Nunca uma campanha eleitoral foi tão suja e tão baixa. O Goebbels da Dilma comprova isso em livro.

O Goebbels da Dilma. 

O original disse: "Há que emitir constantemente informações e argumentos novos a um ritmo que quando o adversário responda o público já esteja interessado em outra coisa. As respostas do adversário nunca hão de poder contrapor o nível crescente de acusações".

A cópia reencarnada repaginou o original, com requintes de mau caratismo jamais vistos na história da propaganda política do Brasil.

(O Globo) O publicitário e marqueteiro Paulo Vasconcelos, que atuou nas últimas campanhas do tucano Aécio Neves (MG), respondeu ontem aos ataques do marqueteiro João Santana, que em depoimento ao jornalista Luiz Maklouf para o livro “João Santana: um marqueteiro no poder”, disse que ele fizera “uso amador da mediocridade” na campanha do candidato do PSDB. Surpreso com as críticas publicadas no livro, Vasconcelos usou o humor para contra-atacar: 

— O João deu uma surtada! O chá de cogumelo da juventude fez efeito retardado. Deve ser o calor. A eleição acabou e a disputa foi entre profissionais, entre CNPJs, não entre pessoas. Como ele pode dizer que nossa campanha foi medíocre? Na nossa atividade de marqueteiro, para o bem e para o mal, a eficiência se mede pelos números, pelo quantitativo. Nesse caso específico, quem mais ganhou votos no segundo turno foi o Aécio. Em apenas duas semanas, com ferramentas e tempos iguais, ganhamos 16 milhões de votos, e ele, com Dilma, ganhou 11 milhões de votos.

Metáfora futebolística
No perfil biográfico que foi lançado ontem, o publicitário de Dilma nega que tenha feito uma campanha agressiva, recorrendo a baixarias. Ao longo da disputa, Santana levou à TV propagandas que diziam que a proposta de Marina Silva, candidata pelo PSB, de independência do Banco Central deixava em risco a comida das famílias e outras que massificavam o discurso de que quem conhecia Aécio Neves não votava nele, em referência à derrota do tucano no primeiro turno em Minas Gerais — que se repetiria no segundo turno.

No livro, o marqueteiro de Dilma Rousseff diz que Paulo Vasconcelos era um “marqueteiro de segunda divisão, que está caindo para a terceira”. Usando a mesma metáfora da disputa de futebol, o marqueteiro de Aécio disse que conseguiu levar seu candidato para a final do campeonato e quase ganha o jogo. — Antes do segundo turno, nós éramos um time da série B jogando no campo adversário, com um terço do tempo e com a torcida contra. Conseguimos levar esse time da segunda divisão para a final do campeonato e perdemos nos pênaltis — respondeu. 

Na entrevista a Maklouf, João Santana também ironiza a tática da campanha tucana de não recorrer ao mesmo nível de agressão usado pela campanha petista. Revelou que sua estratégia para bater o adversário de Dilma no segundo turno foi a adoção da ação negativa “em ondas superconcentradas”, com a escolha de temas para superbombardeio, com o objetivo de desestabilizar Aécio. E criticou a tática da reação da campanha adversária: “Aécio quis se fazer de vítima e de superior. Chegou a lançar um slogan ridículo e inócuo: a cada ataque, uma proposta”.

— A única coisa que o marqueteiro não pode fazer é reescrever a História. Eu não quero levar para a minha biografia uma deselegância de responder ao João no mesmo tom. Os números estão aí. Dizer que fizemos uma campanha medíocre é chamar a maioria dos gaúchos e os 70% dos paulistas que votaram em Aécio de medíocres. Isso é um desrespeito com o eleitor — rebateu Paulo Vasconcelos.

Acusações de nepotismo
Um dos ataques feitos por Dilma a Aécio, foi a acusação de que ele teria praticado nepotismo no seu governo em Minas Gerais, empregando “uma irmã, um tio, três primos e três primas”. Em um dos debates, Aécio rebateu dizendo que a irmã Andrea Neves o auxiliava de forma voluntária, sem receber salário e contra-atacou lembrando que o irmão de Dilma, Igor Rousseff, havia sido nomeado pelo então prefeito de Belo Horizonte e amigo Fernando Pimentel para um cargo na administração municipal e não teria trabalhado.

Passada a eleição, o PSDB pediu que o Ministério Público investigasse a denúncia de João Santana e obteve uma certidão atestando que não houve nepotismo nos governos de Aécio Neves em Minas Gerais. O partido divulgou ontem o documento afirmando que não teria sido “identificada situação (de nepotismo) envolvendo familiares do então governador Aécio Neves”.

18 comentários

Dilma ganhou a eleição graças aos benefícios do governo. Campanha por campanha, diria que Dilma perdeu. E e o Goebels petista ficará para sempre marcado como um marqueteiro sujo sem nenhum escrúpulo.

Reply
Ferreira Pena mod

Mas agora essa conversa Coronel? Apesar da desgraça em que o país se encontra, acredito que a derrota do Aécio foi boa. Canalhas petistas!

Reply

Goebbels e Santana são lixos e farinha do mesmo saco. Mas pensando bem acho que Goebbels teve muito mais trabalho para enganar, manobrar e fazer de trouxa o (disciplinado) povo alemão. João Santana teve SÓ que ¨trabalhar¨ e enganar o povinho brasileiro (já nasceram palhaços manobráveis), serviço este muuuiitoooo mais fácil de fazer.

