Petrolão: ministro da Justiça está sob supeita.

 O porquinho do meio é Cardozo.

Em 2010, a campanha de Dilma Rousseff foi coordenada por "três porquinhos", apelido mais do que adequado para os mesmos: Antônio Palocci, demitido por corrupção. José Eduardo Dutra, ex-presidente da Petrobras quando todo o esquema começou. E José Eduardo Cardozo que, atualmente, exerce o papel de ministro da Justiça e que defende que a Polícia Federal seja investigada, em vez de haver "politização" da Operação Lava Jato. Leia-se como "politização" o fato da Oposição estar exigindo total investigação dos corruptos do PT e do PMDB, envolvidos no maior escândalo de corrupção da história do país.

É bom lembrar que o ministro da Justiça está sob suspeita na Operação Lava Jato. Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras que foi preso e fez delação premiada, acusou Antônio Palocci de ter recebido R$ 2 milhões do Petrolão para a campanha de Dilma Rousseff, em 2010. Ora, José Eduardo Dutra participava da comissão central, tendo inclusive participado de arrecadação de fundos, segundo noticiado pela imprensa. Portanto, sabia destes fatos. Resta saber se atrás da delação virão as provas concretas. Enquanto isso, o ministro da Justiça está sob suspeita. 

Aliás, é estarrecedora a entrevista dada pelo atual ministro da Justiça ao blogueiro Luiz Nassif, logo após o encerramento da campanha. Lá ele finaliza a entrevista com a seguinte pérola: "Imaginar que numa campanha nunca exista dinheiro desviado dos cofres públicos é ser ingênuo " . Ao que tudo indica, uma confissão antecipada de culpa.

20 comentários


Se este sujeito passar na sabatina pelo Senado para ser nomeado "ministro" do STPetista, tem que soltar uma bomba atômica em Brasília.

Reply

Que tal?? #viragentepetralha#

Reply

Três porquinhos: Oinc, Oinc...

Reply

Coronel,

já não bastasse a entrevista absurda e surreal sobre a Lava Jato, o Porcão escreve no twitter (ali do lado):

"feriado em SP e vejo que as estradas estão congestionadas, resultado de anos de desgoverno tucano".

Sobre os doze anos nefastos de PT com Lula-populista mandando TODOS os brasileiros comprarem carro e desonerando a indústria automobilística de impostos, sem fazer qualquer melhoria do transporte público ele nada fala!

E na entrevista sobre a Lava a Jato esse desqualificado comunista, que faz discurso bolivariano em reunião do Foro de São Paulo, diz que "a oposição está tentando politizar o problema".

Que nojo. Criatura asquerosa. Outro discípulo de Goebbles que distorce a verdade sempre que possível.

Está se borrando de medo pois a "água" da Lava Jato vai espirrar direto na sua cara de pau.

Flor Lilás

Reply

Esses caras do PT não imaginam um mundo limpo. Pensam que todo mundo é bandido que nem eles.

Olha, são nojentos, mas esse José Eduardo Cardoso é pooodre, dá vontade de vomitar.

Mariana

Reply

Coronel, pela informação constante do link abaixo, o José Eduardo Cardozo era advogado da campanha, enquanto o José Eduardo Dutra era o coordenador. Acho que segundo parágrafo do seu texto precisa ser corrigido...

http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/07/saiba-mais-quem-cuida-do-dinheiro-nas-campanhas-de-dilma-e-serra.html

Reply

Este desgoverno é um chiqueiro.

Reply

A MANIFESTAÇÃO EM DEFESA DA HONESTIDADE E DO MINISTÉRIO PÚBLICO e para o Juiz MORO do Paraná lá na Paulista foi enorme, eu saí da passeata quando virou a Brigadeiro em direção à Sé na segunda rua ( a minha ) peguei a direita e fui para casa.

Fiz como a Chris pediu, fui de azul e um pequeno cartaz roubado por nazistas olavistas do último carro, são petistas que pedem o golpe militar, o senador Aluízo esteve lá e tirou comigo duas fotos em selfies.
Ficou melhor que eu imaginava pois apareceu eu e ele. quando tirei ontem com o Aécio, apareceu metade da cara do Aécio e EU NÃO APARECI.

A Chris/SP provavelmente NÃO TEVE CONDIÇÕES DE ME VER e muito menos eu a ver, todas de camiseta azul mostrei o pequeno cartaz e disseram se eu era americano. Dizia ser um judeu da Dilma, alto loiro de olhos claros.
Uma bela de um carro de som pediu para eu subir mas ninguém me deixou subir nem com carteira de imprensa porque eu NÃO TINHA EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO e nem BLOCO DE PAPEL.

Se ela estava no carro OS LEÕES DE CHACRA NÃO ME DEIXARAM CONHECÊ-LA.

Reply

TUDO O QUE ESCREVI ONTEM O CORONEL TIROU DOS COMENTÁRIOS, NÃO SOU UM RATO PETRALHA E NEM UM OLAVISTA, sou muito moderado e JÁ VOTEI NO PT uma vez.

Fui socialista mas sou LIBERAL PURO, autêntico e com isto aplicar políticas de SOLIDARIEDADE COM OS MAIS POBRES.

*** O PSDB DEVERIA MUDAR O S PARA SOLIDARIEDADE.

PARTIDO DA SOLIDARIEDADE DEMOCRÁTICA DO BRASIL.

Acabaria com a confusão com os outros sociais democratas de cunho mais socialistas ( PSB ) e ligações com a esquerda. PODERIA AINDA SER O NOME COM A FUSÃO COM A LEGENDA DO PAULINHO DA FORÇA e com isto o partido teria o direito de receber adesões de novos deputados e senadores eleitos por outros partidos ( PMDB por exemplo ).


CHRIS/SP eu fui na Paulista e tentei te ver.

NÃO DELETE O COMENTÁRIO, JÁ ESTÁ COMO O REINALDO AZEVEDO, ESCREVE DEZ E APARECE UM COMENTÁRIO.

Reply

Quero é novidade!!! No momento que ele começou a atacar a polícia federal é porque eles(PF) está chegando nele(Cardozo).

OS CARAS:

Reply

Palhaço! Incompetente! Vendido!

Reply

Taí: a PF pode focar as investigações nesse zé lambança.

Reply
marcus valiatti mod

Mais um com cara de pateta. Como o Haddad, a Dilma e o Padilha. Só que de pateta eles ñ têm nada. Bando de espertalhões. Lamentável a entrevista do "ministro".

Reply

CORONEL

Cai como luva a denominação de porquinho , gosta de chafurdar na lama.
Sujeito repugnante , se houver vida depois da morte ele estará hospedado com o capeta .Milhagem para isso já tem..

Reply

Esse vagabundo petralha nao tem moral pra abrir a boca.

Reply

Petralha sempre bandido,está no DNA.

Reply

Vagabundos e corruptos.

Reply

Gozado, a Dilma se acha no direito de chamar os outros de porquinhos, mas quando a chamam de porca ela entra, literalmente, em parafuso.

Reply

Um país que aceita uma excrecência dessa como ministro está com sua auto-estima zerada.Noutros tempos o cargo de ministro conferia status para o ocupante.Hoje o ministro desqualifica, emporcalha, reduz a importância do cargo.Um dia sentiremos vergonha disso.

Reply

Se é bolivariano, o porquinho só pode ser ministro da INjustiça!

Reply