PMDB decide bater de frente com Dilma.

Andre Dusek/Estadão
Principal partido da base aliada, o PMDB decidiu que terá uma agenda autônoma e independente do governo neste segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. Além das críticas da falta de diálogo com a petista, os líderes da sigla agem motivados pelo sentimento de que o Palácio do Planalto tem colocado em prática uma estratégia para “destruir” o partido. Em contrapartida, buscam uma independência informal do governo. 
(Estadão) Os peemedebistas afirmam que a relação com o PT chegou ao seu pior momento. Além disso, acreditam que o modelo político petista está em xeque e caminha para a derrota nas eleições de 2018 . A gota d'água foi a intervenção do governo na disputa pela presidência da Câmara, o que deixou sequelas. 

Também complicou a relação o fato de o governo apoiar a criação do Partido Liberal, conduzido pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab. A ideia de Kassab era fundir o partido com o PSD para ampliar a base governista no Congresso. Na visão dos peemedebistas, essa é mais uma manobra para enfraquecer a legenda – o que já está sendo combatido com o apoio a um projeto do DEM que dificulta a fusão de siglas. 

A resposta será dada na política e na economia. Em um jantar na noite de segunda, do qual participaram o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os peemedebistas afinaram o discurso e um plano de voo solo. A ideia é ter uma agenda “O PMDB chegou à fase da maioridade: teremos autonomia com responsabilidade”, diz o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Dentre os projetos que serão encampados na seara econômica, estarão, por exemplo, aquele que atenue os efeitos da Lei de Falências, para evitar que empresas fechem as portas em decorrência de investigações, e o de redução de entraves ambientais.  

Ajuste. A autonomia também se dará em relação a projetos prioritários para o governo. O PMDB não pretende se esforçar para aprovar as medidas de ajuste fiscal. Nesta terça, após encontro com sindicalistas, Renan avisou que vai buscar alternativas para que o “trabalhador não seja duramente sacrificado”. 

Em outra frente, os presidentes das duas Casas atuarão em dobradinha para derrubar o veto da presidente à correção de 6,5% na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física. A votação foi marcada para o próximo dia 24.Mas é no campo político que a autonomia será mais enfática e uma demonstração dela foi dada nesta terça. O PMDB começou a patrocinar a aprovação de uma reforma política com a cara do partido, e não do PT.  

Na Câmara, Cunha instalou uma comissão especial para discutir o tema e colocou um deputado da oposição, Mendonça Filho (DEM-PE), para presidi-la. No Senado, Renan anunciou que pretende colocar em votação, depois do carnaval, projetos sobre o tema que já estão prontos.

Cunha também anunciou nesta terça que irá aprovar um convite global para que todos os ministros compareçam na Câmara para debates e, caso eles neguem, poderão ser aprovadas suas convocações.A estratégia do PMDB também inclui a ampliação da influência sobre deputados e senadores da base aliada, em uma estratégia para afastá-los da esfera de influência do PT e do governo.

29 comentários

Acho muito positiva a iniciativa do DEM, com apoio responsável ao PMDB e acho que o PSDB vai perder se não fizer o mesmo. Se deixarem o PMDB sozinho, ele pode "cair em tentação" e retornar à coleira do governo. Se se sentir mais forte, com o apoio da oposição, ele se tornará oposição com o avanço do estado de decomposição do descalabro peteba.

Reply

ate que fim o partido capacho do governo abriu os olhos!

Reply

Coronel,
será que devido as circunstância iremos voltar a ter, pelo menos, um dos poderes independentes? Espero que sim e que o Judiciário também siga este caminho.

Reply

CORONEL

O único aspecto que se valem os governistas para defender a pistoleira empoderada é que foi eleita democraticamente.A começar essa o processo foi viciado por exemplo com o uso de dinheiro roubado e mentiras deslavadas, que se traduz no CDC como propaganda enganosa.O voto concede poder condicional e a constituição assegura o direito a revogação, o desfazimento quando seu uso foge das condições pré-estabelecidas,uma delas o respeito às leis

Reply

Coronel,

o partido mais fisiológico do Brasil acabou de decretar o fim do PT.

Michel Temer será o próximo presidente do país. Isto é, se não estiver comprometido com a operação lava jato.

Flor Lilás

Reply

CORONEL

A quadrilha está passando por sérias dificuldades, diria mesmo insustentáveis. Rompida a esteira de transmissão , o duto que ligava os cofres públicos às arcas da quadrilha o poder deles se esvai.

A QUADRILHA ESTÁ SENDO ASFIXIADA FINANCEIRAMENTE.

FORA BANOLEIROS!
FORA PT!

Reply

De fato com 50 anos o pmdbê já pode se arriscar a dizer oi de forma autônoma maioridade só para desviar recursos...

Reply

cel,

Só acredito vendo, pois PMDB é uma puta veia.

Reply

Oras, quando o barco afunda os RATOS são os primeiros a abandoná-lo como boas pestes que são.

Reply

Até que enfim o PMDB resolveu se soltar.Isso deveria ter acontecido há muito tempo.Se continuar assim, agora podemos dizer que temos um Congresso Nacional autônomo.

