OEA ah, ah, ah.

Assim como ocorreu com Cuba, que mesmo expulsa da OEA manteve relações diplomáticas e comerciais com dezenas de países, o mesmo vai acontecer com Honduras. Daqui algumas semanas, Colômbia, Peru, Costa Rica e outros países estarão formando parceirias com a democracia que venceu o socialismo na América Latina. É só o governo interino ter calma, que é o que mais irrita o bando de narcopresidentes que queria o pequeno país mergulhado em um banho de sangue.

12 comentários

SE LIGA, VAMOS DIVULGAR
O retorno dos mensaleiros

APOSTA NA ‘MEMÓRIA-CURTA’

Onze dos 19 deputados acusados de se beneficiar do esquema de arrecadação irregular do PT pensam voltar ao Congresso ano que vem

A intenção do petista Marcelo Sereno, dirigente do partido na época do mensalão, de realizar uma campanha milionária para concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados pelo Rio de Janeiro, animou outros políticos, envolvidos no escândalo de corrupção, a pensar alto.

Dos 19 deputados que responderam a processo na Câmara por acusação de terem sido beneficiados pelo esquema de arrecadação ilegal do Partido dos Trabalhadores, sete conseguiram ser reeleitos em 2006. Quatro que receberam o cartão vermelho dos eleitores vão tentar retomar a vida política ano que vem.

No grupo que ficou conhecido como mensaleiros na Câmara, Professor Luizinho (PT-SP), João Magno (PT-MG), Josias Gomes (PT-BA) e Romeu Queiroz (PTB-MG) querem recuperar o privilégio de ter uma cadeira no Congresso. Luizinho, antigo líder do governo na Câmara, acusado de lavagem de dinheiro, sequer conseguiu vaga na câmara municipal de Santo André, no ABC paulista. Mesmo assim, já disse a amigos que estuda sair candidato.

Reply

Ontem ocorreu uma grande manifestação em frente à Casa Branca contra a volta de Zelaya à presidência de Honduras. Não soube se foi notícia no Brasil mas aqui foi noticiado pela rede Telemundo51.

Mago

Reply

Bom dia, Coronel
O.E.A.?
Desculpe-me, mas essa organização decaiu até no abecedário.
Agora pode ser tratada por O.E.B. - Organização dos Estados Bolivarianos.
Eles ainda vão expulsar a Colômbia; é só este país derrotar, de uma vez por todas, os narcotraficantes das FARCS.

Reply
Paulo Borchio mod

E quem tem tudo para instalar o tsunami que deverá varrer a corja esquerdopata bolivariana do mapa é exatamente a Colombia que por sinal já começou com o caso das armas suecas que o baitola bolivariano forneceu às farc.

Reply

Coronel,
Desse episódio, pode-se extrair uma lição: com gente dessa (zé) laia não se pode cometer erros. E o governo Micheletti cometeu um grande erro ao mandar Zelaya para fora do País, em vez de colocá-lo em uma penitenciária, ou, no mínimo, em prisão domiciliar. Ao contrário do que fez, devia era tê-lo impedido de sair do País, até que tudo fosse apurado contra ele. Expulsando-o, deu palanque para que ele se movimentasse e fizesse toda essa onda que já dura um mês. Por sorte, Zelaya é de um primarismo e de uma burrice monumentais - basta ver o recado insolente que mandou agora ao governo americano, do qual tanto depende e precisa - o que permitiu que o governo hondurenho fosse, pouco a pouco, controlando e virando o jogo. Essa batalha já está ganha, mas teria sido mais fácil se não houvessem deixado o marginal solto por aí.

Reply

Na Folha, o Marco Aurélio Top-Top Garcia diz que, se nada for feito contra Honduras, ele teme uma "nova onda de golpes" na América Latina. É praticamente uma confissão. Ele sabe que, se os hondurenhos vencerem a parada, está dada uma nova forma de combate ao avanço do totalismo bolivariano no continente. Temos que rezar para que o Michelletti segure a peteca e basicamente não faça nada e aguente bem a parada, sem partir para a violência.
Fernando José - SP

Reply

AMIGÃO DO LUIZ PINGÁCIO, DEMOCRÁTICO DEMAIS !!!!!

