Eduardo Cunha exalta força do PMDB e tripudia sobre o PT.

(O Globo) Em jantar do PMDB, o PT virou prato principal. Entre 40 e 50 deputados do partido decidiram confraternizar na noite de terça-feira, no apartamento de Newton Cardoso Júnior (MG) — o filho do ex-governador mineiro Newton Cardoso. No cardápio, dadinhos de tapioca, linguiça mineira e arroz carreteiro. Aos apreciadores, estava disponível uma cachaça de Salinas (MG), cidade famosa pela qualidade de sua aguardente. 

O toque político, no entanto, foi dado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que, em discurso de três minutos, enalteceu o atual “protagonismo” do PMDB na Câmara e foi irônico, fazendo troça com as seguidas derrotas do PT em votações no plenário. Em pé, a seu lado, estava o ministro do Turismo, o peemedebista Henrique Eduardo Alves. O ministro Eliseu Padilha, da Secretaria de Aviação Civil, também compareceu. 

Para gargalhadas dos convidados, Cunha disse que o PT só ganha votação na Câmara quando o PMDB fica com pena: — Muito bom ver essa bancada unida. É um bom momento para todos nós. Não ter dependido do PT e da oposição (para ganhar a eleição de presidente da Casa) permitiu ao PMDB esse protagonismo político. E nos deu a liberdade para fazer o que estamos fazendo. É só olhar. É impressionante. Onde o PT vai, está todo mundo contra. No plenário... Impressionante. O PT não ganha uma votação. Só quando a gente fica com pena na última hora.

Outro deputado do PMDB, aproveitou a deixa do presidente e comparou o desempenho do PT na Câmara à sofrida goleada imposta pela seleção da Alemanha ao Brasil na Copa do Mundo de 2014.— Isso aí. É 7 a 1 — disse o deputado. Todos em pé, ao redor da mesa, celebravam. O líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), deu vivas ao anfitrião mineiro. Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), em bronca humorada, cobrou de Cunha menos rigor com os parlamentares faltosos às sessões de votação, que têm seus salários descontados: — E abaixo o corte de salários! — bradou Vieira Lima.

Cunha aproveitou a deixa. — Ainda bem que ele (Newton Cardoso Jr) não entrou no corte. Por isso, pode patrocinar o jantar. (...) Me perdoem o desconto de salários.

Nos relatos feitos ao GLOBO nesta quarta-feira, deputados do PMDB elogiaram o cardápio, falaram da união do partido, mas, alguns deles, desconversavam sobre o discurso político e as farpas no PT. — Falamos de futebol e pescaria — disse Carlos Marun (PMDB-MS). Darcísio Perondi (PMDB-RS) contou que se tratou de política no jantar.

11 comentários

o depultado cunha tem que tomar cuidado com o vice do Pimentel que e do PMDB uma vaquinha de Presepio da Dilma e Lula deslumbrado com a vida de novo rico de conseguiu no pos Lulalau.

Reply


Esse é outro embusteiro que não está interessado nem um pouco com o bem estar da população...
O negócio dele são esses joguinhos palacianos, e a busca pelo poder pessoal...o povo que se foda...
Não esperem porra nenhuma desse "senhor"...aliás, de nenhum deles , tudo farinha estragada do mesmo saco.

Reply

Ninguém pode perder. É um gozo ver a TV Câmara e assistir os seguidos sacodes que o PT e a esquerdalha em geral estão levando diariamente nas votações. Mais divertido e ver os espernear de molon, chico alencar, valente, rosário e graziotin kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Reply

o PMDB ta pisando em cima com gosto...

e tem de pisar mesmo...

Renan agora disse que é ridiculo a presidenta nao falar aos trabalhadores no 1 de maio por nao ter o que dizer..

ah, ela tem sim...

Trabalhadores brasileiros, estamos cortando parcelas do seguro desemprego, aumentado juros e estrangulando o financiamento da casa própria, fora o resto...

olha ai como nao tem o que dizer...

Reply

Sou mineira e foi com surpresa que lí que o filho de Newtão é deputado,será que o ditado que diz que aqueles que seguem o pai não se degeneram .porque o povo mineiro não sabe votar MESMO!

Reply

É força para cagar?

Reply

Coronel,
espero que o jogo continue assim. Entretanto, não acredito.

Reply
fred oliveira mod

Se os partidos nanicos de direita e centro se juntarem a'i e' que o PT vai levar pauladas no congresso. Um partido que nao governa. Um partido que e' um zumbi. tem que ser enterrado de vez.

Reply

Agora ele tá contra a Dilma? Quer tirar o dele da reta. Nem vem seu Cunha você se meteu com o PT agira paga junto com eles.

Reply

Foi um momento Frank Underwood. O PT já era!

Reply

Ele pode ser o futuro presidente do Brasil...

Gabriel-Df

Reply