Os milionários petistas da Casa Civil.

(Matéria Revista Veja) O poder do chefe da Casa Civil da Presidência da República, como quase tudo no governo do PT, é uma relação incestuosa entre o partido e o Estado. José Dirceu, que foi ministro da Casa Civil na fase inicial do primeiro mandato de Lula, já abriu os trabalhos ampliando os poderes de sua pasta. Ele comandava a máquina partidária e vendeu aos radicais a ideia de que Lula só se elegeria em 2002 com a suavização do discurso socialista estatizante e hostil ao livre mercado. Deu certo, e a figura de leão vegetariano colada a Lula funcionou na costura das alianças e nas urnas. 

Em retribuição, José Dirceu tornou-se superministro, condição que alardeava aos quatro ventos com variações desta frase: "Ele é o presidente, mas quem manda no governo sou eu". Dirceu e a Casa Civil foram os guardiões e os fiadores dos acertos e compromissos firmados com políticos poderosos e grandes empresários. Parte desse enorme poder encarnado por Dirceu na Casa Civil foi passada a seus sucessores na pasta. Com o poder, tornou-se hereditário também o hábito de o titular usar o ministério como balcão de negócios e, uma vez fora, lançar mão de sua influência junto a quem ficou para continuar operando. 

Qualquer negociação estratégica com o setor produtivo e o Congresso passa necessariamente pela Casa Civil, que, com mais ou menos delegação, dependendo da circunstância, representa a vontade do presidente na definição de obras de infraestrutura, liberação de linhas de crédito em bancos oficiais, vetos e indicações para os mais altos cargos da administração pública. 

Dos seis ministros que assumiram a Casa Civil nos últimos doze anos, três nutriram o sonho de chegar à Presidência. Dilma Rousseff conseguiu, José Dirceu e Antonio Palocci foram abatidos em pleno voo, e Aloizio Mercadante, o atual ministro, mesmo no alvo do fogo amigo, mantém-se firme no curso.

​Mas com o poder costuma vir o abuso do poder, e não é surpresa para ninguém que a Polícia Federal e o Ministério Público estejam investigando o enriquecimento dos antigos ocupantes do superministério. Se falhou na política, Dirceu - o "guerreiro do povo brasileiro", "o revolucionário socialista" - prosperou como consultor. Só das empresas investigadas no escândalo da Petrobras recebeu mais de 10 milhões de reais. O ex-ministro Antonio Palocci, que assumiu o posto no início do governo Dilma, também enriqueceu sem precisar de muito esforço. Descobre-se agora que até mesmo a mais discreta, a mais humilde e a aparentemente mais despretensiosa ocupante do cargo, a e­x-ministra Erenice Guerra, também carimbou seu passaporte vermelho para esse seleto clube de milionários.
 
Há duas semanas, a Polícia Federal e o Ministério Público deflagraram a Operação Zelotes, que tem como alvo uma quadrilha que vendia facilidades no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda (Carf). Integrado por representantes do governo e dos contribuintes, o Carf funciona como uma espécie de tribunal em que pessoas físicas e empresas podem recorrer das multas aplicadas pela Receita Federal. Atualmente, tramitam no órgão centenas de processos, cujos valores alcançam quase meio trilhão de reais. Cifras que encheram os olhos - e os bolsos - de muita gente. 

A investigação identificou um grupo que, atuando em parceria, oferecia veredictos favoráveis no conselho em troca de polpudas propinas ou, nos casos mais sofisticados, uma taxa de sucesso sobre o valor que eventualmente conseguissem abater dos débitos fiscais das empresas. Estima-se que eles possam ter causado aos cofres públicos um prejuízo superior a 19 bilhões de reais.

Foram apontados como participantes do esquema lobistas, advogados e membros do próprio conselho. Até a semana passada, no entanto, o caso parecia incluir apenas aquela ar­raia-miúda da corrupção que costuma florescer à margem da burocracia que cria dificuldades para vender facilidades. Parecia. 

