Livremo-nos dos Ps.

Sendo curto e grosso. Sem tese. O PT deixou de ser esquerda, o DEM deixou de ser direita, o PCB virou PPS, o PMDB continua o mesmo de sempre e todos os outros Ps querem a mesma coisa: cargos, emendas, benesses, empreguismo, tráfico de influência... A política virou coisa de profissional. E a militância? Nem a dita esquerda, tampouco a pretensa direita estão confortáveis e felizes. Acabou, gente. Chegou a hora de separar os politicos pelas suas qualidades morais e não pelas suas legendas. Teremos, eleitores e cidadãos, que eleger as nossas propostas para o país e buscar, entre os mais de 500 deputados e os mais de 80 senadores, aqueles que as defendem. Por isso começa a fazer sentido o voto distrital, onde o cidadão elege quem está perto dele, efetivamente. Partidos não fazem mais a mínima diferença. Todos têm lá os seus corruptos, os seus ladrões, os seus bandidos. É hora de separar o joio do trigo. Escolher políticos e propostas, independente do P a que pertencem. Só assim vamos melhorar a nossa democracia suja, enlameada, nojenta, mas a nossa democracia.

27 comentários

Ótimo, Coronel.

Seu post mais o do tio Rei hoje arrasaram.

Já leu o do Reinaldo, que tá causando o maior ti ti ti ?

Está aqui, foi na mosca: O CÂNCER É MESMO O VIGARISTA mór, vulgo 51:

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/o-nome-da-doenca-que-assola-o-brasil-e-luiz-inacio-lula-da-silva/

e aqui :

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/eu-nao-sou-a-supernanny-disso-a-que-chamam-%e2%80%9cpovo%e2%80%9d-ou-de-novo-uma-doenca-chamada-%e2%80%9clula%e2%80%9d/

Reply

enquanto isso ...

Arrecadação de impostos atinge R$900 bilhões.

É muito dinheiro. E é por isso que se rouba tanto, pois não sabem o que fazer com tanto dinheiro.

Reply

Coronel, partido nunca fez diferença no Brasil! O povo brasileiro nunca votou pelo partido. O voto sempre foi em função do paternalismo barato: "me da uma camisa, me da uma cesta básica; me paga uma cerveja... que eu voto eu ti". Cansei de ouvir isso pelo interior do maior estado da federação. O povo também não se da o devido valor e é por isso que repetimos Paulo Maluf, Sarney, Jader Barbalho e tantos outros. Distrital ou não a mesmisse irá continuar.

Reply

Se bem que o TSE não aceitou o registro do PND. Talvez porque um partido nacionalista e democrático seria uma ameaça para esse quadro partidário vigente.

Reply

Eu já sou a favor do voto distrital a muito tempo, só assim podemos cobrar dos deputados quase diretamente.
O PT se lambuzou tanto na corrupção e na grana que ao que parece estão adorando o sistema capitalista.
Também pudera, com grana quem não gosta!!!!

Reply
Johnnie Walker mod

Concordo plenamente com a idéia do voto distrital e coloco-me a disposição para levar a coisa adiante.

Reply

Se ter o politico por perto fosse servir pra alguma coisa, nao elegeriam prefieots canalhas e vereadores canalhas, o q se encontra aos montes em qq cidade. Petralhas tb....

Acho q escolher merda a dedo com com qq criterio, nao resolve, eh soh merda q tem pra escolher mesmo.

Reply

Mesmo diante do seu brilhante comentário informo que NEM AMARRADO PELOS OVOS EU VOTO NO PT.

Pode ser o Pai do Capitalismo o candidato, que eu NÃO VOTO JAMAIS NO PT.

Aliás, no PT, PSOL, PSTU, Pc do B, dentre outros socialistas fedidos.

Fiquei preocupado, Coronel!

Deu a entender que pode ser encontrado algo que preste no PT ou na esquerdolândia imunda.

O seu pensamento pode até se aplicar a outras siglas, menos aquelas esquerdistas xiitas!

Bem, esta é minha humilde opinião que, talvez, está sem muitas teorias, mas, revela o anti-esquerdismo

Reply

Mesmo diante do seu brilhante comentário informo que NEM AMARRADO PELOS OVOS EU VOTO NO PT.

Pode ser o Pai do Capitalismo o candidato, que eu NÃO VOTO JAMAIS NO PT.

Aliás, no PT, PSOL, PSTU, Pc do B, dentre outros socialistas fedidos.

Fiquei preocupado, Coronel!

Deu a entender que pode ser encontrado algo que preste no PT ou na esquerdolândia imunda.

O seu pensamento pode até se aplicar a outras siglas, menos aquelas esquerdistas xiitas!