Reply

Essa biografia do João Santana eu não leria nem que me dessem de graça o livro. Esse cidadão foi um dos principais partícipes da maior desgraça que o país vem sofrendo. Usou de todas as armas para fazer com que a presidente conseguisse a reeleição e agora vem dar uma de anjinho.

Reply

E quanto ao irmão de Dilma, continua no cargo? Devolveu o dinheiro ? Então que o PSDB, EXIJA imediatamente essas duas coisas, porque não basta provar a inocência e deixar o outro livre e solto. Essa família é muito estranha, tem emprego, não aparece e recebe? Dilma em 2009 tinha no seu currículo " doutora" e não sabia que não tinha o título, nem havia concluído o mestrado, mas fica a pergunta é recebia como doutora, sem nunca ter sido? Se recebeu devolveu?

http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2009_07_05_archive.html

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/tag/falso-mestrado-de-dilma/

Reply

Será que o nome dele também aparecerá na lava jato????

Ele recebeu R$ 70 milhões para fazer um trabalho sórdido e mentiroso! Será que também recebeu dinheiro em conta no exterior, a exemplo do Duda Mendonça????



Chris/SP

Reply

O dia que este governo afundar, joão santana esta morto, pois a tecnica populista morre junto. Ninguem honesto em qualquer lugar do mundo gosta de gente desonesta como joão santana.

Reply
O Libertário mod

Eles são especialistas, eles devem estar certos. Os dois. Um relato: Tenho uma vizinha de quase 70 anos, semi-analfabeta, que vem sempre aqui em casa pois foi abandonada pelos filhos. Ela é Aecista azul. Durante a campanha, ela assistia os programas de ambos os candidatos e dizia: - "Esse homem que faz a propaganda da Dilma é um show! Ele convence mesmo a gente sabendo que tem muita mentira no meio. O Aécio TINHA que contratar ele. Aí sim, ele ganhava a eleição!" E era difícil a gente convence-la de que as coisas não são assim. Ela achava que oferecendo mais ele trabalharia para o Aécio. Ela insistia que ele TINHA que contratá-lo. Eis aí. É apenas UMA opinião, de uma senhorinha sem instrução, simples, do povo e com idade avançada, mas vai saber. Por outro lado, desconstruir o "Brasil Maravilha" mostrado pelo João Santana na TV, não era tarefa, assim, tão difícil. Um cinegrafista com uma filmadora no ombro mostraria, por exemplo, uma BR 163 com seus atoleiros, suas filas de caminhões carregados de grãos, de ônibus e carros lotados de gente, possessos por permanecerem dias a fio nos veículos esperando o tempo melhorar para seguirem viagem. Renderia boas entrevistas com o povo irado. Ou então as obras da FIOL ou da transposição paradas, rachadas, superfaturadas. Ou ainda os cubículos do "Minha casa, minha Dívida" entregue com paredes rachadas, pisos e paredes sem revestimento, com moradores furiosos pela situação. Sem falar em comparações de "obras petistas X obras tucanas" como a BR 448 no RS, com 22,3 km ao custo de quase 1 bilhão e 30 meses de execução X a Rodovia dos Tamoios em SP, com 50 km, muitos cortes em rocha e várias obras de arte, custo de 670 milhões e 20 meses de contrato e entregue com 15 dias de atraso. Ambas concluídas e inauguradas mais ou menos na mesma época, começo de 2014. Só pensando nesses exemplos fico me perguntando se aquela senhorinha, nossa amiga, não tem razão.

Reply

tão canalha e baixo, quanto qualquer petista! vão acabar com o brasil, definitivamente. ninguém mais vai conseguir reerguer este país..

Reply

Esse João Santana é uma criatura desprezível, assim como Dilma. Eles só fizeram essa campanha de baixo nível porque não sabem o que é ter caráter. Simplesmente nojento...

Reply

Sujeito afetado. Dá nojo.

Reply

Esse, então, é um verdadeiro monstro.
Quanta crueldade ...

Reply

O que dizer desse tal João Santana? Para ser bem sincero, eu não suporto esse viado safado, feio (por dentro e por fora) e asqueroso ao extremo. Claro que, assim como os demais petralhas, ele também queimará no fogo eterno do inferno...

Reply

O pior é que essa figura sórdida, que só trabalha por muito dinheiro,continua no planalto como a eminência parda que redige os discursos mentirosos da "soberana".

Reply

Realmente o PSDB tentou uma campanha para fugir da mediocridade, limpa, com debates elevados, visando pessoal de bom senso.
Quem ganhou a eleição fez campanha para manter o eleitorado de 77 (setenta e sete), de lobotomizados, de desavisados e de amestrados.
Dinheiro, mentiras, ameaças, maledicências não faltaram.
Cidadãos de bem, de bom senso e honestidade, só nos resta lutar!
Vamos lutar para vencer!

Reply

Cá entre nós: pode alguém dizer que há democracia quando numa disputa p/ presidente, no horário de rádio e Tv, uma candidata tem 11 minutos (Dilma), outro tem 4 minutos (Aécio) e outra tem 2 minutos (Marina). Democracia assim só igual em Cuba, Coreia do Norte...

Reply

Pergunto a esse João Santana: Que honra há, em ganhar um "jogo", de maneira sórdida, mentirosa e inescrupulosa? Que bem o Senhor fez a este País ? O Senhor João Santana, Bastos, Lula, Dilma, Dirceu e outros do partido, acabaram com a nossa Pátria. Faça bom proveito com a grana que levou para ajudar a afundar o País.

Reply

Não foi mencionada a quantidade de dinheiro público que a presidenta usou em sua campanha, sem contar os recursos do petrolão.

Reply