VEJA teve acesso a documentos apreendidos pelos investigadores. Durante a operação, a polícia recolheu uma procuração que revela que a ex-ministra Erenice Guerra atuava em parceria com um dos chefes da quadrilha do Carf. Como seus ex-colegas de ministério, a petista surge mirando ganhos de milhões de reais. Como seus antigos colegas de ministério, o enredo em direção à fortuna mistura contratos de gaveta, procurações cruzadas, taxas de sucesso. Assim como os velhos companheiros de partido, Erenice se rendeu à sedução do dinheiro. A exemplo dos criminosos do PT, converteu-se da pior maneira possível.

Erenice Guerra nunca chamou muita atenção, nem dentro nem fora do partido. Funcionária do governo de Brasília, trabalhou na Secretaria de Segurança Pública. Levava uma vida modesta, num bairro de classe média de uma cidade-satélite do Distrito Federal. Com a chegada do PT ao poder, foi indicada para compor o governo de transição, ocasião em que conheceu e se aproximou de outra burocrata, Dilma Rousseff. E veio a guinada na carreira. 

Em 2003, Erenice foi nomeada chefe da consultoria jurídica do Ministério de Minas e Energia, comandado por Dilma Rousseff. Quando Dilma assumiu a Casa Civil, a assessora a acompanhou, ocupando o cargo de secretária executiva, o segundo mais importante da pasta. Em 2010, Dilma deixou o governo para se candidatar à Presidência, e Erenice, no vácuo da amiga, to­rnou-se ela própria a ministra-chefe da Casa Civil. Foi um breve reinado, de apenas cinco meses, abreviado pelo escândalo no qual ela foi acusada de atuar em favor dos negócios do marido e do filho. 

Fora do Planalto, Erenice, especialista em direito sanitário, abriu um escritório de advocacia. Instalado numa das áreas mais nobres de Brasília, o escritório da e­­x-ministra logo passou a ser ponto de peregrinação para empresários de diferentes setores com interesses no governo. Com o acesso, os contatos e a fama que tinha e ainda tem no governo, nada melhor do que contratá-la para ajudar a solucionar problemas de toda ordem. Os documentos apreendidos pela polícia põem Erenice no centro do escândalo da Receita e ajudam a compreender o segredo de Midas. 

Um deles é um contrato firmado entre ela e o braço brasileiro da Huawei, gigante chinês da área de telecomunicações. Erenice se compromete a prestar à companhia "serviços profissionais relativos à defesa fiscal da contratante no âmbito da Administração Tributária Federal". Na prática, incumbiu-se de defender os interesses da Huawei no Carf, o tribunal da Receita no qual agia a quadrilha especializada em vender decisões. E o mais grave: para garantir o sucesso da empreitada, a ex-ministra se associou ao advogado José Ricardo da Silva, então membro do conselho e um dos mais destacados integrantes da quadrilha.

Em valores atualizados, a Huawei discute no Carf um débito de 705,5 milhões de reais, resultante de cobranças efetuadas pela Receita Federal. Nos documentos apreendidos, está estabelecido o prêmio a ser pago a Erenice em caso de êxito: 1,5% do valor que a empresa deixaria de recolher aos cofres públicos. Admitida a hipótese de a cobrança ser anulada integralmente, caberiam a ela nada menos que 10 milhões de reais. O contrato foi acertado em 2013. José Ricardo ocupou o conselho do Carf até fevereiro do ano passado. 

Resumindo, Erenice se associou a um conselheiro do Carf para atuar em favor de uma empresa multada pelo próprio Carf. A relação de Erenice com José Ricardo fica evidente numa "procuração de gaveta" também apreendida. E mais: quando estava na Casa Civil, Erenice já dava uma mãozinha aos planos de José Ricardo de ampliar seus poderes sobre as decisões da Receita.

