”, disse Bicalho. As empresas terão até 16 de novembro para apresentar seus estudos sobre a gestão das rodovias estaduais e o estado terá outros três meses para avaliar as propostas. “Será uma forma de economizar. As empresas vão fazer a gestão e manutenção só que com a vantagem de um contrato de longo prazo. Nos países que adotaram esse padrão, houve redução de custo”, ressaltou o secretário. 

Para o secretário de Transporte e Obras Públicas, Murilo Valadares, o diferencial da proposta apresentada pelo governo de Minas é que serão as próprias empresas que ficarão responsáveis por levantamentos e estudos técnicos em relação aos trechos concedidos ao setor privado. “Normalmente o poder público elabora os lotes e escolhe as estradas, como se soubesse o que é melhor. Ou seja, apresenta-se um pacote e as empresas são obrigadas a estudá-lo. Aqui, colocamos todas as estradas de Minas para serem analisadas. Uma livre escolha para as empresas estudarem onde quiserem”, explicou Valadares. 

Comentário: as empresas só escolherão estradas onde houver possibilidade de cobrar pedágio. Todas terão pedágio. É, sem dúvida, o primeiro programa de Fernando Pimentel (PT): "Minas, Nenhuma Estrada Sem Pedágio". Não há empresa no país que aceite "contrato de manutenção", pois sabe que haverá atrasos de pagamento. Elas querem pedágio, que é dinheiro na mão. Sem pedágio não tem negócio. Que os mineiros se preparem para o "nenhuma estrada sem pedágio". 

16 comentários

Sem querer defender o Pimentel, longe disso, mas é assim que a coisa funciona. São Paulo só conseguiu ter as melhores estradas do Brasil depois que as 'deu' para a iniciativa privada sob o registro da cobrança de pedágio, e olhe que não é barato não, mas vale a pena, pois vc viaja com segurança e tranquilidade. Ah! até o governo federal já percebeu isto, mas a coisa só vai funcionar, para valer, quando pararem de fixar tarifas muito baixas para os pedágios.

Reply

É como eu sempre digo: Se tem trouxa para pagar a conta vamos roubar!!! E como além de trouxas são covardes e inofensivos feito galinhas melhor ainda. Eu queria ver esses bandidos fazerem isso com um povo de verdade e não patetas torcedores de futebol como o lixo do brasileiro o que poderia acontecer. Guerra!!!

Reply

Só esta aplicando o que o partideco tá fazendo no BR todo.

Aliás, cada a auditoria que ele prometeu naa contas do governo anterior? Não achou nada né. Agora vem com esse papinho.

Reply

Só assim os professores mineiros, entusiasmados eleitores de fernandinho pilantrel, poderão aprender alguma coisa...

Reply

Infelizmente foi a escolha de Minas, uma escolha que além de prolongar o governo PT a nível federal está agora mostrando seu lado "Dilma" para os mineiros. Que fique de lição, nunca mais acreditar na palavra dessa gente! Nós chutamos o PT do RS, Tarso está inclusive querendo retomar sua carreira no Rio, bem longe daqui.

Reply
Despetralhando mod

O pimentel é problema dos mineiros, pariram o mala que o carreguem.

Reply

São pessimistas as perspectivas da economia brasileira no segundo governo Dilma 2015-2018. RECESSÃO, RECESSÃO, RECESSÃO,... NO SEGUNDO GOVERNO DILMA.

Reply
Pagador de impostos mod

Vai ser igual aqui no ES, a 101 foi privatizada tem mais de ano e a única obra feita foi a praça do pedágio, e já teve reajuste.

Reply

Estou esperando a auditoria e já vai fazer um ano e esse cara não solta o resultado no papel, ali no prego e branco.
Como é Pimentel quero ver as contas.
Safadeza tem limites.
Arregace as mangas e vá trabalhar seu vagabundo aproveitador, mostre alguma coisa que você cria.
Não fique gaguejando o governo passado.
Mostre serviço.
Cuidado com seu dedo apontando para o trabalho passado que se foi feito foi sem dinheiro de Pt governo federal, a maioria dos próprios proventos do estado.
Será que você é cego em Pimentel, o MINEIRO sabe que minas era renegada pelo DESGOVERNO PETISTA na mais de 12 anos, assim como TODOS OS ESTADOS, cidades, municípios comandados por partidos de oposição.
Vá se FU.
Pimentel sou mineira e da gema do papo amarelo,
PT AQUI NÃO ENGANA MAIS, por isso vocês estão enchendo o país de gente estranha a nossa nação.
Mas esperem: QUANTO MAIS ALTO O VOO, MAIOR SERÁ O TOMBO.
Verei o desfecho do PT

Reply

Em Sao Paulo funcionou porque o governo Alckim nao misturou negocios com amizades. Em Minas as consecoes vao ter o financiamento do BNDES com juros baixissimo somente para os companheioros sindicalistas que se tornaram empresarios.

Reply
Sandra Castro mod

Publiquem também sobre o governo anterior, talvez seja a resposta para saber o motivo do estado estar sem dinheiro. E é bom publicar também o que ele já fez para os professores, que o o governo dos últimos anos em três eleições não fez.

Reply

O Pimente suju ,usurfru da linda e maravilhosa cidade administrativa e suas maravilhosas secretarias, construidas pelo Aecio Neves. Eu dos 15 Km a menos e da paisagem linha verde,que diminuiu de 45Km a 30 Km o aeroporto de Confins. O Prazer de hoje Minas ter no entorno da praca da Liberdade ,museus e o Palacio para visitacao.

Reply

Mas o grande problema em Minas são as rodovias federais. Por que ele não fala disso, já que é do mesmo partido do desgoverno federal? Cadê a proximidade e atenção com a madama que ele alegou aos mineiros desinformados para ser eleito? Quando era prefeito e dependia do governo estadual (PSDB), ele era mais humilde e menos mentiroso.

Reply

Pimentel é o focinho da fúria arrecadatória dos bestiais comunistas, que são escravagistas e exploradores do povo, como em Cuba, colocar todos no "igualitarismo da miséria".
"USEM OS IDIOTAS-UTEIS NA LINHA DE FRENTE. INSTIGUE OS ODIOS ENTRE CLASSES. DESTRUAM SUAS BASES, A FAMILIA E A ESPIRITUALIDADE E COMERÃO AS MIGALHAS QUE CAEM DE NOSSAS MESAS" - Lênin.
Na Venezuela, o governo esconde os alimentos para manter o povo ocupado á procura dele, ficar em longas filas para não ter tempo para protestar contra o governo!
SEUS CHANTAGISTAS E LARÁPIOS!

Reply

Sujeitinho asqueroso,guerrilheiro,vá para Cuba babar seu ídolo, o velho gagá e seu preposto o anão Raul Castro.

Reply

iguar e quinenzim sum paula!!!

Reply