Reply

CORONEL

Sem muitas e desnecessárias explicações, os ratos estão abandonando a embarcação.A gorda dentuça vai naufragar sozinha.E não demora.O PT vai espernear, mas não muito, só pra fazer o jogo de cena.

TTCHAU GORDA PILANTRA.

Reply

Parece que o PMDB esta' colocando em pratica seu profissionalismo politico. Facil perceber que o pt vem , aos poucos, tentando encontrar um meio de neutralizar a importancia do seu maior aliado no governo. O PMDB e' o grande fiador dessa tragedia chamada governo petista. E por incrivel que pareça, esta' nas maos do partido salvar o Brasil da crueldade do pt.

Reply

Quem derrubou o governo e o PT foi o excesso de confiança. Se julgam mais espertos e pensam que podem comprar, manipular, jogar com as pessoas, mentir e sair impune. O resultado está aí! O PT virou um pântano... A base aliada esmagadora virou nanica!
Bia

Reply

Já estava mais do que na hora de o PMDB exercer sua maioridade, deixar de ser partido mercenário, partido de aluguel.
Vamos ver se agora tomam vergonha na cara.

Reply

PMDB??? AFF!! Alguém acredita no PMDB??? O Renan Calheiros e sua turba 'sabiam'tanto quanto a Dillmentira e o Lullarápio. PMDB é cúmplice do PT.

Reply

Empresário denuncia a Janot e Moro que Lula, Dilma, Lobão, Gabrielli e Costa decidiam tudo na Petrobras.
Aqui: http://www.alertatotal.net/

Reply

PMDB na presidência será a mesma porcaria. Quércia e Fleury quebraram São Paulo, Newton Cardoso arruinou Minas Gerais, Roseana Sarney e famíglia empobreceram mais ainda o Maranhão e por aí vai. O único partido que sabe administrar com seriedade é o PSDB que salvou São Paulo com Mário Covas e Minas foi colocada novamente nos trilhos por Aécio Neves, o Brasil só respirou um pouco do ar do primeiro mundo com FHC.
E tenho dito!

Reply

Quero ver esse pilantra do calheiros bater de frente com DILMA duvido, tô pra ver, esse cara vai ser denunciado e vai pedir pinico.

Reply

O melhor termômetro para avaliar se um governo está afundando ou não é o PMBD. Se ele pular fora da base governista e ficar na oposição é sinal certo que o barco está afundando. Afinal eles são especialistas em se manterem no poder, qualquer que seja o partido do governo. Pelo que estamos vendo, o pt está condenado. Por mais fisiológico que seja, o PMDB é melhor do que o pt para o Brasil, pois pelo menos não é esquerdista, estatizante, controlador da mídia e amigo doador de governos ditatoriais

Reply

A briga de gangsters promete!

Reply

Tem uma conversa por ai' que o psb começou a conversar com Lula para retornar `a base do governo. Logo agora que esta governo esta' apodrecido. Votei no Paulo Camara exatamente porque era contra o pt. Caso isso se concretize ele e seu governo de Pernambuco tera' mais um oposicionista.

Reply

Renan Calheiros,leia-se pouquinhos votos de Alagoas, passado sujo,nao respeita senadores eticos ,inteligentes,como o Serra,Aecio Neves,Alvaro Dias e outros monstros da oposicao para ficar do lado dos petezadas na mesa da comissao.Nao acaba com o Brasil seu burro velho.

Reply

O inimigo do meu inimigo também é meu amigo.

+Marcelo F

Reply

Anônimo das 12:34 resumiu meu pensamento. Ele está corretíssimo.

Reply

>>

Na matéria 'roubalheira na Petrobrás', o PMDB não fica devendo nada para a quadrilha petista. É partido é um saco de gatos igual ou maior que o PT.

Reply

Mentira.

Reply

Que o PT tentou em varias vezes dominar e destruir o PMDB tanakara, pois o PT é um oportunistas de plantão e extremamente utilitarista, como se faz com papel higiênico que, após usado, vai para o lixo.
Assim usou o PT e depois afundar o PMDB, mas não deu certo!.
Mas doravante o PMDB está querendo voar mais alto e para isso é só usar agora o PT, tal como fez com ele; doravante, poderia ir até a presidente.
E pisando em cima do PT, que merece!
Sem o PMDB o PT está mortinho!

Reply

O PMDB está sinalizando que quer grana e o governo que não sabe governar mas sabe roubar vai fazer o mensalão 3. Esperem

Reply

Ontem na Rede Vida tinha repórter dizendo que isso tudo é um movimento do PMDB-RJ. Depois de elegerem Eduardo Cunha presidente da Câmara e Leonardo Picciani líder do PMDB, o objetivo do PMDB-RJ, segundo a repórter, é lançar o atual prefeito Eduardo Paes para a presidência da República na eleição de 2018, contrariando os que diziam antes que o objetivo de parte dos PMDBistas era lançar Paes para vice na chapa presidencial de Lula. A conferir.

Reply