Mensagens eletrônicas a que VEJA teve acesso mostram a ação de Erenice para ajudar o advogado. Numa delas, encaminhada ao e-mail funcional dela no Palácio do Planalto, José Ricardo escreve a um irmão da ministra, também advogado, e também sócio na empreitada junto à Receita. Ele pede a intervenção de Erenice na composição do Carf: "Segue apresentação da pessoa que lhe falei, apta a ocupar a presidência do Primeiro Conselho de Contribuintes do Ministério da Fazenda". Com a mensagem, seguiu um anexo com o nome do próprio José Ricardo e de quatro sócios dele - três dos quais também foram conselheiros do Carf e figuram no rol de investigados na Operação Zelotes. Erenice, logo após receber o texto do irmão, responde: "Estou enviando curriculum dos meninos. Bjs".

Eis a receita de sucesso que leva muita gente em Brasília a construir fortunas de uma hora para outra. Enquanto estava no governo, Erenice plantava as bases de uma estrutura com a qual viria a se associar depois, para ganhar dinheiro à custa dos cofres públicos. E esse é apenas um dos muitos negócios arquitetados no escritório da ex-ministra, cujos sinais de riqueza são visíveis. A advogada Erenice nada lembra a companheira Erenice, que hoje mora no bairro mais caro de Brasília, desfila a bordo de carros importados e enverga roupas de grife e acessórios de luxo. Sempre que é procurada, a ex-ministra diz que não gosta de jornalistas. Ela em breve será incluída no rol de investigados da Operação Zelotes - e se juntará aos colegas que, da Casa Civil, decidiram mergulhar de cabeça e braços abertos naquilo que juraram um dia combater. 

José Dirceu, por sinal, foi intimado na semana passada a prestar esclarecimentos sobre os supostos contratos de consultoria que sua empresa firmou depois que ele deixou o Planalto. De 2006 a 2013, o ex-ministro faturou 39 milhões de reais, pagamentos que continuaram a ser feitos mesmo após ele ter sido preso. Antonio Palocci, que multiplicou seu patrimônio declarado em vinte vezes, incluindo carros e imóveis de altíssimo luxo, também está às voltas com o Ministério Público. A Casa Civil ainda guarda outros segredos.

34 comentários

É isso aí, comunismo só é bom no c# dos outros, onde arde mais que pimenta... A cumpanheirada se interessa mesmo é em ganhar dinheiro, mais que capitalista, da maneira mais fácil e rápida possível.

Reply

Como sempre digo, não me canso de dizer, e repito em todas as oportunidades, na seita da camarilha petralha ninguém presta. De mamando a caducando, ninguém se salva. Desafio a alguém me contradizer e apontar uma só exceção. É gente da pior espécie. E sabem por que a grande rede quadrilheira chegou ao Poder? Por culpa do poveco desqualificado, analfabeto, ignorante, desinformado e vendilhão. Infelizmente, o país produz muita gente desse naipe.

Reply

E sabem de quem é a culpa disso tudo? É daquela parte de brasileiros que, ao final do segundo mandato de FHC, diziam que "dessa vez o Lula está preparado para assumir, ele conhece o Brasil todo". Quem nunca votou em petista nem para síndico de prédio é que está de consciência tranquila. É o meu caso. Durmo sem nenhuma culpa. Txr-JF-MG.

Reply

Estava demorando para aparecer as patas de mais um funcionário de confiança da presidente também nesse escândalo! Até quando teremos que aguentar tamanho escárnio?

Enquanto isso os pagadores de impostos que aguentem o tal ajuste fiscal para financiar a boa vida dessa nomenklatura corrupta. Isso não é um país, é um inferno!

Pompeu

Reply

Como toda boa petralha, ela deve continuar com aquele cabelinho ridículo, os oclões pesados (pra combinar com os brincões) e o bucho de quem come sem culpa - mesmo tendo levado zilhões da grana do brasileiro que trabalha.

Reply

Cambada de salafraios. Não tenho mais nada a dizer - sinto nojo de todos eles. Mas terão de devolver todo o dinheiro obtido de má fé e apodrecer na prisão. Vagabundos!

Reply

Complementando o meu comentário anterior, tenho algo a mais para dizer sim. Sugiro ser aprovada com urgência uma lei estabelecendo que as pessoas que advogam e ou obtém recursos financeiros indo contra os interesses econômicos do próprio país sofram a perda de seus bens e tenham confiscado o dinheiro obtido com esta traição.

