Moro multa réus do Petrolão em R$ 18 milhões.

(Folha) O juiz federal Sergio Moro condenou réus acusados de participação no esquema de corrupção na Petrobras investigado na Operação Lava Jato a pagar indenização no valor mínimo de R$ 18 milhões para a estatal. A ação, movida pelo Ministério Público Federal, é referente aos crimes de lavagem de dinheiro e participação em grupo criminoso organizado. De acordo com a denúncia, houve desvio de dinheiro público na construção da Refinaria Abreu e Lima (PE), da Petrobras, por meio de contratos superfaturados. A obra, que foi orçada inicialmente em R$ 2,5 bilhões, chegou a passar dos R$ 20 bilhões. 

Ainda segundo a denúncia, o Consórcio Nacional Camargo Corrêa, que executou parte da obra da refinaria, contratou as empresas Sanko Sider e Sanko Serviços de Pesquisa e Mapeamento para fornecimento de materiais e serviços. Essas duas empresas, por sua vez, efetuaram transferências para a MO Consultoria e Laudos Estatísticos e para a GFD Investimentos, controladas pelo doleiro Alberto Youssef, "sem justificativa econômica lícita e caracterizariam lavagem dos valores previamente superfaturados na construção da Refinaria Abreu e Lima". 

A decisão aponta que o ressarcimento deverá ser pago pelo sócio da empresa Sanko Sider, Márcio Bonilho, e cinco réus apontados como integrantes do grupo do doleiro: Waldomiro de Oliveira, Leonardo Meirelles, Leandro Meirelles, Pedro Argese Júnior e Esdra de Arantes Ferreira. Eles também foram punidos com penas restritivas de liberdade, assim como o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa –um dos responsáveis pelos contratos de construção da refinaria e pelo acompanhamento da obra– e Youssef. 

Costa e o doleiro, porém, não foram condenados a pagar esse ressarcimento porque estão sujeitos a indenizações específicas previstas em seus acordos de delação premiada. Cabe recurso contra a sentença ao TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região.

5 comentários

Dr Sergio Moro, os brasileiros de bem lhe agradecem. O seu nome digno já passou para a História.

Reply

18MI para quem destruiu um país é muito pouco! Tem q tomar TUDO!; inclusive as aposentadorias milionárias da PTroubrás!
Quando penso q os diretores envolvidos na roubalheira, ganhavam salários acima de 100 mil Reais! CADEIA!É pouco para esses bandidos!

Reply
Ferreira Pena mod

Bonzinho o Moro, imaginei que seria duríssimo!

Reply

Ferreira Pena

Não esperava penas maiores, pois fizeram acordo em delação premiada, o que ajudou muito o Juiz Sergio Moro, por exemplo, a botar as mãos no Vaccari e em outros que seguem presos.

Pela delação, ambos, Paulo Roberto da Costa e Youssef já devolveram milhões.


Chris/SP

Reply
fred oliveira mod

Precisamos ter uma visao mais ampla, amigos. Penas nao tao altas quanto esperavamos se enquadra nos que assinaram delaçao. Ainda outras virao. Penso que mandantes serao mais rigorosamente punidos. Temos muita coisa pela frente ainda. Dinheiro ja' foi recuperado. Esse valor e' multa especifica de algumas acusaçoes. O caminho esta' aberto. Novas etapas da lava jato ainda ocorrerao.

Reply