Aécio: ao contrário do PT, o PSDB respeita a Justiça.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) ironizou nesta sexta-feira (21) a posição do PT ao comentar o impacto do mensalão tucano em sua campanha presidencial.  Após reunião com deputados, prefeitos e vereadores tucanos no Recife, Aécio defendeu a investigação do suposto esquema de desvio de verbas do governo de Minas Gerais em 1998, durante a gestão de Eduardo Azeredo (PSDB), que nesta semana renunciou a seu mandato de deputado federal após pressão dos tucanos.
 
"Nós não vamos fazer o que fez o PT, afrontar a Justiça. Nós respeitamos a Justiça e respeitamos a decisão do Supremo Tribunal Federal", afirmou o tucano, fazendo alusão à posição de petistas diante da condenação dos réus do mensalão do partido.
 
A renúncia de Azeredo foi uma tentativa de retardar o início do julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal), o que reduz as possibilidades de recursos. Aécio disse não acreditar que o mensalão tucano terá impacto em sua candidatura por ser "um caso muito específico". Ele afirmou que a visita que fez ontem a Azeredo foi apenas uma "cortesia".
 
"O Eduardo [Azeredo] é conhecido e reconhecido em Minas Gerais como um homem de bem. Não como um homem que fez fortuna na política", afirmou o senador presidenciável.
O presidenciável tucano Aécio Neves entre os deputados Terezinha Nunes (PSDB) e Mendonça Filho (DEM-PE)
 
'DAQUI PARA PIOR'
Aécio Neves disse ter vindo ao Recife com o pretexto de fazer uma visita a Miguel, quinto filho do governador Eduardo Campos (PSB-PE) e da primeira-dama, Renata Campos, nascido em janeiro. O senador mineiro e a mulher dele, a modelo Letícia Weber, que está grávida, almoçam na casa do governador ainda hoje.
 
Ao chegar à residência do governador, Aécio disse: "Do meu ponto de vista pessoal, gostaria muito de um dia poder construir um novo projeto de Brasil ao lado do governador Eduardo Campos". Antes, pela manhã, o mineiro reuniu-se com 17 deputados, prefeitos e vereadores tucanos de Pernambuco e de outros Estados, como Cássio Cunha Lima (PB) e Carlos Sampaio (SP), coordenador jurídico da campanha presidencial. O líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho (PE), também participou do encontro, que aconteceu no hall de um hotel em Boa Viagem, zona sul do Recife.
 
Aécio não impediu que os jornalistas se aproximassem do grupo. Durante a reunião, ele falou dos palanques do partido pelo Brasil e fez críticas ao governo federal. O tucano chegou a dizer que até junho, quando o país sediará a Copa do Mundo, a situação será "daqui pra pior". "Não há chance de as coisas melhorarem", afirmou aos correligionários e aliados.
 
Aécio também disse estar "muito animado" com sua candidatura. "Vamos em frente, minha gente. Acho que a chance [de vitória] é real", afirmou antes de pedir que organizem para ele uma agenda de dois dias em Pernambuco durante a segunda quinzena de abril.
 
CRÍTICAS
Tanto durante a reunião como na entrevista concedida logo em seguida, Aécio reiterou críticas ao governo federal. Disse que o Brasil tornou-se um "cemitério de obras inacabadas", que na área de segurança o governo protagoniza uma "omissão criminosa" e que a saúde é uma "tragédia nacional". "Em todas as áreas o governo deve ao Brasil", afirmou.
 
Aécio também reforçou o acordo informal de "pacto de não agressão" com Eduardo Campos. "Ambos temos em comum o sentimento de que o governo do PT faz muito mal ao país", disse. "A convivência harmoniosa entre nós existirá no Brasil inteiro", completou, citando que dividirá palanque com o pessebista em "oito ou dez Estados". (Folha Poder)

13 comentários

PARABÉNS AÉCIO QUEREMOS UM DIA TER ORGULHO DE SER BRASILEIROS..

Reply
mayke silviera mod

coroné o sr. não quer criticas a aécio, mas, essa aproximação com o pilantra dudu arraes, não é um belo de um tiro no pé?? sem falar que dudu é bestalhão cuja marina louca das selvas tem feito um mero garoto de recados?? é ou não uma trupe de gente sem pulso?? se não for, então , eu vou ver se arrumo um emprego de ajudante de papai noel lá no polo norte. saudações.

Reply

Não houve mensalão mineiro,houve crime eleitoral. O ex governador Eduardo Azeredo não pagou propina a parlamentares da Assembléia mineira para ter projetos de seu interesse aprovados.O PT é que está querendo colar o mensalão de Minas para atrapalhar a candidatura do Aécio.O pior é que a própria imprensa mineira está noticiando o crime como mensalão,pois é vendida.