Do Trem Azul

a suécia
quer saber


Hugo Chávez e a comunistada bananeira bolivariana sul-americana dizem ser intriga. Mas o fato é que armamento pesado, fabricado na Suécia e vendido regularmente ao exército venezuelano foi apreendido com os terroristas das Farc colombianas. A descoberta de bucólicos lança-foguetes antitanque AT4, fabricados pela empresa sueca Saab Bofors Dynamics, é a prova, não menos que isso, de serem verdadeiras as informações encontradas em emails trocados por generais venezuelanos de Chávez e terroristas das Farc, entre eles Raúl Reyes, aquele que foi explodido num acampamento no Equador.

A informações e especificações sobre os equipamentos encontrados com as Farc são da revista especializada em armamentos britânica Jane's. E em sua última edição, a revista colombiana Semana também revela que, em duas operações, em julho e outubro de 2008, o Exército encontrou vários lança-foguetes de origem sueca nos acampamentos das Farc. A embaixada da Suécia em Bogotá, Colômbia, confirmou que os números de série dessas armas correspondem a um lote vendido pela empresa Saab Bofors Dynamics ao Exército da Venezuela.

Há ainda mais informações circulando pela imprensa, falando em armas russas também intermediadas por Hugo Chávez para os seus amigos das Farc. Veio do jornal El Tiempo essa informação, no começo deste mês. Agora, fica por conta da apreensão das armas a comprovação dos fatos denunciados. Nem deve demorar, pois as Farc vêm sendo dizimadas por ataques das forças colombianas e seu armamento vem sendo apreendido de baciada. E a Suécia está esperando explicações de Chávez.

Reply

FOLHA ON LINE
28/07/2009 | 10:06
Sócio de Dantas fez doação de R$ 270 mil para campanha de José Sarney
O senador José Sarney (PMDB-AP) recebeu em 2006, como doação para a campanha que o reelegeu, R$ 270 mil do empresário Richard Klien, sócio do banqueiro Daniel Dantas na empresa Santos Brasil, indiciado pela Operação Satiagraha, da Polícia Federal, e condenado em 2008 por corrupção pela 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

De acordo com uma reportagem da "A Folha de S.Paulo", a filha do senador, Roseana Sarney, também recebeu de Klien mais R$ 240 mil para sua candidatura derrotada ao governo do Maranhão (ela acabou tomando posse em abril, depois que o eleito foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral).

No total, a família Sarney ficou com 83% das doações feitas pelo empresário em 2006, o que significa 17% dos gastos totais da campanha de Sarney. No ano passado, Klien doou R$ 250 mil para o Diretório Nacional do PT, em Brasília, e o suplente do conselho de administração da empresa, Thomas Klien, doou R$ 150 mil para o Diretório Nacional do PSDB.

Reply

Prezado, li agora este artigo comentando que tropas especiais colombianas vão lutar no Afeganistão. Agora é que o Chavez vai pirar de vez

http://www.cbsnews.com/stories/2009/07/27/eveningnews/main5192173.shtml

Reply

off topic:

nova premiação para yoani sánchez (geração y):

http://www.chron.com/disp/story.mpl/sp/us/6549466.html

humberto sisley

Reply

Off topic
UFJF oferece cursos para militantes de Movimento Sociais

A Universidade Federal de Juiz de Fora, forma grupos do MST em assuntos políticos. O mais recente é o Curso de Especialização em Estudos Latino Americanos. Com o dinheiro público, a UFJF ensina como seguir os exemplos de "Simon Bolívar, José Martín, Che Guevara, Mariategui, atualizando-a a partir da articulação dos movimentos sociais e das lutas dos camponeses no mundo, afetados pelas políticas da OMC e das grandes empresas transnacionais".
No dia 20 de Julho, os militantes tiveram aula como o doutor em Ciências Sociais da Universidade de Havana, professor Luiz Armando Suárez Salazar: História Política na América Latina.

Flávia

Reply

Coronel : o tempo é o senhor da vida ,logo mais tudo entrará nos eixos ,menos o medo dos bolcheviques que só aumentará. Abraços

Reply