PETROBRAS VIROU ANTRO DE CRIMINOSOS Presidente da República não demite. Presidente do Conselho não demite. Presidente da empresa não demite. Quem demite é a multinacional de auditoria.

Sérgio Machado, presidente da Transpetro, está sendo demitido pela empresa de auditoria, que se recusa a avaliar o balanço da estatal se mais este "migucho" da Dilma na Petrobras continuar no cargo.  Como todo mundo tem o rabo preso na roubalheira, ninguém demite ninguém com medo das delações premiadas.

A saída imediata de Sérgio Machado da presidência da Transpetro foi uma das condições impostas pela PriceWaterhouseCoopers para auditar o balanço da Petrobras. O assunto foi discutido em uma turbulenta reunião do conselho de administração da companhia, que ocorreu na última sexta-feira. Conforme apurou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, os dez conselheiros ficaram divididos sobre a decisão, que terá de ser costurada nesta segunda-feira, 3, para que o martelo seja batido na reunião extraordinária marcada para terça-feira, 4.

A Price é a auditora independente que avaliza os balanços operacionais e financeiros da Petrobras. O envolvimento da petroleira em denúncias de corrupção e as revelações feitas pelo ex-diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa no processo de delação premiada da Operação Lava Jato levaram a Price a impor algumas exigência para referendar o balanço. Entre elas, a contratação de duas empresas independentes para atuar na investigação interna das denúncias - o que já foi providenciado pela Petrobras - e o afastamento do presidente da Transpetro.

Sérgio Machado, ex-deputado e ex-senador, é aliado do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) e desde o início do governo Lula, em 2003, preside a Transpetro, subsidiária de transporte e logística da Petrobras. Teve seu nome citado por Paulo Roberto Costa em depoimento à Polícia Federal. Costa afirmou que recebeu R$ 500 mil em dinheiro das mãos de Machado dentro do esquema de pagamento de propina que, segundo denunciou, alimentou movimentações políticas com recursos vindo de empresas contratadas pela Petrobras. Costa disse que recebeu o dinheiro no apartamento de Machado, mas não se recordava da data exata, situando em 2009 ou 2010.

Procurada, a Price não se manifestou sobre o assunto até o fechamento desta edição. Na sexta-feira, a empresa já havia informado que não comenta situação de clientes, ao ser procurada pelo Estado para falar sobre o ultimato feito à Petrobras para apuração das denúncias de corrupção. As exigências feita pela auditora internacional estão atrasando a divulgação do balanço da Petrobras, que tem até dia 14 de novembro para formalizar suas contas junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Executivos da Price teriam lembrado, além da acusação de Paulo Roberto Costa, o requerimento do Ministério Público Federal à Justiça para o imediato afastamento de Sérgio Machado e bloqueio de seus bens. Em ação de improbidade administrativa, o MPF acusa Machado de participar de um suposto esquema para fraudar o processo de licitação para compra de 80 barcaças e 20 empurradores pelo Estaleiro Rio Tietê. 

O contrato, no valor de US$ 239,16 milhões, previa que as embarcações seriam entregues a partir de 2012. A frota entraria em operação em 2013, com operação plena em 2015 transportando etanol pela hidrovia Tietê/Paraná, no interior de São Paulo. 

Após a reunião do conselho, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, teria chamado Sérgio Machado para tentar um acordo, mas a situação continuou indefinida. A Petrobras não comentou o assunto. Por meio de sua assessoria de imprensa, Machado disse não ter nenhuma informação sobre a reunião do conselho. "O presidente não foi informado a respeito de eventual questionamento da Price relacionado com a denúncia do ex-diretor Paulo Roberto Costa, cujo teor não foi objeto sequer de apuração pelos órgãos públicos competentes. Sergio Machado reitera o que já afirmou: nega com veemência as acusações, que são levianas e absurdas", informou a Transpetro, em nota. (Estadão)

23 comentários

Coronel,
esta é a pessoa que os "eleitores" resolveram continuar como presidAnta. Triste Brasil.

Reply

Algumas ações bolivarianas precisam ser impedidas a qualquer custo: aparelhamento do STF e do TCU; conselhos populares; regulação da mídia; reforma política; destituição do juiz do Petrolão.

Porque representam riscos ao futuro democrático do país.

A boa notícia é que a luta contra essas frentes unirá e fortalecerá Oposição e opinião pública e dará ensejo a manifestações no Congresso e nas ruas.

Brasil!

Reply

Coronel.

Quando voce percebe que 80% da grande mídia, inclusive a rede Globo, é petista,
dá para se ter certeza que está tudo dominado.

Reply

Vamos demitir a comandanta da roubalheira, ou precisa vir alguém de fora para fazer o serviço?

Reply

Tem TODO o motivo de votar o IMPEACHMENT dessa senhora QUE ABSOLUTAMENTE NÃO ME REPRESENTA! Aliás, já passou da ora. Onde está o oposição????? Falar, falar, não resolve o problema SÉRIO QUE O BRASIL ESTÁ PASSANDO!

Reply

CORONEL

Diante da insistência, obstinação e determinação deles de prosseguir no desmando acredito que só mesmo uma manifestação de massa , de grande impacto poderá demovê-los do seu propósito.Alguma coisa igual ou maior que os acontecimentos de junho de 2013, não cobrando mudanças, mas exigindo a deposição desses celerados.Alguma coisa com ares de revolta.

