Cunha, Renan, a história se repete.


Cunha ainda  se sustenta com capacidade de chantagear o governo Dilma, agora não mais protegendo-a das falcatruas cometidas. Era guardião do impeachment. Hoje é o dono do regimento. Se o governo agisse contra si, como o fez no Conselho de Ética, instaurava o processo. Bombardeado por todo o tipo de denúncia, resistiu e cumpriu o prometido: o impeachment está em andamento. Cunha não contava, no entanto, com o STF puxadinho bolivariano do PT, que entregou ao Senado governista, fisiológico e na maior parte corrupto, com 11 senadores envolvidos na Lava Jato, sendo um preso, o comando do processo, inclusive anulando uma votação secreta e legítima onde a Oposição havia vencido. Cunha está fora, mas sai o presidente da Câmara e entra o Presidente do Senado, outro ficha suja chamado Renan Calheiros. Aliado a Dilma, está cabendo a ele brecar o projeto do impeachment. Além de ir contra toda a Câmara e o TCU, não vê motivo para o processo. Abriu baterias contra Michel Temer de forma virulenta, tentando inviabilizar uma eventual posse do vice-presidente. Suas acusações têm caído no vazio. Culpa o vice de toda a crise política. Ontem, no entanto, sentiu o peso da mão da Justiça e teve seu sigilo bancário e fiscal quebrado, além de alguns cúmplices mais perto. Vai começar o caminho de Cunha. Chantagear o governo para evitar a abertura de uma investigação que, dado o seu histórico de corrupção, certamente o afastaria do cargo. Renan vai seguir o caminho de Cunha. Quanto mais encurralado, mais vai ameaçar o governo. Quanto mais pressionado, vai aumentar o seu preço. O Brasil está na mão de bandidos contratados por Dilma Rousseff e pelo PT para manter o poder. Azar da economia, do ajuste fiscal, da crise e da recessão. Ficou tudo para 2016, com ministro da Fazenda velho, da mesma equipe que botou o país no buraco. E 2016 promete ser muito pior que 2015. Estejamos prontos. Ninguém sairá inteiro, a não ser que a nossa democracia funcione e expulse este bando do poder. Só indo para a rua, mas ainda sabemos fazer isso?

12 comentários

Ainda haverá Brasil ao fim dessa bagunça?

Reply

Entenda-se indo para a rua como "botar pra quebrar". Mas antes de chegar a esse ponto a população já deveria estar exigindo a Intervenção Militar Constitucional, uma vez que essa situação já é necessária devido ao golpe dado na constituição pelos criminosos do STF. Vai trajar o uniforme e começar, Coronel?

Reply

Todo poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido. Quando o povo é apático, alienado, consente todas as falcatruas e barbaridades, em todas as instâncias do poder. Por isso merece o desgoverno que tem. Logo, por extensão, esse mesmo povo também é coparticipante da destruição do Brasil. Fosse uma população mais ativa e diligente isso não estaria acontecendo.

Reply

Será profecia?
De tanto ver triunfar as nulidades. (Já aconteceu)
De tanto ver crescer as injustiças. (Já aconteceu)
De tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus.(Já aconteceu)
O homem chega:
- a desanimar-se da virtude, (Quase lá)
- a rir-se da honra, (Já aconteceu, haja visto as eleições)
- a ter vergonha de ser honesto (Faltam muito poucos)

Então o que resta?
x

Reply

Reinan será traído como Cunha foi pelo Desgoverno Petista. Te cuida Reinan. O Bem vai vencer o Mal. Deus é pelo Brasil e pelos brasileiros.

Reply

Quanto pior, melhor. Assim morre o PT.

Reply

Como considero esses 13 anos um golpe contra a democracia, penso que apenas um contragolpe para apear a corja do poder. É assim mesmo, olho por olho, dente por dente. Como diz Bolsonaro: não se combate a violência dos bandidos soltando pombinhas brancas em Copacabana...

Reply

Data falha é um Prostituto de Pesquisa.Precisa dizer mais?

Reply

DO PT não me admira mais nada. Agora o PMDB parece que gosta de ser enrabado mesmo.
Gostaria de saber de onde emana essa poder do PT de ferra com todo mundo sem que o mesmo se ferre. O PMDB não pensou nisso quando começou a se vender, agora estão todos amarrados.

Reply

Deus o ouça coronel.
Não havia pensado dessa maneira. Pra mim a chance de impeachment havia acabado com a manobra do STF.
Mas essa sua análise é interessante. Afinal, é exatamente a mesma situação de Cunha. Tal como Renan, Cunha já foi um governista empedernido e defensor raivoso do governo.
Só espero que o desgraçado do Janot não ate as mãos dos seus subordinados e da PF na investigação do Renan.

Reply
Despetralhando mod

Acho que as oposições "junto com o EC" devem entrar com algum tipo de arguição contra essa decisão do puxadinho, pois fere de morte "rasgada" a CF e também o RI da Câmara.
Isso não é uma jabuticaba é clientelismo e serviçalismo orquestrado pela corja dominante.

Reply
Despetralhando mod

Em Off.
Floripa bombando de gringo e tem amigo (mui amigo) dizendo que os caras erraram em eleger o Macri.
Mais uma vez a Argentina vai patrola Banânia.

Reply