Alckmin vira modelo de oposição que o PT quer para eternizar seu projeto de poder.

Novamente, no dia de ontem, o PT rasgou elogios ao governador tucano Geraldo Alckmin. Desta vez a própria Dilma elogiou o "aliado". Além de ter sido o primeiro da fila a reverenciar Dilma pela vitória, com palavras que foram além do protocolo para resvalar pelo puxa-saquismo e  além de ser o primeiro a criticar as manifestações de rua, Alckmin já mandou diversos recados de que vai fazer aquela velha oposição do "farinha pouca, meu pirão primeiro", em nome da "governabilidade". Sua candura recebeu elogios até mesmo do pitbull petista no Senado, Humberto Costa. Ontem Dilma Rousseff  afirmou: "não estou propondo nenhum diálogo metafísico. Quero discutir propostas", disse, apontando como exemplo a discussão sobre a crise da água com Geraldo Alckmin, que deverá incluir verbas do BNDES, Banco do Brasil e Caixa. Alckmin, ontem, em entrevista para Miriam Leitão relativizou a importância de Aécio Neves, deixando claro que pretende disputar a indicação tucana para 2018. O que significa que vai fazer de tudo para esvaziar a liderança que o mineiro conquistou nas urnas por mostrar o que está faltando ao paulista: altivez para enfrentar o PT, preferindo mirar o colega de partido.

36 comentários

CARTA ABERTA AOS PETRALHAS
- por uma via de reconciliação nacional -


Prezados petralhas:

Todos os dias temos nos escandalizado com o noticiário das assombrosas patifarias que vocês vêm praticando, na desenfreada pilhagem dos cofres públicos e na criminosa destruição da economia e das instituições do país. Sinto muito, mas devo dizer que têm agido como verdadeiros “marginais da política”, na realização compulsiva de “um projeto raso, seco e golpista de poder”, tal como foi descrito, por eminentes juristas, na época do julgamento do “Golpe do Mensalão” - um ícone da cultura criminosa dos petralhas, só ultrapassado pelo “Petrolão”!

O resultado mais visível de tamanha insânia é esse cenário de horror em que vocês nos colocaram, com requintes de crueldade, comprometendo o esforço das gerações de brasileiros que nos antecederam, e pondo em sério risco o próprio futuro do país. Por que vocês fazem isso, petralhas? Será por maldade em estado puro, sanha criminosa congênita, psicopatia, demência, ambição desmedida, tara ideológica ou por u’a macabra combinação de tudo isso? E não temem, por isso tudo, a justiça dos homens? Não temem nem mesmo a justiça de Deus?

Seja como for, peço encarecidamente a vocês, em nome de tudo o que mais prezam na vida, e de Deus, até!, que renunciem à sua tenebrosa escalada de crimes em série contra o país. Não lhes peço que devolvam o dinheiro que roubaram dos “pobres e oprimidos”, de quem se fizeram autênticos gigolôs, nem que tentem reparar o mal que fizeram às nossas instituições, já que ele é, na verdade, irreparável. Peço-lhes, apenas, que peguem, se for o caso, o seu dinheiro sujo, que está nas mãos de “laranjas” ou em paraísos fiscais, e deixem imediatamente o país! Vão viver na Venezuela, em Cuba, na Coréia do Norte ou em qualquer outro desses “paraísos” comunofascistas que vocês tomam como modelos de igualdade e justiça social para o nosso país! Ou, ainda, peçam asilo aos cortadores de cabeças do Estado Islãmico, com quem se propuseram a dialogar, recentemente. E, por favor, levem com vocês os seus familiares, amigos e apoiadores - cúmplices, por ação ou omissão, da sua bandalheira! Sim, façam isso, petralhas! Pelo amor de Deus! Porque esse é, sem dúvida alguma, o pior castigo a que poderiam ser condenados!

Sem mais, não me queiram mal por estar sendo, assim, tão sincero com vocês. E perdoem-me por ver, no caminho que estou lhes recomendando, a única via que pode nos levar à reconciliação nacional.

Respeitosamente,

Lucas Daniel.

Reply

Coronel,
Concordo com suas colocações a respeito das atitudes do Alckin,mas acho que não devemos bater nele muito forte,pois até as proximas eleições muita água vai rolar.
recruta 1962

Reply

Votei no Alckmin.
Mas se entrar nessa, terminará como presidente da Câmara Municipal de Pindamonhangaba!

Reply

Alckmin se cair na onda dos petralhas perde, afinal querem SP para eles. Aécio Neves, aso não tenha apoio da oposição é melhor fundar ou mudar de partido.

