Dilma esquece promessas e deixa "Minha Casa, Minha Vida" na rua da amargura.

(Informações Estadão) Além do corte de despesas no Orçamento deste ano, que deve ser da ordem de R$ 70 bilhões a R$ 80 bilhões, o governo vai reduzir a previsão de receitas e de gastos obrigatórios. Também vai alterar a projeção oficial para o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) e da inflação. As mudanças serão anunciadas até sexta-feira.

A maior parte do corte será feita pela retenção de despesas discricionárias (que não são obrigatórias), como investimentos e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Também serão cortados investimentos financeiros, como os gastos com o programa habitacional Minha Casa Minha Vida. Segundo apurou o Estado, o corte desse tipo de despesa deve somar cerca de R$ 65 bilhões.

Corte na carne. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nesta segunda-feira que o corte de despesas planejado pela equipe econômica é uma “disciplina nas despesas discricionárias” e que o número em estudo vai provar que o governo “está respeitando todas as suas responsabilidades e cortando na carne”. No caso do Minha Casa, Minha Vida, do FIES e dos direitos trabalhistas, Dilma está cortando na carne dos brasileiros mais pobres, justamente os que a elegeram em cima de um mar de lama e de uma campanha criminosa e mentirosa.

9 comentários

O senador Renan poderia aproveitar a casa cheia,para colocar em votacao o corte do ministerio para 20 ministros. assim estaria cortando o desperdico ,porque os 19 que seram cortados so serve para ficar viajando
pelo Pais para fazer campanha do PT.

Reply

'Metamorfose'

De 'Minha Casa, Minha Vida' para...


'Cadê Minha Casa, Sua Bandida?!'

Reply

Nossa, vão cortar o programa ¨Meu barraco, minha vida miserável¨? Azar destes parasitas inúteis. Continuem votando no PT, seus emprestáveis!

Reply

Para esses 'contemplados' com o Minha casa minha "vichiii" só temos a dizer BEM FEITO. O trabalhador honesto que nunca tem nenhum privilégio e só leva no 'lombo' as cagadas desse desgoverno, quanto menos parasita se aproveitando das maracutaias desse desgoverno, melhor.

Reply

Cortar pela metade:
- os ministérios,
- os 24 mil cargos comissionados,
- as despesas com cartões corporativos
- diminuir despesas da máquina pública,

nem pensar, né????

Não foram só alguns pobres que elegeram a anta; há muitos banqueiros e grandes empresários que não querem largar o osso. Só querem continuar a mamar nas benesses.

Que se lasquem, todos!


Chris/SP





Reply

Coronel,

estão cortando é na carne do povão. Os idiotizados que votam eternamente no PT. Por um lado, é bem feito para essa massa ignorante e vendida por uns trocados sofrer bastante e acordar!!

A pergunta que não quer calar: quando vão cortar uns 20 ministérios ineficientes? Quando vão acabar com alguns milhares de cargos comissionados e inúteis?

ABERTURA DO SIGILO DOS CARTÕES CORPORATIVOS JÁ!

ABERTURA DO SIGILO DO BNDES JÁ!

Flor Lilás

Reply

Deixa o povo se f...... quem mandou vender por migalhas agora toma!!!!!!

Reply
fred oliveira mod

Dilma e' ilegitima. Foi eleita em cima de mentiras, sem falar em sua campanha irrigada com dinheiro de propinas. Renuncia, cassaçao ou impiechement, tanta faz.

Reply

Nos vivemos em un pais democratico, votar em quem achar melhor, nao quer dizer q sao emprestaveis.

Reply