Dilma Rousseff salva PT, PMDB, PP e base alugada triplicando o valor do fundo partidário.Corta saúde, educação e segurança, mas bota R$ 587 milhões a mais no Orçamento para ter apoio no Congresso.

A imprensa especula que o PT desviou cerca de U$ 200 milhões no Petrolão e espalhou corrupção por todo o estado brasileiro. Todas as estatais. Todos os bancos públicos.  O PMDB ainda é uma caixa preta. Fernando Baiano ainda não abriu o bico. O PT, cinicamente, declarou que não quer mais financiamento privado. Simples. Estava tudo combinado. Dilma arranjou mais R$ 116 milhões para os "companheiros", colocando no Orçamento ds República três vezes mais dinheiro para o Fundo Partidário. Tirou das creches. Dos postos de saúde. Das escolas. Para dar para o Partido do Petrolão e seus apoiadores. A matéria a seguir é do Estadão.

Em meio aos desdobramentos da Operação Lava Jato e apesar das restrições impostas pelo ajuste fiscal em curso, a presidente Dilma Rousseff decidiu manter o aumento da verba orçamentária destinada ao custeio dos partidos políticos.

Os recursos destinados ao fundo partidário foram triplicados para R$ 867,5 milhões por meio de uma emenda ao Orçamento da União de 2015, sancionado nesta segunda-feira pela presidente - o texto completo do Orçamento deve ser divulgado nesta terça-feira, 21.

Representantes de partidos, como o ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), e o presidente do PT, Rui Falcão, pediram à presidente a manutenção da emenda ao Orçamento que multiplicou por três os recursos destinados ao fundo, principal forma de financiamento das legendas. Em março, o Estado antecipou o movimento das siglas pela elevação dos recursos.

Auxiliares de Dilma apontam que a sanção se deve, principalmente, a dois fatores: evitar novos atritos com o Congresso Nacional em um momento crucial para a aprovação das Medidas Provisórias (MPs) do ajuste fiscal; e reforçar o discurso petista em defesa do financiamento público de campanhas eleitorais, corroborando a decisão recente do PT de não aceitar mais recursos de empresas.

Pela distribuição dos recursos, o PT será o partido que receberá o maior volume de recursos do fundo partidário - serão R$ 116 milhões, segundo cálculo da Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados.

Pressão. Pressionados com os desdobramentos das investigações do esquema de corrupção na Petrobrás, e com a prisão do tesoureiro João Vaccari Neto pela Polícia Federal, na quarta-feira passada, na 12.ª fase da Operação Lava Jato, os petistas optaram por reforçar a antiga bandeira pelo fim do financiamento privado das campanhas.

Desde 2011 os recursos do Fundo Partidário vêm sendo turbinados pelo Congresso - os aumentos anuais, contudo, giravam em torno de R$ 100 milhões. Os parlamentares pressionaram por um aumento mais expressivo desta vez em virtude da pulverização de partidos na Câmara dos Deputados - uma vez que 95% fundo é distribuído de acordo com o resultado alcançado pelas siglas na Casa - e dos desdobramentos da Operação Lava Jato, que apontou desvios de recursos públicos na Petrobrás e atingiu grandes empresas que costumam fazer doações nas campanhas eleitorais, como as empreiteiras.

Em março, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator do Orçamento da União para 2015, elevou a dotação do fundo a R$ 867,5 milhões com uma emenda de plenário. Em agosto de 2014, a proposta original do Poder Executivo destinava R$ 289,5 milhões ao fundo.

Contingenciamento. Os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa, aguardam a sanção do orçamento para anunciar o congelamento de despesas dos ministérios, em mais uma sinalização ao mercado sobre o comprometimento do governo com o ajuste fiscal. O governo também busca demonstrar que o ajuste fiscal não será feito apenas pelo aumento de impostos.

Segundo fontes, Dilma teria ficado em dúvida se aproveitaria ou não a oportunidade para anunciar o decreto contendo o contingenciamento. A previsão é que o Executivo congele entre R$ 50 bilhões a R$ 70 bilhões no orçamento. O Orçamento de 2015 deveria ter sido analisado pelo Congresso no fim do ano passado, mas não houve tempo nem acordo para a realização da votação à época. A aprovação só ocorreu em meados de março.

