Envolvida em denúncias de corrupção desde o mensalão, área de Comunicação da Petrobras emprega 1.146 pessoas.

(Folha) A nova diretoria da Petrobras começou a passar o pente-fino na estrutura da estatal e levou um susto. Atuam hoje na comunicação 1.146 pessoas, número fora do padrão em qualquer comparação. A anglo-holandesa Shell fatura o triplo da Petrobras, mas a equipe que cuida de sua imagem em 70 países é metade do time da brasileira. Com uma receita que é pouco mais de metade da da Petrobras, a Statoil dá conta do recado com 172 pessoas. Focada em exploração e produção, a norueguesa precisa de menos gente na comunicação. 

A Folha teve acesso a um levantamento interno, pesquisou o cadastro dos funcionários e obteve dados via Lei de Acesso à Informação. Trata-se de um exército de relações-públicas, publicitários, jornalistas e técnicos de segurança da informação etc. Essas pessoas cuidam do relacionamento da Petrobras com a imprensa, com os funcionários e com as comunidades locais. Também decidem patrocínios e publicidade e atuam nas redes sociais. 

No ano passado, a Petrobras gastou R$ 1,74 bilhão com relações institucionais e projetos culturais.
O total de funcionários refere-se só à holding. Não entram nessa conta os profissionais contratados diretamente por subsidiárias como Transpetro e BR Distribuidora. No Brasil, a estrutura da Petrobras não tem rival. Na Vale, 45 pessoas cuidam da comunicação. Até no setor de serviços, que lida com o público, os números são menores. A comunicação do Banco do Brasil tem 105 pessoas. 

Uma pesquisa da Aberje (associação de comunicação empresarial), de 2012, revela que 179 grandes companhias brasileiras (excluindo Petrobras) tinham, juntas, 1.500 pessoas na área. Ou seja, a Petrobras, sozinha, emprega o equivalente a 76% da equipe de todas essas empresas. Procurada, a Petrobras informou que tem gerências de comunicação em todas as suas áreas de negócios, nas operações no exterior e nas subsidiárias e que avalia um novo modelo de gestão, com maior sinergia entre as diretorias para maior agilidade. 

APARELHAMENTO
 
A comunicação da Petrobras foi comandada desde o início do governo Lula pelo sindicalista Wilson Santarosa, indicado pelo PT.Considerado intocável, Santarosa acabou demitido quando a nova diretoria assumiu, em fevereiro, em meio à crise provocada pela Lava Jato, que desvendou esquema de propinas na empresa. Segundo apurou a Folha, a comunicação inchou com a contratação de funcionários sem concurso via empresas de recrutamento. Dos 1.146, 627 são terceirizados. 

Outro motivo da explosão de pessoal é a descentralização das atividades. A Petrobras possui uma gerência de comunicação institucional, subordinada à presidência, com 469 pessoas. Outros 677 funcionários estão espalhados em vários cantos do país. Cada diretoria tem seu próprio departamento de comunicação. Na de exploração e produção de petróleo, por exemplo, são 35 profissionais. 

O modelo de terceirização da Petrobras é raro no mercado. Os prestadores de serviço trabalham exclusivamente para a estatal dentro dos prédios da empresa. A única coisa que os diferencia é o crachá marrom, enquanto os empregados utilizam o verde. Em grandes empresas, a praxe é contratar agências de comunicação, que trabalham com equipes que prestam serviço para várias empresas ao mesmo tempo.

19 comentários

agora se entende porquê a anta dá tanta informação erada e comprou pasadena! é muita informação para quem tem só um neurônio e zero sinapses....

Reply

Coronel,
nesta semana tive o desprazer de participar em reunião com alguns funcionários de empresa estatal ligados a CUT. A imbecilidade foi tamanha que os mesmos queriam resolver problemas de ação governamental e política de estado através de gerentes que são meros executores das determinações do governo. São estas pessoas que estão governando. Vi que não existe plano fiscal ou medidas de ajuste enquanto esses quadrúpedes estiverem comandando. Somente em 2018 se os otários resolverem mudar o voto é que começaremos a ter uma perspectiva melhor.

Reply

alguma duvida de que esse pessoal quer manter a empresa estatal apenas para servir de CABIDE DE EMPREGO???

vão cortar a pensão das viúvas pra manter as tetas...

