FHC desmonta entrevista de Dilma e discorda do PSDB: PT deve continuar existindo para pagar seus pecados.


Depois de o PSDB protocolar na Procuradoria-Geral Eleitoral uma representação em que pede a extinção do PT, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso saiu em defesa do partido da presidente Dilma Rousseff. 

"O PT representa parcelas da opinião brasileira e, como tal, melhor que continue ativo, que se livre das mazelas que o acometem e que o PSDB se prepare para vencer dele nas urnas", afirmou à Folha, em entrevista por e-mail, neste domingo (24). 

Embora diga que não haveria razão para ser consultado sobre a ação, já que não faz parte da "hierarquia formal de mando do PSDB", o ex-presidente afirmou que, se consultado, "diria ser mais apropriado deixar que os procuradores cuidem desse tema". 

"O PSDB já fez o que lhe cabe: uma consulta ao Tribunal Superior Eleitoral sobre o uso de recursos ilícitos na campanha de 2014. Da resposta afirmativa a essa investigação pode até mesmo caber nulidade de registro partidário. Se a lei assim dispuser, nada a fazer, senão cumpri-la." 

O ex-presidente voltou a dizer que o avanço do processo de impeachment da presidente Dilma ficou difícil, citando problemas de congressistas na Justiça. "Em um Congresso cujos chefes principais estão sob suspeita judiciária e que, eventualmente tenham usado o impeachment como manobra de defesa de seus interesses e não por sua legitimidade intrínseca, ficou difícil separar alhos de bugalhos", afirmou o tucano. 

Ele defende, porém, que há base legal para impeachment, citando as, segundo disse, "reiterada pedaladas fiscais" e o uso de recursos públicos para fins eleitorais. "Engana-se a presidente ao imaginar que por estar convencida de que não se beneficiou de malfeitos está imune a ações de impeachment. Este abrange a responsabilidade político-administrativa, mesmo quando não se trata de 'crime' praticado pessoalmente." 

Segundo o tucano, o dirigente que sofre um impeachment não necessariamente se transforma em réu."Sua penalidade é deixar o cargo, por haver desrespeitado normas constitucionais, como no caso das pedaladas fiscais. Ao mesmo tempo, há a recessão econômica e a incapacidade de superar a conjuntura fiscal negativa." 

COMPARAÇÕES
Para ele, a comparação que Dilma fez da discussão sobre o impeachment com a crise política vivida por Getúlio Vargas (1882-1954) foi infeliz. "O forte da Presidente Dilma não é seu conhecimento da história. O pedido de impeachment de Getúlio se deu em um contexto de alta radicalização política, exacerbada pela Guerra Fria, que envolveu na briga as Forças Armadas e mesmo setores internacionais. Fazia-se crer que haveria a repetição no Brasil da República sindicalista do peronismo." 

No caso de Dilma, ele afirma, seria mais apropriada a comparação com a experiência vivida pelo ex-presidente Fernando Collor, "quando as consequências da retenção dos depósitos bancários criaram uma exasperação na sociedade e a pouca habilidade do presidente em lidar com o Parlamento, associado a imputações de corrupção palaciana, levou o país a sustentar o impeachment". 

LAVA JATO
O tucano também afirmou que a presidente Dilma, ao dizer em entrevista à Folha "há pontos fora da curva" na Lava Jato, tenta "diluir a gravidade dos fatos revelados" pela operação. Para FHC, as críticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à forma como a apuração da Lava Jato está sendo conduzida cria um clima para que surjam ações para anular as provas da operação. 

"Os acordos de colaboração constituem instrumentos legais aprovados pelo Congresso. Tentar desmoralizá-los cria um clima que favorece ações futuras de nulidade das provas por inconsistências processuais", afirmou. 

O ex-presidente disse ainda que a carta em que advogados repudiam "abusos" na operação perde "peso pelo fato de muitos dos subscritores serem advogados dos acusados", podendo, segundo diz, "haver interesses menos nobres em sua sustentação".

20 comentários

Comparado à lulla, FHC é um lord, sem dúvida. Sua análise é pertinente, factual e desprovida de rancor. São apenas fatos do cotidiano brasileiro pós 2003, infelizmente. O Brasil só muda com lulla na papuda! ponto

Reply
Daniel Camilo mod

Por isso o PSDB desses caciques como o FHC está perdendo eleitorado. O PT já é considerado uma quadrilha. Qual parcela da sociedade ainda acredita no PT? Só os desinformados e os sustentados por ele. Tem hora que não entendo o PSDB, pois bem na hora que o PT já está morrendo o FHC, José Serra e Alckmin o salvam.

Reply

O mal deve ser extinto pela raiz e não deixar sangrar. Já vimos esse filme no mensalão e deu no que deu: continuaram com sua ignóbil arte de surrupiar!

Reply

FHC salvando o PT...novamente!

Cala a boca, FHC!

Reply

Na democracia deve haver partido comprometido com os valores democráticos, não partido que os golpeia, como faz o PT. Partidos marxistas, assim como os fascistas, são antidemocráticos por sua própria natureza e, por isso mesmo, não devem ser tolerados numa democracia que se preze. Admitir o contrário, como faz FHC, é expor a democracia ao suicídio.

Com esse argumento chinfrim de FHC, até um partido nazista deveria ser aceito na democracia.

Reply

Coronel,

O FHC é esperto e sedutor.

