IstoÉ antecipa edição e revela a delação de Delcídio: Lula e Dilma no epicentro do terremoto



A Revista IstoÉ está chegando mais cedo às bancas para trazer trechos do depoimento de Delcídio do Amaral à Lava Jato. Segundo a revista, e delação é uma bomba: o senador entregou Lula e Dilma.
Há, porém, um detalhe: Delcídio apenas conversa. Não consta na matéria que tenha apresentado provas. Se ele as apresentou e a IstoÉ não teve acesso ou se a delação da vez é apenas de uma manobra para salvar a própria pele, os próximos dias dirão.
Leiam abaixo e notem: nada do que Delcídio disse pode ser considerado uma grande novidade para quem acompanha o petismo de perto. Praticamente tudo já havia circulado como hipótese ou notícia.


Pouco antes de deixar a prisão, no dia 19 de fevereiro, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) fez um acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato. ISTOÉ teve acesso às revelações feitas pelo senador. Ocupam cerca de 400 páginas e formam o mais explosivo relato até agora revelado sobre o maior esquema de corrupção no Brasil – e outros escândalos que abalaram a República, como o mensalão.

Com extraordinária riqueza de detalhes, o senador descreveu a ação decisiva da presidente Dilma Rousseff para manter na estatal os diretores comprometidos com o esquema do Petrolão e demonstrou que, do Palácio do Planalto, a presidente usou seu poder para evitar a punição de corruptos e corruptores, nomeando para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) um ministro que se comprometeu a votar pela soltura de empreiteiros já denunciados pela Lava Jato.

O senador Delcídio também afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha pleno conhecimento do propinoduto instalado na Petrobras e agiu direta e pessoalmente para barrar as investigações - inclusive sendo o mandante do pagamento de dinheiro para tentar comprar o silêncio de testemunhas. O relato de Delcídio é devastador e complica de vez Dilma e Lula, pois trata-se de uma narrativa de quem não só testemunhou e esteve presente nas reuniões em que decisões nada republicanas foram tomadas, como participou ativamente de ilegalidades ali combinadas –a mando de Dilma e Lula, segundo ele.

Clique aqui para ler, na íntegra, a matéria a IstoÉ

11 comentários

fred oliveira mod

E' a delacao do ex lider do governo, que se reunia semanalmente com Lula e tinha acesso `a Dilma. Claro que o povo ja' imaginava isso mas em delacao...espero que ele apresente alguma prova mas nao esquecamos que evidencias e dominio dos fatos tambem conta. Dia 13 vamos fazer as ruas rugirem.

Reply

Existem dois tipos de provas, testemunhal e material, quando uma testemunha presta um depoimento oficial é uma prova testemunhal e não uma conversa.

Reply

Vindo da Isto É? A mesma revista que já teve como assuntos principais o "Exemplo da Educação dada nos acampamentos do MST" que até pouco tempo falava de "golpe" armado contra o Governo Popular da Presidenta Dilma. O que aconteceu?Acabou a verba ou como viram que logo vai sobrar pra todo mundo que recebeu "mesada" desse governo? Por enquanto a maioria dos grandes veículos de comunicação da mídia não dá pra confiar.

Reply

Essa é a pá de cal que faltava pro Enganot começar a se mexer, pois a sua seletividade começa a feder...? Coronel, quem duvidava de que lulla e dilma sabiam de todo esse lodo?

Reply

Ao que parece, a casa definitivamente caiu. Ó início da destruição completa de Lula, Dilma e o pt. Acho que dessa vez podemos soltar foguetes em comemoração.

Reply

Só tenho uma coisa a dizer:

Aeeeeeeee !!!

Uma alegria isso tudo. A casa caiu em esquema de implosão, em definitivo.

DBF

Reply

Ex-lider do governo do PT, que interesse particular teria naquela conversa gravada? É claro que estava a mando de lula e dilma.

Reply

Tadinho do Lula, a viva alma mais honesta do Brasil, obstruindo a justiça, com Valério e Cerveró, tem de ser preso, tal e qual Delcídio.
Para Dilma bastaria o impeachment, mas uns processos criminais lhe cairiam bem.
E o Lewandovsky, hein? Quando recusa cooperar com o petismo é sinal de que os limites da falta de vergonha há muito ficaram para trás.
.

Reply

Cada vez mais tá tranquilo, tá favorável para a prisão do Lula.

Reply

Dilma e Lula são caso de polícia!

Espero que o Sr. Enganot denuncie a sua protegida. Basta de enganação.

Já estou vendo o japonês/PF bater na porta do Lula!


A CASA CAIU !


Chris/SP

Reply

Tadinho do Lula, a viva alma mais honesta do Brasil, obstruindo a justiça, com Valério e Cerveró, tem de ser preso, tal e qual Delcídio.
Para Dilma bastaria o impeachment, mas uns processos criminais lhe cairiam bem.
E o Lewandovsky, hein? Quando recusa cooperar com o petismo é sinal de que os limites da falta de vergonha há muito ficaram para trás.
.

Reply