Dilma inclui CPMF na LDO de 2016. Pacote para pilhagem do país já deve ter sido fechado com PMDB.


No mesmo dia em que Michel Temer, vice da República e presidente do PMDB começou a falar que não era conta a uma CPMF "provisória", Dilma mudou a LDO de 2016 e inclui R$ 24 bi do imposto como  receita. O pacote para que o PMDB continue pilhando os cofres públicos deve ter sido fechado. A matéria é do Estadão.

Numa sinalização de que vai insistir na volta do imposto do cheque, a presidente Dilma Rousseff encaminhou nesta quarta-feira, 18, ao Congresso uma alteração à Lei Orçamentária de 2016 para incluir a arrecadação da CPMF na previsão de receitas do ano que vem. Na mensagem, a presidente informa que o impacto líquido na arrecadação com a CPMF será de R$ 24 bilhões. O governo espera que ela seja aprovada este ano para que a vigência do novo imposto aconteça a partir de abril de 2016.

A conta do governo considera uma arrecadação total com a CPMF de R$ 32,25 bilhões, mas reduz parte da previsão de receitas com o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) no valor de R$ 8,2 bilhões. Essa estimativa representa, de acordo com o governo, um ganho líquido mensal de R$ 2,77 bilhões.

Dilma fez uma avaliação relativamente otimista da situação política e entende que o governo tem conseguido recompor a base governista – ainda que, às vezes, a maioria seja apertada. Esta semana, durante reunião do G-20, a presidente reafirmou a necessidade de aprovação da CPMF e disse que esse “aumento não é para gastar mais, é para crescer mais”. 

Na proposta que chegou ao Congresso, a Receita Federal apresentou, na mensagem, simulações com o impacto da arrecadação com a CPMF em 2016, considerando-se diversas hipóteses para data de promulgação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) enviada ao Congresso, que estabelece a volta do tributo.

Por essas simulações, se a CPMF for aprovada em fevereiro, com primeiro mês de cobrança em junho, a arrecadação estimada cai para R$ 18,467 bilhões. Caso seja promulgada em maio, com cobrança a partir de setembro, esse valor cai para R$ 10,157 bilhões. Na última hipótese, que prevê o mês de agosto para promulgação e vigência a partir de dezembro de 2016, o ganho líquido com a medida seria de apenas R$ 1,847 bilhão no ano.

Foco. O dinheiro do imposto do cheque é imprescindível porque o aumento da tributação de combustíveis, em estudo pelo governo, não resolve o rombo das receitas do Orçamento de 2016 – ainda mais que a ideia do relator de Receita, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), de arrecadar R$ 10 bilhões com a venda de terrenos da Amazônia não prosperou.

A insistência do governo em incluir as receitas com a CPMF no Orçamento de 2016 ocorre mesmo depois de o relator-geral de Orçamento, Ricardo Barros (PP-PR), avisar que não pretende incluir o tributo em seu parecer, que será votado na Comissão Mista de Orçamento.

Depois da trégua que fez caminhar, nos últimos dias, a tramitação de alguns dos projetos mais importantes do ajuste fiscal, o governo avalia que pode conseguir apoio diante do agravamento do quadro da economia, que tem forçado parlamentares da base do governo e da oposição a mudarem o discurso de confronto total às medidas econômicas.

Até o vice-presidente, Michel Temer, antes contrário à volta da CPMF, tem se mostrado mais simpático à criação do novo tributo. A aliados, tem afirmado que criar mais impostos nunca é a melhor solução, mas que entende que esse é um caminho para reequilibrar as contas do governo, desde que a taxação seja temporária. O governo acredita que a articulação que o Planalto tem feito com Estados e municípios aumentou a chance de o novo tributo receber o aval de deputados e senadores.

14 comentários

Tudo que for contra os brasileiros o PMDB apoia e depois ainda dizem que o irmão gêmeo do PT é o PSDB.
Acorda povo! O PMDB também precisa ser banido da política nacional, é um partido tão nefasto quanto o Partido dos Trabalhadores.

Reply

O dia em que o povo brasileiro deixar de ser besta, as coisas se resolvem: aprovado CPMF, GREVE GERAL, PARA-SE O BRASIL.

Reply

Oras, podem pilhar a vontade e sem dó mesmo! Afinal o que pode fazer um povinho boboca, desarmado e pacífico como os pentacampeões? Vão ficar fazendo embaixadinhas? Vão cantar o hino nacional à capela? Vão sair por aí cheio de marra vestindo a camisa da seleção ou de algum time de futebol? Vão postar no ¨feicibúqui¨ fotinhas de protestos? Vão pegar a esposa, o filho, a sogra, o tio , o neto e o cachorrinho e ir pacificamente protestar na rua enquanto te exploram, roubam, violentam, desviam teu dinheiro, arrancam seu couro e te fazem de trouxa de todas as formas possíveis todo santo dia?

Reply

Esta desgovernada ajudou a pilhar o país, causou o rombo nas contas públicas, ela que se vire nos 30!

A população não pagará o pato pelo PT!

XÔ CPMF!!!!


FORA DILMA, FORA PT, FORA CORRUPTOS!


Chris/SP

Reply

Alguem aí tem alguma dúvida de que isso já foi combinado com o Cunha?n É óbvio que sim. Está no pacote para ajudar a salvar o mandato dele. Vejam as últimas votações no congresso. Os petralhas salvam o cunha ele ajuda a aprovar medidas simpáticas ao desgoverno, inclusive a cpmf.

Reply

"para crescer mais" o caramba. para tapar o rombo da quebradeira que a quadrilha deixou o país. como mente descaradamente essa dilma.

Reply
Despetralhando mod

É lamentável, mas as oposições tem que dar um basta nessa corja no poder, eles estão kg4ndo e andando para o povo, essa máfia está pensando somente em se locupletar; Não tiraram um cabideiro do governo só fud3r4m os pobres e aposentados, enquanto isso a oposição quietinha feito guri pequeno com medo do bicho papão.
É medo ou rabo preso?

Reply

Impeachment

Reply

Será que o PMDBandido quer é arranjar + $ para 2018?
Quem sabe, o $ a + dele estará garantido se ficar com o PT...
Mas os eleitores, correndo da dupla; phodam-se os 2...

Reply

Não há mais esperança no país. O Povo não reage. Estamos voltando ao tempo da escravidão, só que agora ao invés
de termos "donos de fazenda" teremos governo que nos sugam com impostos e mantém a maioria da população pobre no curral
do "bolsa família". É preocupante, mas a maioria nem quer saber quem governa o país. O Brasileiro esse ano vai ter um natal
bem amargo depois de muito tempo e a mídia só sabe falar em economizar porque estamos em crise. Já notaram que nunca dizem porque entramos em crise?

Reply

Coronel,

O PMDB terá coragem política de apertar o gatilho do fuzil do PT contra o povo??

Ainda NÃO esqueci 1986, viu Temer!!

JulioK

Reply

O povo deitadoo em berço explendido.....ao q falou da oposição deve ser um mortadela infiltrado....coronel deveria censurar estes tipos assim como.somos censurados no terra no g,1, na folha ,no UOL.,...quando falamos do pt

Reply

As instituições brasileira estão sofrendo uma metástase. Os mal feitos viraram coisa normal.A mentira é a especialidade da casa.O EI, Estado de Indignação tomou conta dos brasileiros que estão pasmos e sem reacao de como pode virar esse estado de coisa.

Reply

NAO, NAO e NAO. O povo não pode aceitar mas nenhum imposto enquanto este governo não cortar pela metade o número de ministérios e metade dos comissionados. Soh no cu do povo, não.

Reply