Não quer que o PT seja extinto para não sujar, novamente, a biografia da Esquerda Brasileira(vide PCB).

O gênio da liberação da maconha acha que acertou em 2005. #sqn

JulioK

Reply

Pode discordar de FHC aqui? Se não tem o que falar, pois ninguém perguntou-lhe nada, então cale-se FHC!

Reply

FHC tem origem marxista.
Dilma tem origem marxista.
Dá para entender ?

Reply

Por quê non te callas?

Reply

Concordo com JulioK!

Reply

CORONEL, admiro muito o FHC,mas tem certos momentos que ele ajudaria bem mais se ficasse calado, pois não sou e milhares de brasileiros não são também desinformados e alienados de tudo e para tudo, além disso possuímos conhecimento político e histórico sobre aqueles que foram, são e querem ser detentores do poder, mesmo sabendo que nestes últimos mais de 13 anos só leigo, analfabeto político e parasitas que vivem de todos os tipos de vantagens e bolsas, que votaram, votam e defendem estes mentirosos, corruptos, quadrilhas e meliantes para todos os fins, gostos e bolsos que fazem parte do desgoverno do PT e seus aliados.

ABS...

Reply

Quem tem que pagar os pecados não é o PT, mas o petistas, assim como todos os corruptos, independente do partido.

Essa declaração me cheira à blindagem que deram para o Lula no primeiro escândalo, quando garantiram a "governabilidade" em troca de "deixar o partido sangrar".

Deu no que deu.

Senhor FHC: não se cria cobra em quintal.

Reply

Têm razão os comentaristas das 12:39 e 12:47. O sociólogo (reincidente) deveria saber que se trata de uma questão do império da lei, que vale para todos e por todos deve ser respeitada e cumprida, e não da pretensa "representatividade" dos seus compagnons de route.

Reply

Fala aí mineirada trouxa:

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

AS MORDOMIAS DO GOVERNADOR FERNANDO PIMENTEL DO PT:





Em plena crise econômica e com salários dos funcionários públicos atrasados, o governo de Minas Gerais planeja gastar R$ 718 mil em lagosta, queijos e outros produtos de alta gastronomia este ano.

As cozinhas dos palácios Tiradentes e da Liberdade, ambos gabinetes do governo estadual, e Mangabeiras, residência oficial do governador Fernando Pimentel (PT), receberão 75 quilos do queijo grana padano, de origem italiana (R$ 193 o quilo), 40 quilos de filé de lagosta (R$ 197 o quilo) e 140 quilos de carré de cordeiro, proveniente do Uruguai (R$ 150 o quilo), entre outros produtos.

Além da comida, o governo mineiro está gastando R$ 191 mil para receber flores para a decoração dos palácios. Foram quatro pregões para abastecer o ano de 2016 desses artigos.

O valor das compras dos pregões, realizados entre dezembro de 2015 e este mês, totaliza R$ 718 mil. Segundo o governo, esse montante é uma previsão e inclui gastos de outros poderes e para comitivas internacionais.

Na última terça-feira (19), Pimentel pediu desculpas em vídeo aos funcionários públicos de Minas Gerais pelo atraso e parcelamento dos salários das pessoas com remuneração líquida mensal superior a R$ 3.000.

"No ano passado, fizemos muita economia. Cortamos os gastos da máquina pública (,,,) ainda assim não foi possível evitar a medida (o atraso e parcelamento dos salários) que tivemos que anunciar", afirmou o petista no vídeo.

O déficit no orçamento do Estado este ano é estimado em R$ 8,9 bilhões. As receitas previstas são de R$ 83,10 bilhões frente a R$ 92,02 bilhões de despesas. - Blog do Aluizio Amorim -
Postado por Altamir Pinheiro às 1/25/2016 12:13:00 PM Nenhum comentário:

Reply

a verdade é que a vontade do povo é ver o pt no inferno, hahaha, hahahha, mas ate seria bom ver a anta e o pt agonizando ate 2018 com o pais aos pedaços, pt perda total.... hahahha

mas vamos ao impeachment , vamos as ruas

Reply

Espero sinceramente que O Antagonista não repercuta essa entrevista, ela é um prato cheio para a extrema direita que se acha dona da área de comentários.
Ticu Soares

Reply

Pode até ser desprovida de rancor, mas não é possível ser conivente com aqueles que mais de afundam uma Nação de 200 milhões de pessoas por um projeto de poder e enriquecimento ilícito.
A Ucrânia depois vivenciar a morte de mais 7 milhões de ucranianos entre 1932/33 e mais de 14 milhões até 1939

https://www.youtube.com/watch?v=UqSmVJEIL0Q

Pensa bem diferente:

" GOVERNO DA UCRÂNIA PROIBE EXISTÊNCIA DE PARTIDOS COMUNISTAS E NAZISTAS. É O QUE DEVERÁ OCORRER TAMBÉM NO BRASIL. TEMOS QUE NOS LIVRAR DESSA PESTE."

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/07/governo-da-ucrania-proibe-existencia-de.html

Será que nosso dinheiro que "financia" bilhões para governos totalitários não diz nada ao Lorde FHC?

Reply
Despetralhando mod

Não é hora do tucanato fazer boca boca na petralhada, é hora de desligar o aparelho e se precisar colocar o travesseiro nas fuças.

Reply

Antes era - "vamos deixar sangrar"....agora é: "pagar seus pecados"....
Estamos bem arrumados com essa gente.....

Reply

Frouxo!

Reply