Reply

Obama decretou que a Venezuela é um perigo para a segurança dos EUA...
O governo do PT é amigo da Venezuela, do quase-caindo-de-podre "seu" Maduro...
Logo, o Brasil do PT - não do povo brasileiro - é o mesmo para a segurança dos EUA!
De acordo?

Reply

Os otários acreditaram que os petralhas vinham para acabar com a corrupção. Engano total. Queriam é fazer parte dela. Vejam o caso do "capo de tutti capi". Hoje é elite. Valeu, petralhas.

Reply

Se não me engano, as datas são entre 2013 e 2014, a marisa do lula foi vista tirando dinheiro no panamá!!!
O fato é verdadeiro, pesquisem!!!

Isto também é bom Pesquisar!!! QUINTA-FEIRA, 2 DE ABRIL DE 2015

http://www.ferramula3.blogspot.com.br/
ou no you tube
https://www.youtube.com/watch?t=784&v=C8bPFyK9hSo

Reply

Dia 12 próximo, seus "MENINOS" serão lembrados, EreneDilma!
O artigo da VEJA mostra a tal doutrina do "IGUALITARISMO" e distribuição de renda para os pobres que tanto o PT do martelo e foice prega por aí para que todos sejam iguais - DE MENOS PARA OS DONOS DO PARTIDO, EVIDENTE!
Trata-se de uma cilada, é uma farsa pois, além de agirem ao contrario do que propagam, a maioria dos países mais pobres do mundo tiveram regimes socialistas por décadas, como a fajuta e miserável Cuba.
NENHUM PAÍS COMUNISTA ATÉ HOJE PROGREDIU - a não ser no atraso! a China depois de décadas só afundando, apenas após adotar o CAPITALISMO DE MERCADO saiu da lama, sendo hoje tão capitalista como qualquer país ocidental que não seja comunista, mas mantém o regime comunista só para manter escrava sua população para servir os deuses do partido comunista chinês.
Na África, temos: Angola, Moçambique, Benin, República "Democrática" do Congo, Etiópia, Somália com suas frágeis economias arrasadas após longos regimes comunistas; continuam na miséria e nunca mais prosperaram;
nem voltaram aos niveis anteriores à introdução do depravado comunismo!
No entanto, seus ex governantes se tornaram ricos, e esses e mais povos inseridos no "IGUALITARISMO DA MISERIA", mesmo a Coreia do Norte, Bangladesh; mesmo outros que adotaram em parte, como Libia, Iêmen etc., todos phudidos!
Comunismo só é ótimo para os donos da máfia, do poder; o resto, lacaios puxando a carruagem deles, burros de carga, presos dentro do país, ou então alugados a outros, vigiados, gado marcado, caso médicos(?) cubanos alugados ao PT!
No Brasil, os graúdos do PT e seus associados como estão "iguais na pobreza", não é?...


Reply

Isso é o jeito petralha de ser , está no sangue desta raça e que tomara a Deus possa ser extirpada da face da terra o quanto antes . Enquanto isso VEM PRA RUA DIA 12 / 04 .

Reply

Será que Dilma é uma excessão?

Reply

Coronel,

sempre me choca ver a falta de escrúpulos dessa gentalha. Crápulas. Monstros. Seres das trevas.

Acham que levarão o fruto do roubo depois da morte?
Ledo engano. Levarão a culpa terrível insculpida na consciência adormecida que um dia despertará!

A vida lhes cobrará uma conta profundamente dolorosa com incontáveis vidas na dor e na penúria para poderem resgatar todas as conseqüências nefastas de seus atos.

Flor Lilás

Reply

cel,

E ainda os FDPs se vangloriam de ter o poder por 16 anos. Roubaram tanto, e continuam a roubar, compraram tanta gente, que podem se perpetuar por 100 anos no poder, com dinheiro que nenhum brasileiro imagina ter, pois premio maior da mega sena é dinheiro de bala de criança.

