"Porquinho" Cardozo quer arrastar Oposição para o chiqueiro em que o PT transformou a Petrobras.

Os três porquinhos que coordenaram a campanha da Dilma em 2010: paga, segundo a Operação Lava Jato, com dinheiro do propinoduto da Petrobras. Cardozo, ministro da Justiça. Dutra, diretor da Petrobras. Palocci, ex-ministro de Dilma e envolvido na roubalheira da Petrobras.

(VEJA) Desde a morte do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos no ano passado, o PT perdeu seu grande estrategista em momentos de crise. Chamado carinhosamente de “God” (Deus, em inglês) pelos amigos, o onipresente MTB foi convocado para coordenar a defesa das empreiteiras tão logo deflagrada a Operação Lava-Jato. Ele tinha uma meta clara: livrar seus clientes de penas pesadas na Justiça e, de quebra, o governo petista da acusação de patrocinar um novo esquema de corrupção para remunerar sua base aliada no Congresso.

Negociador nato, Thomaz Bastos se dedicava a convencer o Ministério Público Federal de que a roubalheira na Petrobras não passava de um cartel entre empresas -- e que, como tal, deveria ser punido e superado com o pagamento de uma multa bilionária. Nada além disso. A morte tirou o criminalista cerebral da mesa de negociação. MTB deixou um vácuo. O governo perdeu sua ponte preferencial com as empreiteiras, o diálogo entre as partes foi interrompido, e as ameaças passaram a dominar as conversas reservadas. 

Foi nesse clima de ebulição que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, assumiu o papel de bombeiro. Ex-deputado pelo PT e candidato há anos a uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cardozo se lançou numa ofensiva para acalmar as construtoras acusadas de envolvimento no petrolão, que, conforme VEJA revelou, ameaçam implicar a presidente Dilma Rousseff e o antecessor Lula no caso se não forem socorridas. Há duas semanas, o ministro recebeu em seu gabinete, em Brasília, o advogado Sérgio Renault, defensor da UTC, que estava acompanhado do ex-deputado petista Sigmaringa Seixas.

O relato da conversa percorreu os gabinetes de Brasília e os escritórios de advocacia como um sopro de esperança para políticos e empresários acusados de se beneficiar do dinheiro desviado da Petrobras. Não sem razão. Na reunião, que não constou da agenda oficial, Cardozo disse a Renault que a Operação Lava-Jato mudaria de rumo radicalmente, aliviando as agruras dos suspeitos de crimes como corrupção e lavagem de dinheiro. O ministro afirmou ainda que as investigações do caso envolveriam nomes de oposicionistas, o que, segundo a tradição da política nacional, facilitaria a costura de um acordo para que todos se safem. Depois disso, Cardozo fez algumas considerações sobre os próximos passos e, concluindo, desaconselhou a UTC a fechar um acordo de delação premiada. Era tudo o que os outros convivas queriam ouvir. 

Para defender a UTC, segundo documentos apreendidos pela polícia, o escritório de Renault receberá 2 milhões de reais. Além disso, se conseguir anular as provas e as delações premiadas que complicam a vida de seu cliente, amealharia mais 1,5 milhão de reais. Renault esgrime a tese de que a Lava-jato está apinhada de irregularidades, como a coação de investigados. No encontro, Cardozo disse o mesmo ao advogado, ecoando uma análise jurídica repetida como mantra pelos líderes petistas.

Depois da reunião no ministério, representantes de UTC e Camargo Corrêa recuaram nas conversas com o Ministério Público para um acordo de delação premiada. A OAS manteve-se distante da mesa de negociação. “Na quarta-feira (um dia depois do encontro em Brasília), fomos orientados a suspender as conversas com os procuradores”, confidencia um dos advogados do caso. Cardozo não operou esse milagre sozinho. “Chegou o recado de que o Lula entrará para valer no caso e assumirá a linha de frente. Isso aumentou a esperança de que o governo não deixe as empresas na mão”, diz outro advogado de uma empreiteira.

