Obrigatoriedade do airbag: governo Dilma opta por mais mortes no trânsito para não subir preço do carro em ano eleitoral.


A melhoria na segurança dos carros brasileiros deve ficar para depois. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou nesta quarta-feira que, na semana que vem, deverá se reunir com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) para discutir a postergação da medida, prevista para entrar em vigor em 2014.
 
O ministro esteve reunido com o setor, segunda-feira, em São Paulo. "Estamos discutindo as questões de segurança que seriam acrescentadas a partir de 2014, e estamos preocupados com o impacto sobre o preço do carro, pois elevaria o preço de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil", disse.
 
Mantega também disse que o assunto ainda está em estudo, mas é possível que o governo adie a entrada em vigor das exigências. "Hoje, 60% dos veículos já têm os equipamentos e passaria para 100%. Então, nós vamos diferir em um a dois anos. Fecharemos (a decisão) na semana que vem", disse.
 
É um escândalo. De 2003 a 2012, período em que o PT está no poder, ocorreram 385.000 mortes no trânsito. Uma carnificina. Destas mortes, mais de 100.000 foram em acidentes com automóveis.
 
Segundo estatísticas internacionais, os airbags têm reduzido em cerca de 14% as mortes de condutores e de cerca de 11% a morte de passageiros dos bancos dianteiros em acidentes de trânsito. Por aí dá para ver que alguns milhares de vidas poderiam ter sido poupadas.
 
Anotem aí: em nome da reeleição de Dilma muitos brasileiros vão morrer em acidentes de automóveis em 2014, porque o governo dela não quer implantar uma lei aprovada em 2009.  Aliás, um projeto de Eduardo Azeredo (PSDB-MG), que os petistas atacam em função de um suposto mensalão mineiro.

13 comentários

Dilma pensou na maneira petistas, quem tem carro não vota mais no PT e isto ajuda ela a tentar ganhar.

Reply

A Dilma prefere matar pessoas do que perder o poder. Por isso fora PT.

Reply

CEL,

Gente, sacanagem tem limites.

Comparem a qualidade e a segurança dos veículos montados aqui e os montados nos EUA por exemplo. Depois, comparem os preços e tirem suas próprias conclusões. Brasil, país de terceira categoria que anda para trás porque um bando de FDP quer permanecer no poder CUSTE O QUE CUSTAR.

Índio Tonto/SP

Reply

Coronel,

O negócio para a quadrilha não é a segurança: ESTÁ NO VALOR DOS IMPOSTOS QUE NÃO PODEM DIMINUIR.

Se os impostos ficassem menores o valor dos veiculos poderiam até subir para incluir o air bag, mas.... para que se o carro deles tem ? Os do povo não precisam ter ué.

Reply

É só diminuir a carga tributária, mas isso é difícil.

Reply

O grande problema não é o aumento dos carros, pois este aumento atingiria poucos modelos de veículos, que ainda não dispõem dos equipamentos. O grande problema, que eles não falam é que a medida aposentadoria alguns veículos (Kombi, Mille, por exemplo) de concepção muito antiga e que não comportariam tais inovações e isto acarretaria em demissões, coisa que não interessa nenhum pouco a eles e principalmente ao Lula.

Reply

Os petralhas formam o governo do atraso e do jeitinho.

Reply

Off topic:
Cel, só porque a Copa 2014 traz o DNA petista, nem os hermanos confiam: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/esportes/copa-2014/noticia/2013/12/jornal-argentino-divulga-video-apontando-suposta-fraude-em-sorteio-dos-grupos-da-copa-2014-4358910.html

Reply

Anonimo 19:18

Assisti ao vídeo com o sorteio da copa, e parece houve fraude. Como que os papéis que a Fernanda Lima desenrolava, voltavam a enrolar depois. Tal não aconteceu com os que o Sr. Walcke desenrolava, ficavam todos esticadinhos??? Eis a questão!

Um colega comentou a mesma coisa quando assistiu ao sorteio na sexta passada.

Será teoria da conspiração ????


Chris/SP



Reply

Quatro anos para se adequar. Sindicalista está preocupado com o emprego não com os milhares de mortes e deficientes que poderiam resultar da falta de equipamentos de segurança. Governo e montadoras estão preocupados com o preço. Nenhum deles está disposto a renunciar a 1 centavo dos altíssimos lucros e impostos que enchem os seus cofres.

Reply

Se fosse um zé mané, mas uma presidenta do País...para o planeta que quero descer, simplesmente não dá.

Reply

Nossa que incrível! Após assistir a notícia vim direto aqui sugerir um post como esse - tinha pensado num título um pouco diferente:

Comunistas não se importam com a vida do consumidor e adiam obrigatoriedade de air-bags!!!

*Detalhe: Agora à noite uma das associações das montadoras DESMENTIU publicamente que tenha solicitado ao governo que adiasse a lei - a indústria do setor, que ao contrário de comunistas leva a sério os negócios, já estava se preparando desde 2010 quando a lei foi aprovada, simplesmente não entendeu o porquê da medida.

Reply

Na verdade o carro vai ficar mais caro não porque os equipamentos elevariam os preços a ponto de inviabilizar a produção, mas porque o (des)governo comunista vai aumentar o IPI: leia-se aumentar os impostos!

Governo vigarista!



Reply