Documentos da empresa "laranja" que construiu gasoduto de R$ 6,3 bilhões eram redigidos dentro da Petrobras.

(O Globo, hoje) Até as procurações que a Transportadora Gasene passava para a Petrobras eram rascunhadas, discutidas e escritas pela própria estatal. Documentos obtidos pelo GLOBO mostram que pelo menos três rascunhos de procuração da empresa privada, criada para construir a rede de gasodutos Gasene, passaram pela estatal. A área jurídica da Petrobras se sentiu até na obrigação de lembrar aos dirigentes da transportadora que os documentos dela não poderiam ter qualquer tipo de logomarca da Petrobras. 

“Favor atentar para a necessidade de retirar a logomarca da Petrobras”, registraram os responsáveis pelo parecer jurídico no cabeçalho de um parecer de setembro de 2006 sobre uma minuta de procuração analisada a pedido de uma das gerências da Petrobras responsáveis por controlar as atividades da Transportadora Gasene. A minuta de procuração repassava à Petrobras poderes exclusivos para gerenciar a contratação da empresa que montaria o sistema de fibra óptica entre Rio e Espírito Santo.

O parecer jurídico propôs algumas alterações na minuta. “Sugerimos que seja alterada a procuração em apreço, de forma que a Transportadora Gasene outorgue poderes diretamente à Petrobras, e não a empregados desta companhia.” Outra sugestão foi a exclusão do termo “licitação”, instrumento existente para a administração pública. Como a transportadora era uma sociedade de propósito específico (SPE), com aspecto privado, a área jurídica recomendou o uso da expressão “processo seletivo para busca da melhor proposta”.

Outra minuta repassa à Petrobras os poderes de gerenciamento de compra de quaisquer equipamentos, materiais e serviços necessários para construção, montagem e implementação do gasoduto, além de negociar e alterar contratos como os firmados com a empresa chinesa que gerenciava a obra, a Sinopec.

Um diferente modelo de procuração não trazia a assinatura do diretor-presidente da Gasene, Antônio Carlos Pinto de Azeredo. Pelo documento, a transportadora “nomeia e constitui” como sua procuradora a Petrobras, com “poderes exclusivos” no gerenciamento da contratação de empresas que construiriam o trecho entre Cacimbas (ES) e Catu (BA).

8 comentários

Ferreira Pena mod

Duas vagabundas corruptas e felizes, não pela beleza que elas não têm, mas pela impunidade que campeia no Brasil.

Reply

Coronel,
laranja de pessoa física é comum mas, de empresa e ainda tratando-se da Petrobras, somente com a conivência de funcionários de carreira.

Reply

Coronel,

quero ver essas duas desqualificadas abraçadinhas dentro de uma cela da Papuda.

Flor Lilás

Reply
fred oliveira mod

A prova cabal do crime essa recomendação sobre a necessidade de retirar a logomarca da petrobrás, ou seja, cuidado para não deixar rastro que comprove nosso crime. Essa é a leitura. Quem responde por esse crime, aliás, mais esse crime? tem que ser Grabrielli ( o anterior presidente da empresa), Graça Foster, a atual, Lula, ex-presidente do Brasil, e Dilma, a atual e ex presidente do conselho da estatal, além de ministra das minaAS e energias.

Reply

CADEIA foi feita pra que ou pra quem ?Vamos tirar essa turma do poder urgentemente ou estaremos fritos. Ainda dizem que as leis foram feitas pra todos, estou pagando pra ver,tomara que eu esteja errado é o que espero .

Reply

Alguma dúvida, senhoras e senhores ???

Reply

Cadeia foi feita para pobre

Reply

Não vejo como podem dizer que não existe motivo para impeachment da tal dilma. Impeachment Já !!!!!!

Reply