Reply

São Paulo vive uma crise de abastecimento de agua, o gov. Alckimin tem muito problemas para resolver no governo do estado.
Os estados dependem também do desgoverno federal, fazer o que...
Não é tarefa dos governadores de estados fazerem oposição, quem tem que fazer oposição é o congresso nacional, câmara e senado.
O Aécio quando foi governador de Minas não fez oposição ao governo federal, Alckimin também não tem que fazer.
Não significa que ele não seja oposição, só isso...

Reply

Acabei de ver entrevista com ALCKMIN A MIRIAM LEITÃO o baba
Ovo entreguista safado trata dilma por PRESIDENTA.
Esse lambe botas ainda quer representar oposição em 2018.
A mim não ira representar. CANALHA

Reply

Covardão traidor e invejoso!!! O sr. vai perder novamente para o PT e para de puxar saco da Dilma. Tem que fazer oposição, sr.

Reply

Sr. Alckmin esqueceu que o PT fez com o Aécio???? Sr. está convivente com a roubalheira que ocorre nesse país? Seja mais PATRIÓTICO e não otário. Seu comportamento dá força para o PT lançar candidato para 2018 e ganhar. E aí, adeus SP. Depois não venha chorar o leite derramado.


Se começar com essa lenga-lenga vou de Bolsonaro para 2018. Este realmente NÃO tem medo do PT.

Reply

Governador Geraldo Alckmin ,Sr. sabe que a inveja é um dos piores sentimentos humanos? Pois é o que o Sr. está demonstrando bajulando os corruptos do PT.Quer dizer que um colega de partido não pode fazer sucesso e lá vai o Sr. debandar para o outro lado. Vá rezar para que DEUS lhe dê mais lucidez!

Reply

Cel
Chamar o Alckmim de Chuchu é elogio!

Por que ele não muda logo para o partido do Kassab?

Átila

Reply

Pena que quando é chamado de petralha por nossa posição firme (toda unanimidade é burra) o editor lima nosso comentário e deixa a coisa sem pé nem cabeça. Fazer o que ele é o dono do pedaço. Insisto deixe São Paulo de lado e se concentre em acompanhar o seu grande líder o Aécio Neves, o melhor exemplo do péssimo político que existia antigamente em especial os mineiros. Um de seus 'braço direito' participa de um acordo na CPMI da Petrobras, sem ele saber (então tá bom) e quando a coisa vem a público ele deixa o seu companheiro com a broxa na mão e tira o dele da reta. Tudo bem, pois afinal de contas cada um tem o líder que escolhe.

Reply

Coronel! Enviei ao PSDB.
(Acho que todos que votaram no Alckmin deveriam mandar mensagem...)
Errando e aprendendo!
Já me arrependi de ter votado Alckmin.
Se eu apoiasse o projeto do PT, teria votado na Dilma e no Padilha. Isso que o Alckmin esta fazendo, e trair os seus eleitores... SIMPLES ASSIM!!!

Reply

Ei alckmin, vai tomar nocú!

Reply

Esse picolé de chuchu,pode tirar o cavalo da chuva,Aécio hoje não é um líder só do PSDB,é de 51 milhões de pessoas,que representam a grande parcela da população que faz a grandeza desse país.Não fosse Alckmin esse político medíocre que é e defendesse o legado do plano Real,como fez Aécio,essa quadrilha petista já teria apeado do poder.Não custa lembrar,que quando concorreu a disputa teve menos voto no 2º turno,que no 1º.Quero crer,que o Petrolão vai mandar a governANTA pra casa e vamos ter nova eleição em 90 dias,e Aécio será o nosso presidente.

Túlio Xavier

Reply

Se o Picolé de Chuchu continuar com essa palhaçada, o povo irá às ruas pedir a candidatura do Aécio. O PSDB precisa entender que eles perderam a cadeira cativa de oposição ao PT, que agora é do POVO!
Se o Walkman tivesse sido o candidato nessas eleições, o PT tinha levado no primeiro turno!

Reply

Gentes, votei no Alkimin por falta de opção, já pensaram ? Padilha ? agora que o cara ´é um vaselina ah .. Isto é só serve como governador na falta de coisa melhor e anti PT, está indo como aquele tal de Kassab para um futuro ostracismo politico só se mantendo a custa de nomeações de "amiguitos" este cara tem um posicionamento pusilânime em todas as areas de governo: Segurança, educação e por aí vai é um verdadeiro stabos sua unica qualidade, é não ser petista...Creio.

Reply

se isso acontecer, nao voto no alckimim, por pirraca.

