Aécio volta a denunciar corrupção do PT nos Correios.

Em artigo publicado hoje na Folha de São Paulo, o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG) cobra investigações e punições contra os petistas que estão destruindo os Correios. 

"Dias atrás, a Justiça atendeu ao pedido da Associação dos Profissionais dos Correios e suspendeu o pagamento das contribuições extras de participantes do fundo de pensão Postalis como forma de equacionar o enorme rombo existente, resultado da negligência e da crônica má gestão. 

Revisito a matéria porque, com todas as atenções voltadas para os graves desdobramentos do escândalo da Petrobras, outras situações não menos graves vão se diluindo sem conseguir mobilizar o país. 

É exatamente o que acontece com a crise dos Correios, outra empresa que se transmudou em uma espécie de resumo das mazelas que ocorrem no país: corrupção, compadrio, ineficiência e uso vergonhoso do Estado em favor de um partido político. 

Nos últimos anos, os Correios, assim como outras empresas públicas e seus fundos de pensão, foram ocupados pelo PT. Na campanha eleitoral do ano passado, a estatal foi instrumento de graves irregularidades. 

A propaganda da candidata oficial à época foi distribuída sem o devido e necessário controle. A consequência foi que milhões de peças podem ter sido encaminhadas sem o pagamento correspondente. Recentemente, o TCU concluiu que a empresa agiu de forma irregular. Até aqui, pelo que se sabe, ficou por isso mesmo. 

Mas não foi só isso. Além de fazer o que não podiam, os Correios não fizeram sua obrigação: deixaram de entregar correspondências eleitorais pagas pelos partidos de oposição. Ação na Justiça denuncia que correspondências de partidos com críticas ao PT simplesmente nunca chegaram aos seus destinatários. 

Some-se a isso o escândalo do vídeo gravado durante uma reunião, no qual um deputado petista cumprimenta funcionários da empresa e, sem nenhum pudor, reconhece o uso político dos Correios. Diz ele: "Se hoje nós estamos com 40% [de votos] em Minas Gerais, tem dedo forte dos petistas dos Correios". 

Denúncias como essas foram feitas por funcionários da estatal indignados não só com o prejuízo financeiro, mas com o comprometimento da imagem de uma empresa que até pouco tempo atrás tinha a confiança de todos os brasileiros. A conta é alta: o rombo do Postalis pode ser de R$ 5,6 bilhões. 

O que vem ocorrendo no fundo de pensão dos Correios não é diferente do que acontece nos demais fundos, tomados, de uma forma ou de outra, pela doença do aparelhamento e da má gestão, com prejuízos incalculáveis aos trabalhadores e ao país. 

O Brasil aguarda e exige que investigações rigorosas alcancem também as autênticas caixas-pretas em que esses fundos se transformaram e que resumem o que há de pior na vida pública brasileira. É hora de cobrar responsabilidades e transparência."

9 comentários

A POSTALIS foi surrupiada e tinha uma meia duzia de funcionarios nas manifestacoes. Tao nem ai' quando e' o PT; o mesmo acontece com todos os fundos e os funcionarios caladinhos 'dasilva'!
Destruiram tudo e...MUITOS ''tao nem ai'! "

Reply

Coronel,
também quero saber dos empregados da Petrobras que estão envolvidos na Lava Jato. Até agora nada.

Reply

Não entendo certar cisas. Os empregados dos correios terão que contribuir com algo mais para cobrir o rombo do Postalis. Os cooperados do bancoop levaram um enorme prejuizo e sem o imovel. Mesmo assim se calam. Por que os quase 8000 prejudicados não se manifestam em frente à cobertura do ex-presidente Lula e do Vacari?

Reply

Só espero que a Justiça, que atendeu ao pedido da Associação dos Profissionais dos Correios, suspendendo o pagamento adicional dos funcionários pelo prejuízo de R$ 5.6 bilhões, não venha a decidir que esta dívida MONSTRUOSA seja paga pelo Tesouro.

Eu e todos os brasileiros NÃO temos nada a ver com a roubalheira do PT!

Quem votou no PT, que se lasque! Simples assim!



Chris/SP


Reply
fred oliveira mod

Os funcionários não podem ser omissos a não ser que concordem com a bandalheira e a destruição dessas empresas. Se fosse um governo do DEM ou do PSDB, já estariam fazendo passeatas e greves. \Por isso que muitos brasileiros não se compadecem desse inferno que recai sobre os funcionários dos correios, petrobras e Caixa .

Reply
Despetralhando mod

Só espero que não venha mais esta conta dos postalis petralhas para minhas costas, como sempre acontece.

Reply

Hoje, lá no blog de Felipe Moura Brasil soube que o outro apoiador do Fachin, pretendente ao STF, além do Senador Alvaro Dias, é o Miguel Reale Jr. Já não bastava um, agora outra decepção. Leiam lá no blog do Felipe e RA motivos para o Senado não aprova-lo no STF.

Não confio muito neste Miguel Reale Jr. Ele fala uma coisa, e depois fala outra, pede tempo para analisar as possibilidades do Impeachment e coisa e tal. Acho que Aécio Neves e a turma do PSDB está dando mole com esta conversa fiada e, talvez, ouvindo demais FHC e Serra.

Não gostei de Carlos Sampaio, líder do PSDB na Câmara, ter dado ouvidos ao Aécio e ter voltado atrás com uma desculpa pra lá de esfarrapada. Carlos Sampaio é um Promotor de Justiça há 28 anos e deve saber muito bem o que faz e fala. Ele não é um insano para falar sem provas.

Os brasileiros quem ação, e não esta lengalenga sem fim do PSDB.


Chris/SP




Reply

O Aécio ainda acha que está em plena campanha eleitoral. Amanhã vamos saber se o PSDB vai de impeachment ou se o Carlos Sampaio vai ser enquadrado pela executiva do PSDB como disse o GD.

Reply

O artigo é bom. Chama mesmo atenção para outros aspectos da administração do país, que não vieram a tona ainda.

Além dos fundos de pensão, tem as agências reguladoras, que virarão balcão de negócios do desgoverno e que hoje atendem mais as empresas que os consumidores.

Tem é a caixa preta do BNDES, que continuará a doar dinheiro nosso para a ilha comuna cubana.

Reply