Bem, esta é minha humilde opinião que, talvez, está sem muitas teorias, mas, revela o anti-esquerdismo

Reply

Ehhhhh coronel.Sinto o amigo triste e ate mesmo conformado.É inglória a luta nao é???? Eu já me afastei um pouco disso tudo.Cansei tambem e as minhas maos sangram de tanto dar murro em ponta de faca. No fundo , no fundo, cada país tem o governo que merece. Nao adianta ficarmos aqui criticando e buscando ideias. Nada do que se possa fazer , é feito fora do congresso.Entao, seria pedir muito, ver esses crápulas legislarem contra o próprio interesse.Nós, aqui, gritamos, mas o nosso grito nao vai mais alem do grito de um mudo.Quem tem instruçao e esclarecimento discute.Quem esta por fora, quem esta a margem da sociedade, aceita. Aceita bolsa isto, bolsa aquilo.É a reserva de mercado de eleitor.Voto certo da cambada.No final, estes elegem e aqueles gritam.
Os partidos, ideologicamente, acabaram.O PSD embora o amigo coronel nao concorde, esta lambendo as botas de Dilma.O PSDB acaba de colocar a última pá de cal na ideologia de oposiçao.Entao,.... entao vou voltar a arrumar minas tralhas de pesca. Afinal, a praia é logo ali a 50 metros de casa. Se o peixe quiser se suicidar, problema dele.
Da mesma forma, se o povo quer se suicidar, problema dele.

Reply

Parece que um dos posts anteriores tinha um bom fundo de verdade:

"O afastamento de Wagner Rossi do comando do Ministério da Agricultura ainda provocará muita encrenca no PMDB de São Paulo.

O ex-ministro soube de uma conversa que teria havido entre o tucano José Serra, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e o presidente da Fiesp, Paulo Skaff, na qual foram discutidas estratégias para afastar Rossi e o grupo de Michel Temer da candidatura de Gabriel Chalita a prefeito.

Depois dessa conversa é que, segundo Rossi, teriam começado a aparecer na imprensa denúncias contra sua Pasta." IG

Reply

Coronel,
não acredito que esses P..., que esses Políticos aprovem qualquer reforma que possa tirar o princípio das Capitanias Hereditárias, que os elege, os reelege e elege seus filhos, sobrinhos, netos e "amigos" dessa horrorosa casta que empobrece o Brasil.

Reply

cel, eu comentei que toda essa nossa conversa não iria tombar nada ,repito não vejo nada de concreto acontecer por causa das redes sociais e internet,pq não somos um povo politizado , temos uma defasagem cultural imensa ,somos um pais relativamente novo ,eu nunca votei em sigla ,voto nas pessoas que eu acho que são boas ,tem formação e ainda não tem nada que deponha contra êles, mas nunca votei e nem votarei no pt mesmo que o temer seja candidato.

EU ODEIO OS FOLGADOS LADRÔES DO PT.

ALCKIMIN QUE LUTA INGLÓRIA ,MAS EU TE ENTENDO ,OU VC É FALSO PRA CACETE

Reply

coturno noturno e reinaldo azevedo, melhores blogs do brasil!

Reply

Necessário saber como os deputados e senadores votam. Muitas vezes é muito diferente de todo o blá-blá-blá deles. A gente acaba sabendo somente o resultado de uma ou outra votação. Seria interessante se que apresentasse o resultado dessas votações de forma objetiva e clara.

Reply

SUGIRO AOS 40 MILHOES QUE VOTARAM CONTRA DILMA QUE NA PROXIMA ELEIÇÃO NAO COMPAREÇAM E NAO COMPACTUEM COM ESSA POLITICA SUJA QUE SE PRATICA NO BRASIL.DIAS ATRAS LI AQUI UM COMENTARIO SOBRE A SUPOSTA ALTERNANCIA DE PODER ENTRE O PT E O PDS, AGORA OS FATOS MOSTRAM A VERDADE.
ABSTENÇAO JA!!!!!!!! EU NAO VOTO MAIS NESSA CORJA!!!!!!!!!!!

Reply

Sei que me chamarão de elitista, mas vejo no voto distrital uma forma de fugirmos do dóminio dos menos esclarecidos. Explico: É certo que as regiões de maior pobreza nos estado e municípios são aquelas, via de regra, com mais densidade eleitoral. A divisão por distritos permitiria que candidatos que concorressem por distritor menos populosos não fossem suplantados por candidatos dos municípios com maior número de eleitores, via de regra os mais pobres e mais sensíveis a políticas populistas.

Cristina

Reply

Também sou favorável ao voto distrital, faz tempo. O sistema que temos hoje não vincula um político eleito ao cidadão que o elegeu. O sujeito vai buscar votos em um estado ou cidade inteira, se elege e não responde a ninguém, apenas a lobistas e grupinhos de pressão. Assim temos representantes dos motoboys, militares, advogados, bancários, sindicalistas, etc. O cidadão comum que não pertence a nenhum desses guetos profissionais ou sociais fica sem representação, mas continua com o dever de pagar a conta da farra. Quando descobrem as falcatruas, o sujeito está pouco se lixando, pois só seus próprios pares podem tirar-lhe o mandato.