Reply

Volto a dizer: no médio prazo não haverá espaço, dentro de um mesmo ninho, para a liderança popular do Aécio e para o ego, a ciumeira e a ambição da tucanalha paulista. Aposto todas as minhas fichas que Aécio, em 2018, não disputará a presidência pelo PSDB. Mas que disputará a presidência, isso é líquido e certo...

Reply
H. Romeu Pinto mod

Coronel! A melhor definição de Geraldo Alckmin até hoje foi dado pelo mega larápio Paulo Maluf, ele o chamou de " Picolé de Chuchu" , ele e José Serra " Nosferatu" são dois tucanos chapa branca, que só pensam nos próprios umbigos, esquecem dos eleitores um dia após as eleições.

Reply

Alckmin não deve cometer este desatino de fazer nenhum acordo com o PT, o PSDB é oposição e como tal deve se comportar. O PT ganhou as últimas eleições por falta de uma oposição forte.

Reply

ALCKIMIN SERÁ PICOLÉ DE CACHAÇA.

Não pudemos votar em outro pois eram da base petralha, o nome do SKAF é forte e pode ser atraído ao PSDB para ser o novo governador ( o picolé de cachaça ) não vai mais poder o governo estadual.


Aécio para presidente e Bruno ou Mário Covas para governador. O PICOLÉ DE PINGA que seja um deputado ou se aposente da política nacional.

Reply

Nao devemos contrapor estas duas lideranças. Alkmim tem muito valor assim como Aécio. Neste momento Aécio é o nome certo. Alkmim tem responsabilidade de governar e nao pode radicalizar.
2015 será o ano da desmoralização final do pt. O melhor coveiro para isto é o mineiro.
NÃO ESQUEÇAM QUE O ADVERSÁRIO É LULA.
Esta figura tenebrosa, capaz de todos os golpes baixos, gostaria de ter como adversário um seminarista.Contudo, preservemos o seminarista. Fogo amigo mata mais.
Aécio deve conquistar o nordeste, ali se dará o desempate. Sao Paulo já mostrou seu perfil ideológico.
Minas tem grande parte da populaçao vulnerável-dependente e mesmo que goste do Aécio, não quer arriscar o feijão de todos dias. Estão certos.
Isto nao é fwlta de liderànça, é o estômago.
Querem prova?
Olhem Pernambuco que elegeu um desconhecido do psb e votou com Dilma. O povo está certo em nao arriscar.

Reply
Despetralhando mod

O xuxu está indo contra os paulistas e paulistanos que deram-lhe a vitória no primeiro turno, vai KAssabar xuxu?
Abra o teu olho inocente!

Reply

É o bom e velho picolé de chuchu. Palerma, invejoso e agora, vigarista. Quer puxar o tapete do Aécio, junto com uma meia dúzia de puxa-sacos do PSDB. Não adianta. Tem gente que, quanto mais apanha do PT, mas se submete ao seu algoz. Alckmin não honra as calças que veste. É um inimigo na tricheira aliada.

Reply

Eu já escolhi meu candidato para Presidência em 2018: AÉCIO NEVES!


O Sr. Geraldo Alckmin e José Serra que não venham me pedir votos, nem você, viu Coronel??? Dei meu voto a ambos para governador e senador, respectivamente, mas não passará disso.



Chris/SP


Reply

Bom dia Coronel. Dependendo do conjunto das ações do Alkmin, não votarei mais nele; não porque tenha conversado com o governo, que é uma das funções importantes de quem é governador. Tudo dependerá do que fizer ao longo do tempo. Quem tem convicções formadas não muda de lado todo dia nem transforma pessoas competentes em bandidos. O Alkmin como eu já disse em outro comentário é um vaselina e obsecado pelo cargo de presidente do Brasil. Isto não o transforma em um canalha incompetente como é o caso de muitos quadros do pt. Entretanto, xingá-lo, desqualificá-lo e negar tudo que produziu até hoje é uma atitude insana. O que devemos fazer, é agir como pessoas politizadas e conscientes. Formar opiniões, com argumentos que sejam inatacáveis e ao mesmo tempo accessíveis às mentes mais simplórias. Firmeza de convicções e demonstração destas convicções o tempo todo. Pessoa que antes da eleição diz: acho que não vai dar ou tà difícil ou outras de mesmo teor, e ainda com uma cara desanimada, já perdeu. Todos os políticos sem excessão, têm defeitos e inconsistências, e é nossa obrigação como eleitores conscientes, livres e sem atrelamentos ideológicos denunciar, cobrar e tambem recomendar. Que tal colocar neste espaço todos os canais em que se possa enviar mensagens ao governador para que as pessoas, de forma civilizada, possam dizer claramente que se ultrapassar uma determinada marca, não se votara mais nele e todo o seu desempenho sera´desfeito como núvem de fumaça? O pt tira mais resultado da reação virulenta daqueles que votaram no Alckmin, do que propriamente do fato dele tentar à maneira dele abrir um diálogo com o governo central, onde o objetívo é trazer algum benefício para SP e ao mesmo tempo alimentar o sonho de sair candidato pelo PSDB. Ou nós aprendemos ou vamos continuar levando pancada do pt, e se bobearmos, todas as manobras e artimanhas para ,controle da mídia, perpetuação no poder e controle total sobre o legislativo dará certo, e aí então, xingar ou não o Alckmin será apenas uma mera questão retórica ou objeto de discussões em festinhas, desde que não haja alguem do pt por perto, é claro. Em suma vocês querem a democracia americana ou a democracia cubana? Civilização ou barbarie? Um bom dia a todos.

