Petista ataca Marta Suplicy por deixar Lula sem saída.

Vannuchi e Lula
 
(Folha) Diretor do Instituto Lula, o ex-ministro Paulo Vannuchi (Direitos Humanos) rompeu o silêncio no PT sobre as críticas recentes da senadora Marta Suplicy (PT-SP) aos colegas de partido. Em comentário para a Rádio Brasil Atual, ligada à CUT, e em entrevista à Folha, Vannuchi classificou como "sórdida", "chocante", "intolerável" e "inaceitável" --entre outros adjetivos-- a "manobra" usada por Marta ao revelar conversas particulares que ela teve com Lula. 

"O elemento sórdido --sem dúvida é um elemento sórdido, condenável, inaceitável da entrevista de Marta-- [...] foi expor Lula publicamente na versão de que o Lula, no fundo, é o grande adversário da [presidente] Dilma [Rousseff]", disse Vannuchi. 

Em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo" no dia 10, Marta disse que, num jantar organizado por ela com empresários, Lula "entrou nas críticas" dos presentes e "decepava (sic) ela [Dilma]". Marta disse ainda ter ouvido Lula reclamar de dificuldade na relação com Dilma. "Estou conversando com ela, mas não adianta, ela não ouve", teria dito o petista. 

"A manobra de Marta é sórdida porque deixa para Lula duas opções", disse Vannuchi. "Ou fica quieto, e, ao ficar quieto, deixa a mídia alimentar que tudo o que ela fala é verdade; ou então Lula se rebaixa, rigorosamente se rebaixa, e vem a público dizer 'olha, a Marta não me entendeu bem, nunca disse isso'". 

Para Vannuchi, Lula acerta ao não responder: "Lula realmente não tem que se colocar no mesmo nível de Marta, muito menos nesse momento de atitudes sórdidas". Para ele, Marta violou "uma regra ética" da política, que é não sair falando publicamente de conversas reservadas. Segundo ele, Lula já teve várias conversas assim com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, "mas nunca nenhum dos dois saiu contando o que o outro falou". 

MOTIVAÇÃO
 
"Ela [Marta] tem direito de divergir e sair do partido. Mas não o de fazer isso de uma maneira desastrada", disse. O ex-ministro avalia que Marta agiu assim porque quer deixar o PT para ser candidata a prefeita de São Paulo em 2016 e "deve ter se sentido desestabilizada" com a escolha do deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP) para a secretaria de Educação do prefeito Fernando Haddad (PT). Foi "uma jogada brilhante, que fechou a porta para o maior interesse de Marta agora, que era se filiar ao PMDB". 

Vannuchi também classificou como "descabido" Marta chamar o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, de "inimigo de Lula". E protestou contra o fato de ter chamado o presidente do partido, Rui Falcão, de "traidor". 

Em outro trecho, reprovou a forma como Marta articulou a tentativa de lançar Lula candidato em 2014 no lugar de Dilma, "coisa que ela não poderia fazer como ministra de Dilma", afirmou. "São questões de lealdade política que estiveram ausentes, questões de ética mesmo", completou. "Ela coordenou a campanha do 'volta, Lula' que, se tivesse tido a concordância de Lula, teria virado um processo rapidíssimo", afirmou.

Vannuchi ressaltou que não fala em nome de Lula. Marta foi procurada para comentar, mas não respondeu.

13 comentários

O sujeito confirmou tudo com a declaração. Espantoso. Já temos a resposta oficial de Lula.

Reply

Tudo pelo poder né, Marta?Fofoquinha da fingida petralha.Acho tudo encenação.

Reply

Marolas, marolas, marolas. Estão tentando criar um factoide pra desviar a atenção do estado de penúria que eles colocaram um país que tem tudo pra dar certo, não fosse seu povo banana.

Reply

O que a Marta Suplício disse é o que todo mundo já está careca de saber,o sujeito é um ser abjeto,um farsante travestido de ditador de 5ª categoria.

Túlio Xavier

Reply

...ou então Lula se rebaixa..." não é coisa de adorador de divindade? O gênio da raça não conversa com ninguém, pois todos estão abaixo dele.

Reply

Os mano!

Reply
Despetralhando mod

como um verme rastejante se rebaixa?
Sé cavando um buraco na terra, é isso que o barba x-9dedos fará?

Reply
fred oliveira mod

Como o pt vem governando o Brasil? O que os nossos números dizem? omo está nossa economia e as condições de vida dos brasileiros? Tudo é uma tragédia e isso é o que interessa. Junte à toda essa tragédia a corrupção, marca dos governos do pt, de Lula, Dilma e seus governadores.

Reply

Se chutar o saco do molusco quebra os dentes desse Vanucchi, lambe botas.

Reply

esse ai não é o dos "Direitos humanos" dos bandidos.

cai fora piolhento

Reply

Bah, mas esse FHC é um comunista traíra, mesmo. Conversinhas reservadas com o X9 dedos! Então, aquela história que o apedeuta deve ao FHC não ter sofrido impeachment, durante o mensalão, é verdade mesmo. Enquanto isso eles nos ferram sem dó nem piedade... Nesse começo de ano, já nos estão tirando 30 bilhões dos bolsos. Isso é só o aperitivo...

Reply


Sordido mesmo, é roubar o dinheiro do povo.

Reply

Jà é campanha do LULA, "ELA NÃO ME DAVA OUVIDOS"

Reply