Reply

Essa gente não tem um pingo de zelo pelo dinheiro do contribuinte, gastam como se não houvesse amanhã esquecendo que dinheiro não dá em árvore e a única saída é tirar esse povo cupim de lá.

Reply

É espantoso. A Petrobrás desenvolveu o mais nefasto tipo de gestão no Mundo.
O HIPER-APARELHAMENTO!!!
Nunca se viu na história do Mundo tal descalabro de gestão.
E a soberana, insistindo, mentindo como sempre, se esgoelava aos quatros ventos que a empresa era uma modelo de governança.
dilma: mais uma vez mentirosa!!
Pior ainda continia com a faixa (emlameada, corrupta) presidencial.
Que descalabro!!

Reply

Agora se entende pq nenhum funcionário da empresa se rebela e bota a boca no trombone. Ha sempre vantagens para todos os gostos e tamanhos. Privatização já.

Reply

17 de maio de 2015 08:15

Mudar o voto? Vai sonhando, enquanto tivermos urnas eletrônicas, sem possibilidade mínima de recontagem de votos, NADA, nem 2018, 2022, 2026 ....mesmo se os otários mudarem o voto.

Reply

É MUITO PETISTA VAGABUNDO mamando nas tetas do governo brasileiro.

É POR ISSO O CONTRIBUINTE NÃO AGUENTA MAIS.

CADEIA PARA ESSA QUADRILHA E SEU CHEFE CACHACEIRO CRÁPULA .

CASSAÇÃO DO PT JÁ!

Reply

Anônimo 08:15

Não adianta mudar só o voto, tem de trocar as urnas eletrônicas.

Você não leu sobre a Smartmatic???? É esta empresa que atuou em 2014 para fazer a anta vencedora.


Chris/SP



Reply

Além dos otarios mudar o voto precisa também que os imbecis não anulem ou deixem de votar.

Reply

Dilma nao dura ate o fim do ano o Pmdb vai enforcar ela so esta esperando o momento certo.

Reply

Se forem a fundo irão descobrir que estão a serviço da propaganda do PT.

Reply

Temos que tirar a quadrilha do poder. Ninguem aguenta mais. A cassação ou o impeachment e medida imperiosa para o Brasil voltar a crescer. Se não conseguirmos assim teremos que buscar outras saídas. A união do povo de bem e essecial.

Reply

Nem há o que comentar. É impensável que a PETROBRÁS precise de um exército de jornalistas e profisdsionais afins para cuidar da comunicação da empresa. Por êsses padrões, quantos milhões de comunicadores cuidam da publicidade do governo americano? Olha que os isteites AINDA são a maior economia da Terra. Vai ter cabide de emprego assim na CHINA!

Reply

Os governos Sarney e Collor levaram o Brasil ao fundo do poço.Os governos Itamar Franco/FHC consertaram o sarilho e trocaram a corda,fizeram subir um pouquinho,aí vieram as picaretas para cavarem o poço e afundarem o Brasil que irá necessitar de muitas gerações para consertar os estragos gerados.

Reply
fred oliveira mod

O pt usa de muita hipocrisia. Diz que é contra a terceirização mas a pratica, como na petrobrás.

Reply

A terceirização na PTrobras atingiu níveis vergonhosos! Estamos falando de uma empresa pública, que deveria contratar por concurso, e tá aí contratando a companheirada certamente.

Pior lástima no setor público, pior do que o funcionário público petralha (aquele que não trabalha e sim, eles existem) são esses terceirizados ou por serem petralhas infiltrados ou por serem trabalhadores escravos.

Reply

Privatização ampla, geral e irrestrita da Petrobrás JÁ!!!

Reply

Seria o caso de divulgar quantos funcionários a Petrobrás percisa para produzir 2,2 milhões de bd de petróleo em comparação com sua congeneres. Com certeza só não vai perder para a PDVSA da Venezuela, onde tem companhero bolivariano que trabalha até em Cuba.A título de informação, quando FHC deixou o govêrno em 2002 a Petrobrás produzia 1,6 milhão de bd e empregava 45 mil funcionário, hoje, com uma produção que não aumentou mais do que 30% em 13 anos, emprega o dobro.

Reply