A entrevista de Aécio que pautou Dilma.

Abaixo, a dura entrevista dada por Aécio Neves a Rádio Gaúcha ontem pela manhã, que pautou o "humilde" pronunciamento dado à tarde por Dilma Rousseff.

(O Globo) Em entrevista de 20 minutos à rádio Gaúcha de Porto Alegre, na manhã desta segunda-feira, o senador Aécio Neves (PSDB) lamentou que a presidente Dilma Rousseff (PT) não tenha se dignado a “vir olhar nos olhos dos brasileiros” depois das manifestações anti-governo realizadas em todo o país no domingo. Segundo Aécio, os ministros José Eduardo Cardozo, da Justiça, e Miguel Rossetto, da Secretaria-Geral da Presidência da República, escalados para fazer a defesa do governo neste domingo, “não entenderam absolutamente nada”. Ele classificou o pronunciamento da noite de domingo como “patético”.

O senador tucano disse ainda que não torce pelo impeachment da presidente, mas que as condições de ordem política para que isso ocorra “não estão longe”. O senador reconheceu, entretanto, que o componente jurídico para um eventual afastamento da presidente “não está colocado”. Mas ressalvou que o impeachment é uma previsão constitucional e que falar no assunto “não é golpe”.

- A reação do governo (aos protestos) me chamou muito a atenção. Em primeiro lugar, depois de uma manifestação com essas dimensões, a presidente não se dignou a vir olhar nos olhos dos brasileiros, tentar entender minimamente o que está acontecendo. Escala dois ministros que parece não estavam no Brasil, não estavam sequer no planeta Terra nesse último dia (domingo), que não entenderam absolutamente nada. O ministro (Miguel) Rossetto chegou a dizer que quem estava na rua eram aqueles que não votaram na presidente. Eu me sinto até homenageado por essa afirmação de que todos que foram para as ruas eram meus eleitores. Se fosse assim, certamente eu teria vencido as eleições, e o Brasil não assistiria a um depoimento tão patético como esse, acompanhado de um grande panelaço - afirmou o senador.

Na entrevista, Aécio disse que o PT “tentou carimbar” as manifestações de domingo como se fossem uma tentativa de realizar um terceiro turno no país depois das eleições de outubro de 2014. Segundo ele, “foi mais um enorme equívoco” do governo.

- A manifestação vem mostrar um sentimento de indignação da sociedade brasileira com várias questões, como a corrupção deslavada, como a baixíssima qualidade dos serviços públicos e, em especial, com a mentira que foi a condutora da campanha de reeleição da presidente - disse. Aécio minimizou a “minoria inaceitável” que defende uma ruptura institucional, referindo-se aos cartazes pedindo intervenção militar para solucionar a crise, e pediu uma mea-culpa a Dilma Rousseff pela “baixa qualidade do ministério” e pela “interferência absurda” em setores estratégicos da economia, como da energia elétrica.

- Temos um governo nas cordas, que não consegue reagir minimamente a essas manifestações. Quanto mais distante desse sentimento, mais difícil será governar daqui por diante. A presidente precisa fazer um mea-culpa, pois todos nós estamos sujeitos a erros. E esse sentimento das pessoas, de que foram lesadas e enganadas pelo discurso da candidata, ajuda a alimentar esse caldo. Em qualquer situação, reconhecer os equívocos é o primeiro ponto para mostrar sinceridade na mudança de rumo - opinou.

O senador também refutou a tese de que a estratégia da oposição é ver a presidente “sangrar” em público até o final do seu mandato, como declarou o senador tucano Aloysio Nunes Ferreira (SP). “Queremos que o governo acorde. Que mude sua comunicação e sua forma de agir”, resumiu.

Ele afirmou que incentivou as manifestações, mas que preferiu não participar diretamente dos atos por entender que era o momento do povo ir às ruas e mostrar sua força. Aécio também respondeu que, caso tivesse sido eleito, enfrentaria “enormes dificuldades”, mas teria como vantagem o seu discurso de campanha:

- Dissemos a verdade durante a campanha. Seríamos o governo da previsibilidade. Esse governo vive uma crise de desconfiança que nós não viveríamos. O atual governo é ineficiente e corrupto - avaliou.

7 comentários

"não importa vc não ser inteligente, importa o que vc faz com sua ignorância". É, a anta de plantão no planalto NADA ENTENDEU! NÃO ENTENDEU O RECADO DAS RUAS ! além de incompetente, é mal aconselhada. veja que, é tão tapada, que foi se aconselhar com o analfabeto luiz inácio e o rui falcão, outra topeira. dia 12/04 vamos pra rua novamente. se preciso for, vamos outras e outras vezes. até o congresso entender a mensagem. aliás, ontem, senador do PSDB iniciou coleta de assinaturas para abertura de CPI para investigar dilma, que foi citada mais de dez vezes no petrolão.

Reply

Se esse goveno é ineficiente e corrupto como diz Aecio ela tem que sair, porque não tem capacidade pra governar.

Reply

Essa senhora é tão burra que não duvido que a roubalheira do PT aconteceu debaixo do seu nariz e ela não notou.
Veja agora, o povo brasileiro protesta contra o seu governo incompetente e ela continua achando que o negócio não é com ela. Fica falando de democracia que lutou por ela, uma ova, é uma comunista. Prá ditadura militar, contra qual diz ter lutado, não tem muita diferença.

Reply
fred oliveira mod

Desconfio que o pt vive uma especie de disturbio psiquico, vivendo em um universo estranho `a realidade. O povo fala uma coisa e ele, o partido, vem com reforma politica. Minha nossa senhora!

Reply
Ferreira Pena mod

"O senador tucano disse ainda que não torce pelo impeachment da presidente, mas que as condições de ordem política para que isso ocorra “não estão longe”." Não passa de um poltrão, já estou ficando cheio desse Aécio, em quem votei sempre. Vai ou não vai se declarar a favor do empeachment? Chega de conversa solta, sem se comprometer com nada. O FHC tem sido uma lástima...

Reply

Ontem, durante o compacto de sua entrevista mostrada no JN, Dilma tomou outro panelaço.

Até agora, depois das manifestações do dia 15 e de vários panelaços, Dilma continua sem entender nada, como uma barata tonta!

Pois bem! Dia 12/4 iremos novamente às ruas para mostrar a D. Dilma que o problema é ELA! Vamos desenhar em cartazes para ela entender melhor.


Chris/SP


Reply

qdo dilma quer ser simpatica,leve, qdo tem q dizer coisa com coisa, imita Aecio..............

Reply