Não minta mais, Dilma!

Passamos a campanha eleitoral ouvindo Dilma Rousseff arrotar que os governos do PT colocaram 43 milhões de brasileiros na classe média. Ostentaram o número como uma vitória do modelo econômico e social implementado pelo petismo. No fundo, o que se ouvia na campanha eleitoral mentirosa de Dilma era: a classe média é nossa! Está provado que não era. Apenas foi vítima do mais escandaloso estelionato eleitoral da nossa história.

No último dia 15 de março, a classe média, tida como propriedade do petismo, foi às ruas exigir o impeachment de Dilma e o fim da corrupção no seu governo. Bastou uma manifestação para que o governo do PT passasse e demonizá-la,  tratando este imenso contingente de brasileiros como se fosse uma minoria. Uma minoria golpista. Uma minoria branca. Uma minoria coxinha, que não representa a imensa pobreza do país. Dilma e o PT mentem novamente. Tentam iludir a população tornando os protestos que botaram mais de 2 milhões nas ruas uma ação da elite golpista.

Ora, pelos padrões de divisão de classes sociais que sempre sustentaram a propaganda do PT, a classe média é maioria no país. Essa "classe média golpista" que foi às ruas é formada por 55,7% dos brasileiros. Os "pobres do PT", aqueles cabresteados pelos programas sociais, somam apenas 30,9% dos habitantes do país.  Estes dados são do PNAD/IBGE. portanto oficiais. Se valiam antes, também valem agora.

É inegável, olhando a divisão de classes sociais do país, que o 15 de março foi o grito da maioria do povo brasileiro. Afinal de contas, a odiada elite e a discriminada classe média somam 69,1% dos cidadãos deste país. Não é à toa que a manifestação foi a maior de todos os tempos. Por isso, no próximo dia 12 de abril, tudo indica que serão quatro milhões, pois 82% aprovam os protestos. E, novamente, terão apoio de todos os pobres deste país, enganados pelo governo do PT, como indicam as últimas pesquisas que dão 90% de ruim e péssimo para o governo Dilma Rousseff. 

17 comentários

Foi show ontem a entrevista de Rogério Chequer do Movimento VEM PRA RUA no Roda Viva/TV Cultura.

Ele disse com todas as letras: O PT não entendeu nada do que aconteceu em 15/3.

Sem contar que Rogério calou a boca de alguns entrevistadores petralhas da Folha de São Paulo e do Datafolha. Parabéns!!!!

Portanto, vamos para a rua em 12/4com, pelo menos, 4 milhões!


FORA DILMA!
FORA PT!


Chris/SP

Reply

KIBAUM!
Não sabia que que fui convertido num golpista burguês incluídos entre os mais de 60% que o PT acusou de burguês, mas gostaria de saber como haveria jeito de poder aproveitar das benesses desse novo estado de vida, doravante BURGUÊS, quem diria!
O pior de tudo é que saio cedo para trabalhar todos os dias, pagando impostos absurdos ainda mais quando o PT começa a confiscar salários, como dos Correios, que após abril serão reduzidos em 25,9% por 15 anos, sendo que isso foi para manter bandidos que destroem pesquisas científicas, matam pessoas em acidentes por desviarem verbas de infraestrutura, destroem a maior empresa do país, alugam escravos-médicos da feroz ditadura comunista cubana dos imperialistas irmãos Castro! E olhe que o alimenta a destruição de reputação dos adversários pela imprensa e seus blogs vermelhos, e aplicam golpes de todas as formas!
Por outro lado, por serem bandidos, só apoiarem a bandidagem, traficantes de drogas, como os terroristas das FARC da Colombia dá para entender o porquê!
Depois de 12 de abril, mais uma derrota para o PT com parlamentares até do governo querendo sair e os outros super pressionados pelas ruas, que doravante darão o tom!

