Marido de Marina é réu em processo por negociata que resultou em R$ 44 milhões de prejuízo aos cofres públicos.

FAMÍLIA Vaz com Marina (acima) e com  os dois filhos  do casal, no início do relacionamento (à esq.). Ele é pai de dois dos quatro filhos de Marina (Foto: Reprodução)
Fábio Vaz de Lima, marido da ex-senadora, ex-ministra e candidata à Presidência da República Marina Silva, é réu numa ação civil por improbidade administrativa. A ação tramita na 6ª Vara da Justiça Federal, em São Luís, capital do Maranhão. Conhecido e noticiado como “Caso Usimar”, o processo, número 2001.37.00.008085-6, está, neste momento, com o juiz federal Jorge Ferraz de Oliveira Junior. O último registro eletrônico no site da 6ª Vara Federal diz que os autos estão conclusos para decisão desde o último dia 5 de maio.

Vaz e outros 18 réus foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por ter aprovado, em 14 de dezembro de 2000, um projeto da Usimar Componentes Automotivos no Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). Segundo a denúncia, o projeto, que nunca saiu do papel, resultou num prejuízo de R$ 44,15 milhões. A ação tramita na Justiça desde dezembro de 2001. Já subiu para o Supremo Tribunal Federal – mas, em 2008, a ministra Cármen Lúcia mandou que retornasse à 6ª Vara, onde está até hoje, 13 anos depois de começar, à espera de julgamento.

Vaz foi procurado por ÉPOCA, direta e indiretamente. Não quis falar até o fechamento desta reportagem. No dia 20 de agosto, quando Marina se declarou candidata a presidente no lugar de Eduardo Campos, Vaz deu uma entrevista ao blog do jornalista Altino Machado, de Rio Branco, capital do Acre. Machado perguntou sobre o Caso Usimar. Vaz respondeu: “Infelizmente, colocaram meu nome de maneira indevida, pois naquela reunião do Conselho Deliberativo da Sudam eu participava apenas como ouvinte. Não votei, pois não era titular e nem suplente do Conselho Deliberativo. Estou pagando caro por um erro que não cometi”.

Na ata da reunião da Sudam – onde 19 conselheiros tinham direito a voto –, o nome dele aparece como um dos 18 nomes que deram aprovação ao projeto da Usimar. Apenas um voto foi contundentemente contra – do então superintendente da Receita Federal para a Região Norte, João Tostes Netto, hoje secretário estadual da Fazenda no Pará. Num voto estritamente técnico, Tostes elencou diversas irregularidades que, no seu entendimento, não deveriam permitir a aprovação. 

Vaz estava na reunião da Sudam, em São Luís, representando oficialmente o então governador do Acre, Jorge Viana (PT), do qual era subsecretário. Viana e seu suplente, o secretário de Planejamento Gilberto Siqueira, não puderam comparecer. “Fui deslocado para São Luís de maneira inesperada”, disse. “Viajei uma noite toda, cheguei no final da manhã, mas atrasado para a reunião da Sudam. Por ter assinado a lista de presença, acredito que meu nome foi colocado na ata, depois não (me) ocorreu atenção de retificar.” Vaz responde a processo porque seu nome aparece na ata – e a Justiça decidirá sobre sua participação no episódio.

Vaz tem 49 anos e é pai de dois dos quatro filhos de Marina. Nascido em Santos, litoral paulista, foi para o Acre com 17 anos, em 1983. Enraizou-se, trabalhou na área agrícola e na militância social. Conheceu Marina na Universidade Federal do Acre. Juntaram os trapos em 1986, quando ela já se separara do primeiro marido. Foram ambos do PT até 2009, quando Marina se desfiliou e entrou para o PV. Embora tenha se desfiliado, Vaz nunca entrou para o PV ou outro partido. Também não se afastou dos governos petistas no Acre – onde trabalhou em cargos executivos de confiança durante quase 14 anos. Só se afastou do governo de Tião Viana dois dias antes de Marina declarar-se candidata a presidente. Como secretário adjunto de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis, seu salário era de R$ 18 mil. (Revista Época)

27 comentários


Eu quero mais é que se explodam e quem tiver a boca maior que engula a outra.

Reply

Minha nossa!
O Primeiro Damo está mais sujo do que pau de galinheiro.
Outra família Silva aboletada no Palácio do Planalto?
Ninguém merece!

Reply


"mas, em 2008, a ministra Cármen Lúcia mandou que retornasse à 6ª Vara, onde está até hoje, 13 anos depois de começar, à espera de julgamento."

Não foi a mesma Cármen Lúcia que ficou sentada em cima dos processos do Collor até os crimes prescreverem?

Essa senhora deve ter alguns esqueletos no armário também, se algum jornalista investigativo for atrás...

Reply

essa mulherada nao eh fraca nao.....graça, e essa da marina............e eh da escolinha de lula,nao sabe como acontece esse tipo de coisa com ele!

Reply

Coronel,

fosse este um país serio e Dilma sofreria impeachment, Marina teria sua candidatura impugnada e Lulla estaria atrás das grades há muito tempo.

Chega a ser surreal o que está ocorrendo. Realmente as trevas tomaram conta de nosso país.

Que Deus tenha misericórdia de todos nós.

Flor Lilás

Reply

....eh o beijo mais caro q jah vi..............kkkkkkkkkkkk

Reply

xiii... é outra atolada na lama até o pescoço. pqp.. eita Brasil petralha, não se encontra um petralha ou ex-petralha limpo. Temos de limpar este país, de uma vez por todas, e matando 2 coelhos com uma cajadada só. Isto é um trabalho para sr. Aécio.

