Pegaram "Mocha" Vaccari. Doleiro diz que depositou propina de R$ 400 mil na conta da mulher do super tesoureiro do PT.

(Folha) Pela primeira vez na Operação Lava Jato, as autoridades que investigam o caso obtiveram comprovantes de transações bancárias que ligam o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, a suspeitos de operar no esquema de corrupção na Petrobras. A força-tarefa da Lava Jato apura se duas operações de recebimento e envio de R$ 400 mil em 2008 e 2009 com o uso de uma conta da mulher de Vaccari tiveram ligação com o suposto pagamento de propina pela Toshiba em negócios com a Petrobras. 

O dinheiro foi movimentado a partir de uma conta de uma empresa controlada pelo empresário Cláudio Mente, que, segundo o doleiro Alberto Youssef, operava o pagamento de subornos na estatal de petróleo. Vaccari afirma que as transações resultaram de um empréstimo concedido a ele por Mente, seu amigo, para a aquisição de uma casa. 

Os documentos fazem parte de um inquérito aberto em janeiro para investigar se a Toshiba repassou duas parcelas de propina a Vaccari, no valor de R$ 400 mil cada uma, entre 2009 e 2010, para o fechamento de um contrato no valor de R$ 117 milhões com a Petrobras para obras no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Essa suspeita surgiu após Youssef apontar a realização desse crime em um dos depoimentos de sua delação premiada na Lava Jato. 

Nessa investigação foi anexado o depoimento do advogado Carlos Alberto Pereira da Costa, apontado como laranja de Youssef e gestor da empresa de Mente, a Comércio de Produtos Agropecuários, que tem o nome fantasia de CRA (Centro de Reproduções das Américas). Em fevereiro, Costa afirmou à PF ter providenciado uma remessa de R$ 400 mil de uma conta da CRA para uma conta de Giselda Rousie de Lima, mulher de Vaccari, em novembro de 2008. O advogado relatou que elaborou um contrato de empréstimo para justificar a transferência, mas que a CRA nunca emprestou dinheiro. 

De acordo com Costa, o contrato de novembro de 2008 e um termo de quitação do empréstimo, com data de 29 de dezembro de 2009, foram elaborados no mesmo dia, o que era comum na empresa para "esquentar" transações financeiras. O advogado entregou à Polícia Federal o comprovante da transferência para Vaccari em 2008 e também um extrato que aponta uma remessa de R$ 400 mil da conta do atual tesoureiro do PT para a conta da CRA no dia 22 de dezembro de 2009. 

À época, Vaccari presidia a Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo). O Ministério Público move ação penal em que acusa Vaccari de ter desviado valores da entidade para o PT --o que ele nega. Vaccari assumiu a tesouraria do PT em 2010. Em depoimentos prestados em fevereiro à força-tarefa da Operação Lava Jato, Costa e Youssef apontaram que Mente operava o pagamento de propinas para empreiteiras. A Polícia Federal agora vai buscar o depoimento de executivos da Toshiba para aprofundar as investigações.

9 comentários

Alguma dúvida? Imagine se cruzarem os cpf e contas bancárias de esposas e filhos com as contas lava jato e de políticos. Aí as cifras serão Bilhões de Reais...

Reply

O gargalo dos crimes do PT está se fechando, poucos conseguem ainda passar. Logo mais, não passará mais nenhum. O bem conseguiu pegar o fio da meada com que o PT enrolou os brasileiros por 12 anos. Agora o novelo está se desenrolando rapidamente. No miolo do rolo está o crápula maior, que será desmascarado já já.

AS BENÇÃO DIVINAS ESTARÃO SEMPRE SOBRE AS CABEÇAS DA EQUIPE MORO.

Reply

Estranho é que a Lava Jato ainda não cruzou os dados do "barba" com o do seu filhinho "fenômeno".

Verão que há bilhões!


Chris/SP

Reply

Pois é senhores e senhoras, estou achando que a Receita Federal e este tal de Coaf. foram feitos somente para cruzar as minhas contas e me oder como sempre. Eu tenho que justificar tudinho, faço uma movimentação acima de vintão o gerente me liga querendo saber a origem...Os Ptroladrões movimentam "Bilhos" e ninguem fala nada. É ou não perseguição...Fui Jarjura.

Reply

Coronel,

que delícia abrir o Coturno e saber que a PF está caçando o rato Paulo Bernardo, e pegou o rato Vaccari na ratoeira com R$ 400 mil de queijo!!

Flor Lilás

Reply

Os caras do PT não passam de um bando de velhacos, espertalhões, oportunistas e incompetentes, além de terem ódio do Brasil, desviando nossos recursos; querem nos phuder!

Reply

LULLA e DILMAO nada???????????????????desanimador.

Reply

Se gritar pega ladrão...num fica um meu irmão!Se gritar pega ladrão...num fica um!!

Reply
fred oliveira mod

Gente, ficamos ansiosos para ver os responsaveis respondendo por tudo isso, no entanto, tem que ser dentro da lei. Assim funciona a democracia, inclusive, a que queremos. Sei que existe blindagem. Vamos acreditar que, como esses documentos que podem comprovar a culpa do Vaccari outros virao. E ai', nao tem como escapar.

Reply