15 comentários

E ae, Supremão aparelhado, gostaram ?
Deram o sinal verde e a coisa já começou a surtir efeito.
Deu certo, viram, coveiros e/ou urubús da democracia ?
Bandidos eternamente gratos pelas garantias da impunidade antecipada que tem acelerado o processo da destruição do país em prol do bolivarianismo.

Reply

E qual o partido que vai botar a boca no trombone quanto a esse absurdo (aumento do fundo partidário) ???
Nenhum partido! Todos saem ganhando (verbas a mais).
Absurdo ! Estamos mal, muito mal.

Reply

Nojo absoluto dessa gente. O Brasil ainda se livra deles.

Reply

Brasil País de Tolos.

Reply

Sr. Coronel: É por esse e outros motivos, que tanta gente pede a intervenção militar constitucional!!!! Não serei eu a recriminá-los!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Reply
fred oliveira mod

Parece que a justiça continuara' a nao ter a confiança do povo brasileiro. Se for poderoso pode cometer crimes. A justiça so' existe para o cidadao comum. O fato de existir um Sergio Moro significa, apenas, um ponto fora da curva. Nao gostaria de pensar isso mas os fatos nos levam a entender porque o povo nao acredita na justiça. E' so dar uma olhada no SUPREMO, um acinte, uma ofensa ao verdadeiro saber.

Reply

Isso é pior, muito pior, que o mensalão. Porque o pagamento agora é à vista. O país avacalhou de vez.

Reply

Com o apoio de FHC, lula vem forte para 2018, 99% dos votos, "um brasil cada vez mais solidário e socialista", esse poderá ser o tema da campanha, trabalhar para sustentar a al...kkkkkkkkkk

Reply

6º mandamento do DECÁLOGO DE LÊNIN, os 10 mandamentos dos comunistas:
"COLABORE PARA O ESBANJAMENTO DO DINHEIRO PÚBLICO E PONHA EM DESCRÉDITO A IMAGEM DO PAÍS, PARTICULARMENTE NO EXTERIOR, PROVOCANDO PÃNICO E DESASSOSSEGO NA POPULAÇÃO PELA INFLAÇÃO".
PT do martelo da destruição e da foice da morte, iluminado pela estrela vermelha de 5 pontas que é o pentagrama satânico, do atraso, destruição miséria e morte!

Reply


ESSE PAIS,AINDA VAI TER REVOLUCAO,E NAO VAI DEMORAR,PO CRER ,QUEREMOS,VOTO DISTRITAL,JÁ...E CANDIDATURA LIVRE.

Reply

Isso é mais uma prova de que essa gangue,hora no poder não tem nenhuma preocupação com os desdobramentos das investigações da "Operação Lava Jato",cientes de que tudo vai se dar em nada.Enquanto a grande imprensa dar espaço para políticos imbecis,como FHC e José Serra,contrários ao impeachment da governanta,nada muda.Diga-se de passagem o PT é mais oposição do que esses dois patetas.

Túlio Xavier

Reply

Comprou eles novamente, e os brasileiros bisonhos, alienados que só sabem dançar funk e pular canavália, dentro em breve irão ver o fechamento em massa de pequenas, médias e grandes empresas.

Recorerão aos seguros desempregos, e verão que os Haitianos correlegionários do PT estarão recebem mais ($$$) que eles que são brasileiros.

Reply

Não podemos mais ROUBAR, porque tá todo mundo olhando? Ahaaaaaaa!! Não contavam com nossa astúcia!!!!! Tripliquemos o fundo partidário e, numa penada só, impedimos o movimento no Congresso pró-impeachment e ainda recheamos nosso cofre (e da oposição também, of course) daquele mesmo dinheirinho que não nos deixam mais roubar!!!!!!! Somos ou não somos "ixpertos" pra cacete?!!!! E o Poder Judiciário: Dãaaaa!!!!!

Reply

Cel.

Desobediencia civil,JÁ !


Toloco

Reply

tudo isso comecou com um mineiro chamado José Alencar, tao corrupto quanto outros...

Reply