Reply

Caros, olhem o ato de apoio bolivarianismo marcado para o dia 09/4, junto com a convocação de Vaccari na CPI do Petrolão.... COINCIDÊNCIA SARCÁSTICA!!!!

https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfp1/v/t1.0-9/11008049_667653146690646_9170365028893685467_n.jpg?oh=4c2cd39adca68ee8c4b0542111617b8a&oe=559A2BEF&__gda__=1437409894_a27aa788779c07759c650454cfc9030d

Reply

Não vou falar mal do PT, de Lula e Dilma. Eu queria somente que este partido fosse banido e que Lula, Dilma e toda a curriola fossem presos e que tudo que surripiaram retornasse para o Estado.

Reply

Lula e Dilma, companheiros camaradas da Erenice não sabiam das ocorrências? Ou eram coniventes!

Só PeTista acredita nesta Historinha para Boi Dormir.

Reply

Com lanterna nas mãos procurando um petista honesto.
Ô raça!

Reply
Daniel Mercer mod

Só não entendi o Coronel até o momento não emitir um sinal de pesar pela morte do filho do Governador Alckmin. Revanchismo até nessas horas? Complicado, heim?

Reply

Objetivamente, quero saber o que será feito de mais esse caso de ROUBO explícito perpetrado contra o erário pela quadrilha instalada no poder há mais de uma década? Queremos ver os CHEFES PRESOS, URGENTEMENTE, não só os pau-mandados!! Com a palavra, o Poder Judiciário!!!

Reply

Coroenl,

agora os brasileiros correrão riscos ao pegar aviões dentro do Brasil! Náusea, vômitos, dores de cabeça causadas por encontros ocasionais com os ministros da Dna Dilma que acabaram de perder as mordomias junto à FAB!

Ou será que empresários ricos prosseguirão emprestando seus jatinhos como fazem com o Verme com a frequência de 1.000% das viagens feitas por ele?

Flor Lilás

Reply

O PT é um gigante complexo fabricante de mentiras em escala industrial, 24 H, de 2ª a sábado, de janeiro a dezembro, sem interrupção e, se formos confrontar todas, ficaremos por conta disso todo o tempo, não faremos outra coisa da vida.
Como podemos ver, o que o PT diz varia de acordo com seus interesses de momento, pois sua ética-moral é o oportunismo.
Quem é inteligente e preparado hoje pode ser para o PT um imperialista e burguês; mas, amanhã recuperar-se; mas também pode voltar ao estagio inicial de ser "dazelite", depende da conveniência ou necessidade!
O PT é uma “metamorfose ambulante”, como o próprio ex-presidente falsário Lula já se definiu com orgulho certa vez e única coisa que nunca muda é sua cara de pau, hipocrisia, sua disposição para mentir com a maior naturalidade - o cara entende de encenação - para enganar, praticar safadezas e chantagens, para “fazer o diabo” pela manutenção da parasitagem no poder, já que para o PT "todos os meios justificam os fins".
Analisem as "amizades" de conveniências de ex odiados por Lula:
Lula-Collor...
Lula-Maluf...
Lula-Sarney etc...

Reply

Erenice deve ter recomendado os "meninos" com dilma sentada a seu lado.sao todos bandidos.dilma DEVE renunciar, ser investigada, senao vai continuar a roubalheira e ainda o povo vai ter q gastar fortunas com investigaçoes do bando.................FORA DIILMAS FORA LULLA FORA PT

Reply

Há outros espaços para usar para neste momento. Mas irei usar este, de forma propositada, pois aqui há muito estou. Antes de mais nada, como já foi dito em diversas ocasiões, obrigado Coronel pela espaço. Não sei como chegar à família do Geraldo Alkimin, mas quero ir até eles através deste blog. O uso deste espaço é para mim muito simbólico. Aqui estive dando meu apoio ao Geraldo político, mas.sobretudo, um grande ser humano lá de Pinda. Uso-me do espaço para prestar minha solidariedade ao Geraldo Alkmin e sua família, pela perda do filho querido. Sejamos, todos nós, solidários à todos eles.
Perder um filho ainda tão jovem, de forma tão trágica nos leva a simplesmente perguntar. Por que? Não há resposta. Dói muito E como está dito, "viver é difícil". Viver tem dor. Sejamos solidários à família neste momento tão difícil.