Reply

Muy buenas Coronel.
Sou um "Coxinha", "Golpista", "Reacionário" e "Membro da Elite Branca", (isso tudo segundo os otários do Partido dos Tolos), que foi a manifestação do dia 15 próximo passado. O que vi nas ruas, foi diversidade. Nada do que digam os jornalecos, blogs lixo e otários do PT, vai me impedir de sair a rua no próximo dia 12. Chega de aguentar esta corja de ineptos, acéfalos e bandidos. São delinquentes perigosos, não exitaram em naufragar uma Nação, não tiveram o minimo problema em espalhar mentiras e denegrir pessoas.
São elementos que não trabalham, não estudam e não realizam nada longe das "divinas tetas do Estado". Recordo nos tempos da Universidade, que os mesmos bostas que levaram 9 anos para realizar um curso que se faz em 6, sempre metidos dentro do centro acadêmico e diretório central de estudantes, são os mesmos que hoje estão dentro dos sindicatos de classe e do porco PT. Incapazes, invejosos, vagabundos, que depois de se enraizar por dentro de todas as instituições brasileiras, intentam acabar com o País, com a família brasileira. Para eles, temos que ser "descolados", "politicamente corretos", "moderninhos", (ou seja, aceitar todas as falcatruas e dizer amém). Vosso dia esta chegando, incompetentes. Todos na rua no próximo dia 12. Fora Dilma, Fora Lula, Fora PT.

Reply

Cel
Dilma fez um curso no Pronatec para acreditar na própria mentira e concluiu este curso com Louvor.

Curso este ministrado pelo Magnânimo Presidente de Honra do Glorioso Partido dos Trabalhadores, Lula.

Palavras do Lula:
‘Quem tem caráter fala a verdade, quem não tem caráter mente’
(Presidente Lula)
22/02/2006

Logo tire suas conclusões sobre o Caráter da GoverAnta.

Átila

Reply

CORONEL

Não consigo entender como diante de tantas evidências, provas e constatações ainda tem gente defendendo a quadriha , como é o caso da FSP e o DataFolha.Só podem ser razões pecuniarias ou de sobrevivência política.

Reply

Os movimentos que organizaram as manifestações do dia 15 d março me representam. A CUT, OAB, UNE são representantes e defensores dos governos corruptos petistas e estão contra o povo, estudantes e trabalhadores brasileiros.

Reply

É o mesmo que dizer: não fale mais, Dilma!

Reply


CORONEL

Viu que absurda sabujice do Diretor do Datafolha no Roda Viva? Insiste que o movimento foi da elite branca ,abastada e que não contou com a população da periferia.Disse mais, que a elite branca preconceituosa teria dificuldade em "se misturar" com o povo.
Só não explica por qual motivo as estações do metrô ficaram congestionadas.A nova mania dos ricos agora é andar de metrô?

Reply

Cel
Tinha uma faixa muito interessante na manifestação de São Paulo, a saber: estava lá escrito que "o maior programa social do PT são as manifestações, é só ir que já vira elite".kkkkkkkkkkk.
Esther

Reply

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2015/03/23/romario-diz-que-politica-so-tem-ladrao-e-volta-atras.htm