Reply

Se eu fosse paulista e tivesse votado nele estaria muito arrependido.Está faltando em S. Paulo uma verdadeira oposição aos desmandos do pt.Veja o vídeo abaixo :
Lula se gabando de não existir candidatura da direita na disputa eleitoral de 2010 , em discurso pelos 15 anos do IPEA – Brasília –DF
https://www.youtube.com/watch?v=14GIcCGpVBw
Com tudo que tenho visto, ouvido e assistido sobre o que faz o pt e o seu populismo, prefiro ser de direita, com valores republicanos.

Reply

Manera Alckmin!.....governabili-dade não precisa tanto, puxar saco prá que?

Reply

Ao Alckmin ( picolé de cachaça )

SEI QUE SOMOS PARLAMENTARISTA COM MUITA CONVICÇÃO, só regimes parlamentaristas exigem governabilidade PARA MANTER O PREMIÊ, o(a) presidente pode governar sozinho e formar as maiorias em cada projeto independente de partido mas dos interesses, um projeto que melhore aos estados o sistema tributário TERÁ A APROVAÇÃO quase unânime, se for para o bolivarianismo NÃO TERÁ sequer todos os votos DO PT.

VAMOS todos juntos ao PARLAMENTARISMO e fora dele o país não tem salvação, o atual regime só presta para um país com ESTADOS AUTÔNOMOS como os EUA.

AÉCIO 2018 e fim das reeleições em 2022 ( Aécio será eleito com direito adquirido à reeleição ) e poderá não concorrer e o próximo estar na regra da nova P.E.C. e o país unitário com o parlamentarismo, os estados não teriam autonomia alguma só síndicos eleitos pelo povo. ISTO SE A REFORMA FOR PELA METADE, hoje é unitário.
OS ESTADOS SUBNACIONAIS deverão ter o PRESIDENCIALISMO local e prefeituras.

*** Em Portugal as prefeituras tem um primeiro-secretário, o país é muito pequeno e por isto unitário.
O Brasil pode ter o governador como hoje e secretários, O GOVERNADOR É O CHEFE DE ESTADO SUBNACIONAL.

UM PARLAMENTARISMO NOS TRÊS NÍVEIS DE GOVERNO É LOUCURA e encarecerá demais as máquinas públicas, serão cabides de emprego.

AO PARLAMENTARISMO É ESSENCIAL HAVER reforma política com voto distrital puro, vota-se no partido e quem é de uma zona eleitoral saberá qual é o seu distrito e seu deputado.
Em uma eleição local em urna de lona quem escolheu o partido vai escolher QUAL DOS 3 CANDIDATOS ELE REPUDIA ou seja qual dos 3 ele odeia e não quer.

O MENOS REPUDIADO pelos eleitores será o cabeça da chapa na escolha do candidato, se o partido ganhar no distrito o deputado assume, o mesmo com os vereadores, teriam distritos menores, o voto eletrônico em deputado e vereador seria em partidos e no distrito a urna do distrito a de lona o eleitor colocaria entre os 3 nomes sugeridos AQUELE QUE ELE NÃO GOSTARIA QUE O REPRESENTASSE.