Reply

DANIEL MERCER!

VOCÊ É UM MAU CARÁTER! SAFADO! LEIA O MEU TWITTER AO LADO, SEU VAGABUNDO! VOCÊ SUMA DAQUI! SAFADO!

CORONEL

Reply

Bom artigo do General da Reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva:
12 DE ABRIL - ALVORECER DE UM CHOQUE DE VALORES
http://www.averdadesufocada.com/index.php/poltica-interna-notcias-103/12642-010415-12-de-abril-alvorecer-de-um-choque-de-valores

Reply

Anonimo das 11:01; na verdade, lulla conhecia o Brasil `TOLO`, de imensa maioria, sedento de ser enganado; o proprio lulla quantas vezes nao disse que o povo esquece tudo com uma festinha qualquer; imagine um carnaval, futebol, olimpiadas entao, sem falar das novelas, as babilonias da vida; alias, brasilonia.
O barba seduziu o povo vociferando mentiras, odio, rancor, divisao de classes, inveja; o que nao me conformo e' como um povo tao ``bom``(aspas mesmo) seduziu-se com tanta raiva descarregada pelo lulla.Como um povo se identificou com um traste e o idolatra ate' hoje!
Pra milhoes quem ta' morta e' a dilma, nao o lulla. Por que nao fazem uma pesquisa?!
Pelo menos nas minhas andancas..., e' um mito; tomara esteja enganado; quando o homem morrer, ......, novo santo no Brasil, de alto QI (quociente de IGNORANCIA).

ganhou no papo e na farsa

Reply

Quanto mais pressão nas ruas mais o judiciario se sentirá pressionado a fazer o que deve ser feito e prender essa quadrilha assentada no poder, agindo como o magnífico Dr Moro que não contempla com bandidos!

Reply

Coronel,
a Recita e a PF não enquadraram estes corruptos ainda porque? Qualquer cidadão com uma pequena inconsistência na sua renda é logo chamado pelo fisco. Aí tem.

Reply

Uma vez numa roda de amigos quando adolescentes nos questionavamos se fosse nós que estivessemos no governo, roubariamos também? Me lembro que uns disseram que sim e outros não. Esse governo era como essa roda e é tipicamente o pensamento do brasileiro. Você trabalha certo e ganha salário enquanto seu colega quase não faz nada, ganha elogios do chefe e sempre quando pode leva um "troco" em cima da empresa. Como mudar a política brasileira se o pensamento do povo não muda? Essa fase do comunismo, socialismo e bolivarianismo vai passar logo (pois quando o dinheiro acabar e não tiver o que roubar, todo mundo muda de lado)mas o problema é que pouco vai adiantar. Agora vai demorar mais alguns anos até alguém, um presidente, estabilize o país novamente, coloque ele no eixo e daí? Pra depois o povo entregar de mão beijada o país para um malandro? Mude o pensamento do povo que você muda o país! Mas como mudar mais de 500 anos de cultura? É quase impossível!

Reply

Não sobrará um familiar desses ladrões filhos da puta pra contar história.
Anotem aí, o Brasil já é um território perigoso para os líderes petistas e seus empresários.
Servirão de exemplo para o mundo.

Reply
Ferreira Pena mod

Essa desavergonhada anda solta e rica, como o vagabundo Lula, nada pega nela.

Reply

Se o voto mudasse algo no Brasil, votar seria proibido ao povo. Bem feito para todos, que no dia das eleições vai às 'zonas' votar e dar força aos partidos e aos político, já é hora do brasileiro ficar em casa no dia da votação e dar uma resposta aos partidos e seus políticos, que de qualquer maneiro elegerão seus candidatos através de 'mutretas mil', provando que não precisam do povo para votar e que eleições é mero teatro.

Reply