Procurados por VEJA, Cardozo, Renault e Sigmaringa tropeçaram nas próprias contradições ao tentar esclarecer a reunião no Ministério da Justiça, classificada por eles como um mero bate-papo entre amigos sobre assuntos banais. Cardozo disse inicialmente que não se reuniu com Renault. Depois, admitiu o encontro. A primeira reação de Sigmaringa também foi negar a audiência com Renault no gabinete do ministro, para, em seguida, recuar. Os amigos compartilham, como se vê, do mesmo problema de memória. 

Na versão de Cardozo, a reunião teria sido obra do acaso. Sigmaringa, um “amigo de longa data”, teria ido visitá-lo. Renault, que estava em Brasília e tinha um almoço marcado com o ex-deputado, decidiu se encontrar com Sigmaringa também no ministério. Pimba! Por uma conjunção cósmica, o advogado da UTC, empresa investigada pela Polícia Federal, acabou no gabinete de José Eduardo Cardozo.

23 comentários

Coronel,
não adianta. Petista é corrupto, mentiroso e safado. Defesa do Cardoso na Justiça: Doutor, o J.Freire também roubou então meus "cumpanheiros" podem roubar.

Reply

É inacreditável que a corja continue com esta lenga-lenga.
Este partido deveria ser extinto, banido da face da terra. Eu assisti a redemocratização do Brasil e jamais vi tanta roubalheira, tanta sujeira promovida por um partido político.
Impeachment já!
Punição exemplar para os marginais do poder e devolução do dinheiro roubado.
Que o Partido dos Trabalhadores seja banido da política nacional.
Assim como um presidente da república pode ser impedido de continuar no cargo, acredito que haja algum mecanismo legal que faça o mesmo com Ministros do STF que não zelem pela Constituição e pelo cumprimento das leis, o julgamento do mensalão deixou o brasileiro com aquele gosto de derrota na boca, quando colocaram o regimento interno acima da Carta Magna.
Fora Dilma!
Fora PT!
Fora Toffoli, Barroso, Carmem Lúcia, Rosa Webber, Teori e todos que desonram a Suprema Corte, esta turma jamais deveria ter colocado as patas lá.
Precisamos passar o Brasil a limpo., não criando mais leis mas fazendo com que as que já existem sejam cumpridas.

Reply

Cel,
Já sei, eles foram fazer sexo no gabinete do ministro porquinho. Acho que o porquinho é gay.

Reply

Alguém ainda tem alguma dúvida de que estamos sob o governo de uma organização criminosa?

Reply

A `interminavel ` operacao lava jato ta' dando muito tempo e espaco pros petralhas que vao usar de todos os meios pra culpar fhc de tudo que esta' acontecendo. E, com uma oposicao acostumada a perder....e um povo acostumado a acreditar nas mentiras do PT.....

Reply

CORONEL

Neste episódio do Petrolão sempre me vem a imagem de um desenho animado onde o Lobo Mau soprava a plenos pulmões a palhoça dos 3 porquinhos, apavorados lá dentro,vendo tudo cair. É a vida imitando a arte. Sergio Moro pode sair de Lobo Mau neste carnaval puxando o bloco Pega Prá Capar.

Reply

CORONEL

A julgar pelas ameaças e bravatas expelidas pelos escudeiros , o núcleo da seita já sentiu os abalos .Mais uma estocada forte e vai tudo para o beleléu .Espero que esteja próximo o fim desses embusteiros mafiosos.

Reply

CORONEL

Veja denuncia manobra asquerosa do governo para melar a Lava Jato.Querem impedir a punição e a consequente delação das empreiteiras. As ratazanas estão apavoradas e pôs o bloco no desfile de indecências.
A oposição precisa se manifestar de forma rumorosa, não com notinhas.

Reply

CORONEL

Pelo visto começou a batalha final para a derrocada dessa asquerosa e odienta quadrilha petralha.

Reply

E infelis mente o brasil vai de mal a pior o ministro da justica e o maior Bandido que Deus nos proteja desses malfeitores

Reply

É valido, desde que o façam também apurar os crimes a partir da coroa, do tempo monárquico até hoje.