Reply

Concordo com o anônimo das 8h50.
Meu suflê de chuchu tem que governar. Oposição cerrada tem de ser feita pelo Senado, cujos principais nomes são todos do PSDB: Aécio-45, José Serra, Aloysio Nunes, Tasso Jereissati, Álvaro Dias... e pelos Deputados Federais da oposição.
Infelizmente, nesse modelo federativo, SP, que é o estado que mais arrecada, tem de ficar mendigando dinheiro, que sai do próprio estado! E, com essa gentalha petralha não se brinca.
A ogra mal humorada pode muito bem retaliar o estado, pelo fato de não engolirem até agora as sucessivas derrotas ao pleitearem o Palácio dos Bandeirantes.
No mais, esse tipo de comentário, criticando a postura do governador só fornece munição aos petralhas. O momento é de união e SP, dando a vitória ao Aécio-45, já mostrou sua força e postura oposicionista.
Deixa o homem governar e o Aécio "oposicionar"!!!
Precisamos é de união, não de fragmentação interna, poisa isso já custou muito caro ao país, pois, num passado recente, quem praticou o Lulécio e o Dilmasia, hoje está na condição de perdedor.
E outra, todos têm ambições. Qual o problema de Geraldo ambicionar de novo a Presidência?
Em 2006 ele, sozinho, levou o Pudim de Pinga ao segundo turno.
Mas deixemos essa decisão com o partido.
Voto em quem a oposição indicar. Por isso não podemos deixar essa onda pró Aécio-45 virar "marolinha"! Em 2018 tem que virar um tsunami!!!

Reply

Depois criticam quando aparece um Bolsonaro.
Vão brincando senhores, os frutos sempre serão de acordo as sementes e estas a gente escolhe.

Reply

Que coisa podre! Esse partido de meleca NÃO vai fazer de novo o que tem feito nestes 4 últimos pleitos, deixando os amaldiçoados petralhas soltos, fazendo o que bem entendem e lascando o nosso futuro. O Alckmin que cuide de suas atribuições e pare de se imaginar no lugar do Aécio em 2018. Ele que trate de concorrer pra tirar a Martaxa do Senado, se quiser se manter na vida pública. Senão, que volte pra sua cidade e vá plantar batatas. Deixe o país se libertar do PT e da banda de bananas do PSDB tb. O Aécio tem sangue nas veias, seus... seus... seus chochos.

Reply

Goste-se ou de Aecio ou Alckmin, não é hora de ser fazer oposição de araque, mesmo sendo governador. Altivamente, um oposicionista pode reivindicar tratamento adequado da Presidente da República,independe de ser oposição. Aliás, ninguém de bom senso tentaria desqualificar o companheiro de partido que teve mais de 48% de votos, em uma campanha que empolgou o Brasil das grandes capitais. Aecio tem o apoio de seus eleitores, como deveria ter o de Geraldo Alckmin. Além do mais, é tão cedo para se falar em 2018 que Alckmin fica menor tentando reduzir o tamanho de Aecio, e por consequencia de seu próprio partido. Lamentável.

Reply

Mas rechaçar o Alckmin desse jeito não faz bem nenhum à oposição... O povo de SP entende seu papel de protagonista em eleições de qualquer magnitude, então endurecer o discurso conta o governador da oposição eleito em primeiro turno pela população do estado mais populoso do País é dar mais momentum para a máquina esquerdopata fazer seu showzinho. Até 2018, muita água vai rolar... Não podemos nos esquecer que quem bajulava o Aécio até esses dias era a dona Fiona, e que ele mesmo namorou bem de pertinho o próprio PMDB.
Se o Alckmin governar, amenizar a crise da água com recursos federais (os quais, ao final, são recursos paulistas mesmo), quem se fortalece é a oposição, não o PT. São Paulo já se posicionou ideologicamente: anti PT até o fim. Não podemos minar as conquistas do Aécio, candidato natural e representante legítimo do povo pensante, nem desconstruir o Alckmin diante do próprio povo paulista. Isso é dar munição para aquele mocorongo do Haddad...aecistas de todo o país, precisamos nos unir agora, e eliminar os petralhas com estilo! A luta está ganha em SP, precisamos recuperar Minas e o NE!

Reply

Hoje ela elogia, amanhã fala que estava sendo generosa, assim como fez com o Aécio. Enquanto o PSDB ficar com esse troca troca de candidatos não ganha nada.

Reply

Quer ser candidato? Ah ha ha!

Me admira que tenha tucano achando que dá pra emplacar alguém mais além de Aécio Neves em 2018.

Vai pro senado Alckmin! O Brasil já tem candidato para 2018. O nome dele é Aécio.

Deixando 2018 pra lá, acho que enquanto governador é possível cumprir a agenda política de relações com o desgoverno federal sem precisar lamber botas.

Ocupei com muito orgulho cargo sindical (não esse sindicalismo vendido e vergonhoso que temos hoje) e sempre critiquei quem tinha de criticar, patrão ou não, sem perder de vista a necessidade do relacionamento institucional.

Agora se você se abaixa, o jeque monta em cima, né!


Reply