O voto distrital pode melhorar em muito essa situação, vinculando o político a um distrito, cujos eleitores terão o direito CASSAR o mandato do eleito e eleger outro em seu lugar se julgarem necessário. É como se houvesse um contrato a ser cumprido pelo político eleito, que pode ser revogado a qualquer momento pelos eleitores. Estes por sua vez serão obrigados a se sentirem responsáveis por quem elegem.

O voto distrital é só o começo de uma reforma. Muito mais tem que mudar.

Reply

Voto distrital ou não sempre pode ter os canalhas manobrando os pauzinhos.
Em um sistema puro o mau político vai tentar só no distrito dele comprar os votos, o pleito fica mais barato aos ladrões. Eleições para deputado têm que ser em dois turnos, o primeiro no partido, onde os filiados votariam diretamente naquele que quer que represente o partido no distrito.O segundo turno junta todos os candidatos de todos os partidos e os vencedores seriam eleitos, cada partido apoiando o seu deputado, o senador é especial, representa o estado e não o eleitor e outros critérios devem seguir a escolha dos senadores como, o deputado mais votado no estado e/ou com mais tempo como deputado, eleições indiretas pelo governador.
Se o regime de governo mudar para o parlamentarismo o modo de escolha do presidente da república torna-se irrelevante pois o poder do governo estaria com o primeiro-ministro, exceto se o sistema for semelhante ao francês, o parlamentarismo com um presidente forte e eleito pelo voto direto. SEM PT VALE QUALQUER FÓRMULA ÉTICA

Reply

CONCORDO 1000%!
MORALIZAÇÃO SÓCIO-POLÍTICA JÁ NO BRASIL!

Reply

"Quem votou em Lula, mesmo sabendo do mensalão e do esquema que era comandado pelo seu partido — e, exceção feita a alguns bolsões de ignorância extrema, era impossível não saber — endossou aquelas práticas, entregou-se à “sem-vergonhice docemente compartilhada”. A democracia é o regime de responsabilização disso a que chamam “povo” — e que eu chamo “pessoas”.

By Reinaldo Azevedo


Pois é, dá pra discordar disso??? As pessoas que votaram no cachaceiro-mor são responsáveis e coniventes com a bandalheira que assola o país.


Chris/SP

Reply

Mas não tenha a menor dúvida disso!
Já havia identificado esta situação. O que importa é o Brasil, chega de ideologias que só cegam aqueles que a defendem. Não há como se identificar com a direita ou esquerda. Quer ver? Em matéria de lei penal, precisamos urgente de leis mais rígidas, e isso é um apelo da sociedade, será que nossos nobres parlamentares não vêem isso?
Por outro lado em matéria de políticas sociais, embora eu faça algumas ressalvas, de uma maneira geral apóio a maioria das atuais diretrizes, afinal o Brasil continua sendo um país extremamente desigual.

Reply
JOSÉ MARIA DE ABREU DE MATOS mod

O partido é importante no sentido de se saber em quem NÃO votar. O voto distrital aumenta, no meu pensamento, o perigo do cabresto. É difícil as pessoas de bem quererem ser candidatas. Com o voto distrital as que quizerem não serão aceitas pelos donos locais dos partidos.

Reply

O PSDB SEMPRE FOI IGUAL AO PT. JA MANDEI E-MAILS PARA OS SENADORES DO PSDB, DIZENDO ISSO.ALIAS,SEMPRE DEMONSTRARAM ISSO....
NAO ME ENGANAM MAIS. SERRA FOI ESNOBADO POR SER UM POUCO DIFERENTE E NAO GOSTAR DO PT....

Reply

Gostei que tenha mencionado o VOTO DISTRITAL. Não vamos abandonar essa idéia!

Reply

O voto distrital ameaça ao país transformar os currais eleitorais que são hoje TODOS, estados inteiros em CHIQUEIROS ELEITORAIS pois os deputados e vereadores serão eleitos por um eleitorado pequeno e conhecido, o clientelismo será mais fácil pois caciques locais conhecem bem os seus índios e presentinhos por fora serão mais fáceis de dar, bolsas família e outras moedas eleitorais.
SEM PARLAMENTARISMO À INGLESA NÃO EXISTE SOLUÇÃO, PRESIDENCIALISMO NÃO COMBINA COM VOTO DISTRITAL.
Para o presidencialismo, um sistema de eleição é o exato inverso, todos os deputados teriam que conquistar 1\555 dos votos ( se poucos tiverem este percentual os partidos que somem votos de deputados para ter mais próxima do 1/555 e eleger.
A roubalheira eleitoral tornar-se-á muito cara e o TSE poderá cassar o registro da candidatura se violar as leis eleitorais.

Reply

Coronel,

Tanto que você já escreveu, tanta experiência e discernimento, pra dizer que "o PT deixou de ser esquerda"? Mas o que o PT está fazendo é EXATAMENTE o que historicamente sempre fez a Esquerda!

Reply