PT TA DE BRINCADEIRA.

VÃO CONFISCAR A POUPANCA

CUIDADO VÃO CONFISCAR A POUPANCA

Reply

alguns jornalista sao culpados por aceitarem calados as mentiras desse Cardozo, eles deveriam pensar qual o futuro estao deixando para seus filhos e netos, deveriam fazer perguntas objetivas para a mafia de horror desse governo incompetente e mentiroso .Espero que a justica americana cobre dos bolsos da Dilma e Graca Foster, pessadas multas , que os bens delas sejam leiloados.

Reply

Como se diz na várzea, Deus não joga mas fiscaliza. Esse rábula de corruptos foi chamado a dar explicações na Suprema das Cortes, e de lá não volta mais. Para desespero e desamparo da petralhada.

Reply

É bom os envolvidos pensarem bem se vāo ou nāo fazer delaçāo premiada. Veja o Marcos Valério, que pegou a maior pena em cerca de 38 anos de prisāo, pois nāo colaborou. Depois ele se arrependeu e disse que o Lula sabia e estava envlvido. Marcos Valério e outros pegaram pena maiores que os politicos. Fiquem espertos pois Lula, Dilma, Vaccari podem ficar livres mais voces peixes graúdos também vāo amargar as maiores penas se nāo colaborarem. Eles fizeram de tudo para livrar os demais, mas encontraram o Joaquim Barbosa pela frente e daí deu no que deu, so que com mais vantagens para o condenados politicos do que os condenados de empresas privadas. Sejam espertos empresários,pois politico para dar chapeu é dois palito.

Reply

O Marcos Valerio e outos nāo delataram e pegaram a maior pena. Fiquemnespertos empresários.

Reply

"Suja de lama" e seus 3 porquinhos.

Reply

BANDIDOS!Vergonha MUNDIAL! O mundo todo está estarrecido com a falta de ação do povo brasileiro, com a falta de protestos com milhões de pessoas nas ruas (igual as paradas gays), com a FALTA DE VERGONHA NA CARA desse governinho CORRUptO.

Reply
Despetralhando mod

O zé porquinho cardoso quer transformar a lava jato em lama jato.

Reply

Os petistas são mestres da mentira e enganação. Os empreiteiros devem ser mais inteligentes e fazerem os acordos de delação premiada logo, antes que percam esta oportunidade, como ocorreu com Marcos Valério, que foi condenado a 35 anos de prisão enquanto todos os políticos estão soltos ou em prisão domiciliar, comendo do bom e do melhor.
Como é que um Ministro da Justiça se presta a esse papel de advogado de defesa dos envolvidos em crimes de corrupção??!! Estou estarrecido com esta notícia, só acredito porque ele é do pt.
Em nenhum país democrático e civilizado este fato poderia ocorrer.

Reply

CircULA NAS REDES SOCIAIS UMA CAMPANHA PELA DEMISSAO DE JOSE EDUARDO CARDOSO - O MINISTRO TRAIDOR, QUE USOU DO CARGO PARA ATRAPALHAR A COnDUÇÃO dAS INVESTIGAÇOES DA LAVA JATO . demissao do traidor ja.'

Reply

Perguntar não ofende: É ministro da Justiça do Brasil ou ministro da Justiça do PT?

Reply

A oposiçao deve fazer barulho com tudo isso, com essa açao de Lula e Ministro da injustiça, alem do TCU,, para melar alava jato e livrar a cara de Lula e Dilma, alem de alguns petistas envolvidos. O povo brasileiro tem uma importancia muito grande para a limpeza do pais: sair para as ruas no dia 15 de março, cobrar da justiça, espalhar as tramoias do pt e de Lula em toda a rede, criando um ambiente de rejeiçao, de nao aceitaçao a tal descalabro, enfim, e nao votando mais nunca, neste partido flagelo

Reply

Comparar o Garboso com o Dr. Marcio é como comparar um tamanduá com um pastor alemão...ambos são peludos...mas as semelhanças param por ai....

Reply