Reply

Texto extraído do jornal A Tribuna 15/03/2015 pág. 08
“DOUTOR NAZAR
doutorjosenazar@gmail.com
Chega de mentiras!
O País passa por uma turbulência que assusta. O povo brasileiro encontra-se nocauteado, imerso nas entranhas de uma insegurança.
As depressões avançam e fazem brotar os sentimentos de um desamparo. Antigamente, frente a uma situação de impasse, dizia-se: “vá bater na porta do Bispo”. Agora, nós nos perguntamos, a quem se dirigir? Orfandade! Aumentam as procuras por tratamento psicanalítico. Acredito que esteja se passando o mesmo na psiquiatria, por exemplo. Os pacientes, frente ao torpor de uma luz negra que obscurece, não estão conseguindo enxergar as dimensões de um futuro promissor. A dor que habita a todos gera uma angústia que faz com que se insista numa pergunta: onde isso tudo vai dar? Sabemos o que essas inseguranças querem dizer e não devemos nos furtar a falar sobre essa questão morcego. Medos! Medo de perder o emprego, medo frente a uma violência que se alastra nos meandros sociais, medo de não dar continuidade aos ideais, medo de não conseguir educar adequadamente os seus filhos. Uma espécie de melancolia dos nossos governantes avança, cresce e começa a contaminar o povo brasileiro. Quando nos defrontamos com uma realidade desestabilizada, alguma coisa amarga e cruel, tudo isso leva a uma ameaça que faz doer um pouco mais. Um amigo, um parente, alguém próximo que perde seu emprego. Eu, você, todos nós, logo pensamos: mas eu também posso cair na mesma situação. Cada um, de maneira diferente, começa a se retrair em relação às suas realizações, por exemplo, aos seus gastos. Cria-se uma onda, todos acabam por perder, o grau de confiança perde sua virilidade. Os sentimentos melancólicos fazem coro com a melancolia das autoridades. Os seres se tornam menos desejantes, o medo vem à tona, há um retraimento das realizações que animam a vida cotidiana. As crises que sempre funcionam como ponto de partida rumo ao progresso tomam um sentido contrário. A realidade tem sido deformada com mentiras que passam a ocupar o lugar de uma palavra justa. Os enlaces sociais se corrompem: corrupção quer dizer quebra de contrato. É quando a verdade cede e as mentiras tomam seu lugar. A melancolia passa a ser traduzida como uma covardia moral. As tristezas invadem os lares, e os olhares abençoados de uma luz de vida já não conseguem imprimir força. Medo Medo Medo! O desamparo toma conta do ser de cada um pois já não existe autoridade que possa responder pelo seu lugar de sustentação da lei. A tristeza melancólica de um governo, diga-se fruto de uma falta de legitimidade, leva ao pior de uma covardia moral. Quer dizer que a máscara que protegia o indivíduo, ao cair, deixa-o sem recursos diante dos outros. O sujeito, então, escolhe esconder-se na tristeza, na vergonha, protegendo-se do enfrentamento da realidade mostrada como sua verdade. A imagem arranhada funciona como um fantasma, um algoz severo que insiste no questionamento do que antes era apresentado. A presidente Dilma Rousseff deveria ter falado a verdade. A mentira tem pernas curtas! Por exemplo, na sua fala no Dia Internacional das Mulheres ela deveria ter pedido desculpas à nação. “Eu menti e, portanto, peço desculpas”. Mas, não, o que vemos hoje é uma mentira tentando socorrer uma outra. Precisamos acreditar em alguma coisa, acreditar numa palavra, escutar o som verdadeiro de uma voz que não queira enganar ninguém. Trata-se de uma questão moral e ética! Era seu dever tomar a palavra e falar dirigida à nação brasileira e se desculpar. Há uma dúvida pairando no ar, pois toda a nação está perplexa com a onda de escândalos e uma governante que nunca sabe de nada! O povo, que paga seus impostos e sustenta as decisões e os gastos realizados por seus representantes, tem o direito de se manifestar diante de sua maior representante, e esta tem obrigação moral de enfrentar as críticas que suas ações provoquem. Se isso não ocorre, mesmo assim, isso tem uma interpretação: covardia moral!
JOSÉ NAZAR é psiquiatra e psicanalista”

Reply

É uma pena que aquele aviâo que caiu na França deveria estar cheio era de Petistas,principalmente os mais graúdos!Eu ia chorar ...de tanto rir!Quero que se explodam!O pior é que nem o capeta quer eles por lá!Fazem todo tipo de maldade com o povo,são uns crápulas,e ainda continuam no poder!Todo mundo na rua dia 12 de abril,vamos fazer uma mega manifestação!Uma verdadeira marcha clamando por Justiça!Viva o Brasil!Fora Petê!!!

Reply

Façamos que o dia 12 de abril seja lembrado como o dia em que o chão tremeu, como 'nunca-antes-na-hixxxtória-deste-paiz"..

Reply

A Dilma tem hora que não parece que a Dilma.

Reply

CEL,

Concordo com o comentarista J.C.MACIEL às 13:01 h acima. O Diretor do DataBolha é um capacho do PeTismo. No mais esse diretor de merda ficou com uma cara de merda, de fazer dó, quando ouviu a resposta do entrevistado, Rogério Chequer, que colocou não só o bundão do DataBolha no bolso mas também a jornalista do El País e os outros(as) todos(as) que tentaram fazer manipulação e colocar palavras por ele não ditas.

É isso Rogério Chequer, é assim que se faz com os capachildos(as) PeTralhas.

Rogério Chequer se saiu muito bem nessa entrevista do Roda Viva, mostrou-se capaz, inteligente, lúcido e com domínio. Em minha opinião superou em muito alguns políticos e personagens entrevistados ultimamente. É um novo líder!

Índio Tonto/SP

Reply

Ah, sim, por isso o país está em crise, o comércio às moscas, demitindo...

E quando é que vai estourar o Caixão, a bolha da CEF, hein?

Reply
fred oliveira mod

Dia 12 de abril o pt vai ver o que e' mobilizaçao. Vai ver o que o Brasil esta' sentindo pelas fraudes nas urnas, pelas falcatruas e pelo atraso que levou o Brasil. Dia 12 sera' inesquecivel.

Reply