Reply

O Aécio Neves é o candidato melhor preparado para ser presidente da república.Aliás os políticos do PSDB têm postura política, entendimento e educação. Percebo claramente ao assistir a tv Senado.Quanto a tv Câmara é lamentável ver a truculência e a inabilidade para articular com argumentos.Só sabem gritar, principalmente os da falida esquerda.

Reply

Nem se compara o Aécio com os psicopatas, ignorantes, analfabetos do PT. O pior que esta praga de petralha querem nos empurrar eles goela abaixo.

Reply

Coronel,
é uma diferença abismal. A postura, elegância, finura e competência do Aécio para a predidAnta faz a petralhada rugir.

Reply

Como é que é??? Aécio disse ter vindo ao Recife com o PRETEXTO de visitar o filho recém-nascido de Eduardo Campos??? Ele USOU essa palavra? Ou isso é a INTERPRETAÇÃO do jornalista, apresentada como se tivesse saído da boca do senador? O dicionário Michaelis define pretexto assim:


pretexto
pre.tex.to
(ês) sm (lat praetextu) Razão inventada que se alega para ocultar o verdadeiro motivo pelo qual se faz ou deixa de fazer uma coisa; escusa.

O jornalista pode até achar que a razão apresentada para a visita a Recife é um pretexto, mas não pode induzir o leitor a acreditar que o candidato fez a confissão de que é isso. No máximo, poderia dizer que ele ALEGOU que aquele era o motivo da visita.
Pode parecer um detalhe sem importância, mas é nos detalhes que o diabo mora, e o trabalho sujo de desqualificar pessoas em vez de informar de maneira objetiva se revela por inteiro nessas pequenas coisas.

Reply

É isso ai, Aécio. Está no caminho certo. Vamos com toda força e garra que esse povo honesto deste país precisa se libertar deste governo corrupto.

"PAÍS RICO É PAÍS HONESTO".

Reply

É preciso mudar a cara do Brasil e enterrar de vez o projeto de poder do Foro de São Paulo.Rumo a vitória com Aécio.

Túlio Xavier

Reply

DIVULGUEM ! ESPALHEM ! Estes 11 aí de baixo votaram contra a redução da maioridade penal.Por eles, todos "pogreçistas" a bandidagem "dimenor" pode continuar fazendo a festa em cima de gente que trabalha,estuda e paga impostos.......

Votaram contra a redução da maioridade penal para os 16 anos:
Angela Portela (PT-RR)
Aníbal Diniz (PT-AC)
Antônio Carlos Valadares (PSB-PE)
Eduardo Braga (PMDB-AM)
Eduardo Suplicy (PT-SP)
Gleisi Hofmann (PT-PR)
Inácio Arruda (PCdoB-CE)
José Pimentel (PT-CE)
Lúcia Vânia (PSDB-GO)
Randolfe Rodrigues (Psol-AP) – autor do voto em separado que derrubou o relatório oficial
Roberto Requião (PMDB-PR)

Reply

VAMOS JUNTOS AÉCIO. PARA A VITÓRIA. VIVA A DEMOCRACIA - VIVA O BRASIL.

Reply

Pois é pessoal. O Brasil bem que merece ter um presidente que fale a verdade e que mostre a realidade do País, que apresente um projeto consistente e realista de Governo, sem populismo. Não queremos a apresentação de um "Brasil Maravilha", que na realidade não existe;de promessas que nunca se cumprem e de realizações que na realidade não ocorreram.Enfim,nada de discursos de cunho eleitoreiros abarrotados de autoelogios.Mostre a cara Brasil; diga ao seu povo a que veio e aonde quer chegar. Os brasileiros querem ouvir isto.Esperamos que AÉCIO seja o porta-voz do Brasil, diante dos brasileiros e da Comunidade Internacional.Precisamos de um Presidente que faça este "Gigante adormecido" acordar e mostrar a sua cara.Por favor Aécio,dispense os "marketeiros" e fale ao nosso povo aquilo que você sabe fazer e muito bem: A VERDADE.Na realidade presidamos de um GIGANTESCO CHOQUE DE GESTÃO.E nós sabemos que você,Aécio, sabe fazer isto e muito bem. Vá em frente,futuro Presidente e que Deus o Ilumine!

Reply

Gosto da posição de Aécio e Campos, cujo único defeito é ter Marina ao lado.

Sei que o coronel tem restrições muitas a Campos e que muitos petralhas dizem que Campos está cuspindo onde comeu, porque suas obras "foram realizadas com dinheiro federal", como se o gov federal tivesse sido bonzinho em liberar o dinheiro e não tivesse a obrigaçâo de fazê-lo. Além disso, foi quem mais fez com este dinheiro no NE, comparado com, por exemplo, o petista Marcelo Deda, ex-governador morto de SE, estado que não viu o mesmo desenvolvimento, mesmo com dindin federal.

Tá na hora dos políticos se unirem para botar essa corja pra correr. Já deu!São 11

Reply