Reply

Resumindo,é um típico petista!Meu Deus,e pensar que essa coisa pode ter cargo caso a desgraça vença a eleição!!Deus tenha misericórdia desse País!!!!!!!

Reply

Nova política?

Reply

Vendo esta foto me convenço : o amor é cego.

Reply

Para quem já jogou videogame na infância:

https://www.youtube.com/watch?v=2EGbRszPxic&list=UU6eJKfD2VUUPBLuY5j-tfnw

Super Aécio neles!

Gambá.

Reply

Notícia tem a ver com a maritaca esganiçada!


NA FALTA DE EXPLICAÇÕES DE MARINA SILVA, ECONOMISTAS SUGEREM DE ONDE PODEM SAIR OS BILHÕES DE REAIS PARA ELA CUMPRIR PROMESSAS DE CAMPANHA NA ÁREA DA SAÚDE

Marina: de onde vai sair o dinheiro?

Como Marina Silva não respondeu até agora de onde vai tirar dinheiro para aumentar os gastos do governo federal em saúde de 7% para 10% do PIB, os economistas que entendem do riscado começaram a fazer suas próprias contas.

Vários deles chegaram, por meios diferentes, à mesma conclusão.
Como os gastos públicos são bastante engessados e a economia que a melhora na eficiência da máquina pública pode gerar é lenta e ainda difícil de medir, a solução, pelo menos num primeiro momento, é ressuscitar a Cide (0,4% do PIB), a CPMF (1,5% do PIB) e rever as desonerações fiscais (1%do PIB).

Pode ser apenas coincidência, mas a soma dá exatamente os 3% do PIB que Marina precisa ganhar para cumprir sua promessa.

Por Lauro Jardim


Isto é mais do que provável. Aumento de impostos à vista se esta maritaca for eleita.



VOTEMOS EM AÉCIO NEVES 45!


Chris 45/SP



Reply

Coronel,

ALERTA!!

tirei do http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/09/reportagem-exclusiva-de-veja-arrasadora.html

último parágrafo:

"É o marido de Marina Silva que importa haitianos e os despacha para São Paulo aos milhares e escreve artigos nos jornais do Acre desancando São Paulo e o Sul do Brasil acusando a “elite braca” e verberando outras mentiras do gênero."


E lembrem - existe uma grande possibilidade destes haitianos terem sido cooPTAdos para fazer parte da milícia paralela do PT!!! Junto com MTST, MST, FARC, Vila Campesina, cubanos!!

ACORDA BRASIL!!

Não queremos mais haitianos!
Não queremos mais cubanos ou bolivianos! Eles estão nas grandes cidades!
Já estão usando do SUS!
Nós estamos pagando com nossos impostos para eles morarem aqui...


Flor Lilás

Reply

que chique - já começam bem. Como cria de lula, nada me surpreende - pois eu não confia nela. Uma vez petralha - sempre petralha.

Reply

Marina e Fábio Vaz jamais viram nada de errado enquanto se serviam do PT, agora, que o cargo almejado é mais vistoso cospem no prato que comeram até outro dia. Dá para confiar em pessoas assim? Alguém ouviu Marina dizer alguma coisa em relação à roubalheira e os desmandos do antigo partido desde que deixou o governo? Nada, nem quando era candidata pelo PV.


Reply

CEL,


Nova política? Marina, diga-me com quem andas, mas não minta por favor...

Índio Tonto/SP

Reply

Padrão Marina de ser!
A mesma petralha de antes!!
Nova Política!!!
Ora, faça-me o favor...

Reply

A Petralha Marina Silva é da FUZARCA!

Reply

Por mais que lutem pela presidência, não enganam ninguém. Elas têm um passado cobrando acerto de contas.

Reply

mamando gostosamente no governo companheiro do Acre durante 14 anos, hein?

essa gente só tem talento para se empoleirar em cargos públicos...

é impressionante...

Reply

Tanta bandalheira e perece que ninguém liga para nada. Em compensação a ¨maldosabrancaracista¨ que insultou (erradamente, concordo) o goleiro lá no sul foi bombardeada, execrada, colocada a exaustão na televisão, posta de joelhos, ridicularizada até ser obrigada a pedir desculpas pessoalmente para a vítima, que no alto da sua condição de coitadinho, não quis saber de encontrá-la e perdoá-la. No Brasil vc pode tudo: roubar, ser corrupto, assaltar, formar quadrilhas e até matar mas não ouse ser racista ou homofóbico, porque ai sim a lei, a mídia e os patrulheiros vem com tudo em cima de vc.

Reply

Coronel.
Se o 2º anda tão bem de vida imagina o 1º. Eu não acredito em DUENDES..............

Reply

Coronel,
se cutucar aparece mais.

Reply

com tanta grana facil, dah ateh p curtir "momento romantico"!!!

Reply

Será que essa ministra só vive para deixar processos sem julgamentos? Ministra Carmem Lúcia gostaria de saber quem te escolheu para trabalhar com coisas tão sérias ,parece que a senhora vive no país onde reina a IMPUNIDADE MESMO .

Reply

É por passarmos a mão na caneça destes jovens branquelos racistas que chegamos á este absurdo do vale tudo e as pessoas estão entorpecidas e mesmo sabendo de toda essa roubalheira generalizada continuam votando e elegendo bandidos.Garanto que se fosse um negro estaria preso....a mocinha gritou sem parar pois acha normal ofender pois sabe da impunidade. Logo logo posará para a Playboy e outros atletas negros continuarão a ser xingados Brasil a fora. E como o povo tem memória curta logo o fato cairá mo esquecimento. Mensalões que o digam!!

Reply

Concordo ,é mais fácil punir pessoas comuns, lamentavel

Reply