# TODOS CONTRA O PT!!!

Reply

imagina o que vai dar isso...

O governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), assumirá a administração tendo a prerrogativa de nomear 17.892 quadros de livre escolha. Este é o número de postos comissionados contabilizado pelo Estado em agosto deste ano, conforme informou a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

Mas Pimentel poderá trazer de fora da administração atual apenas 6.751 quadros. É que, segundo a Seplag, 11.141 postos comissionados são de recrutamento limitado, ou seja, só podem ser providos por funcionários concursados.

Dos mais de 17 mil cargos, 15.682 estão ocupados, sendo que 72,13% deste total são providos por servidores efetivos que ganharam promoção. Outros 2.210 encontram-se vagos. Estão entre os comissionados assessores, técnicos e até diretores de escolas.

Se por um lado Pimentel terá um grande volume de cargos a preencher, por outro, deve ser enorme o número de desempregados. Na Cidade Administrativa, os comissionados começam a juntar os pertences, apesar de guardar certa expectativa quanto ao futuro. “Estão todos ansiosos para saber quem continua e quem vai embora, quais programas serão mantidos e quais serão extintos”, contou um técnico que preferiu não se identificar.

Este técnico acredita que os comissionados não serão dispensados de uma vez só. “Foram 12 anos de governo do PSDB. Naturalmente a parte técnica consolida muitas informações importantes. O futuro governador já declarou que alguns cargos serão mantidos”, ponderou. Durante a campanha eleitoral, Pimentel disse que não exoneraria todos os comissionados.

Quem trabalha no setor de comunicação tem certeza da dispensa. “Por ser uma área que tem uma ligação de confiança com o governador, temos pouca esperança de sermos mantidos”, contou um servidor. A certeza da demissão vem ainda do fato de que muitos dos assessores saíram do governo para trabalhar nas campanhas eleitorais derrotadas do PSDB, estadual e nacional. Eles foram readmitidos com o fim do pleito.

Mas a insegurança não permeia apenas os comissionados. Muitos servidores efetivos foram treinados para trabalhar sob a perspectiva de programas do governo do PSDB. É o caso de ex-alunos da Fundação João Pinheiro. Eles fizeram curso de administração pública na entidade e, após três anos de estágio probatório, foram efetivados. Surgiram na fundação alguns conceitos tidos como “tucanos”, como o choque de gestão e o programa “metas e resultados”, já criticados por Pimentel.
Continua...
http://www.afolharegional.com/

Reply

Coronel, já que a mídia petralha - Globo, SBT, Band,Record (a pior, pois além de não ter mostrado as manifestações, mostrou um grupelho contra o governo de SP), por que as manifestações não vão aonde a "grande mídia" está? Por exemplo, marcar manifestação para um evento importante onde a mídia terá presença- Será que funcionaria?

Reply

Às vezes torço para a Petrobrás quebrar e ser vendida ainda na gestão petista.

Manso.

Reply

Por que não tiram o Brasil 247 do ar? Já foi visto que o cara recebe da Petrobrás para "lamber" o PT neste site! Tem que fazer um movimento em massa via internet para suspender o plebiscito sobre a reforma política! É golpe!
Por favor, denunciem este golpe antes que ocorra!

Reply

Como assim? Explica. As denuncias do doleiro não foram pra frente. O MPF não está investigando? A PF não deveria investigar? A oposição não esta pressionando e cobrando? Quem diria! Sob o PT a PTrobras está sendo "saneada" pelos Americanos!KKKKKK

Reply
Roberto Vfeira Cavalcanti mod

Coronel, sei que o blkg é seu, que você é o dono da bola e ficar mudando às regras a toda hora e aceitando que seja desrespeitada quando quer, como faz neste post, quando tratam ddi assunto diferente do postado. Bostel um ontem com provas contra a vulnerabilidade do processo eleitoral e você simplesmente mandou para o espaço. Espero que nos outros, onde fiz o mesmo, não tenha o mesmo tratamento. Caso tenha acontecido vocês vão dar o que pensar.

Reply

Se tirarem o cabra de onde está, vão logo colocá-lo em posto até melhor, como fizeram com o Cerveró. Sacumé, né, o cara pode decidir fazer delação premiada até antes de ser preso.

Reply

coronel " viu cono é necessarária uma oposição raivosa? até agora nada desas noticias nos telejornais

Reply

Coronel, tem que pegar os videos do Lula e da Dilma(na campanha e debate ela falava que não ia jogar a corrupção para debaixo do tapete, que ira fazer e acontecer e prender os culpados), e sempre postá-los junto com a ações que o PT estão fazendo para abafar, denegrir, descontruir no caso Petrolão e outros casos. Eles vão fazer de tudo para jogar debaixo do tapete ao contrário do que a Dilma e Lula dizem. Eles não sustentam o que falam.

Reply

Coronel, sempre tem que postar o vídeo da Marilena Chauí , onde o Lula dá risada, quando ela fala que odeia a classe média e que esta classe são de pessoas abomináveis.

Reply

IMBECIL!

Reply

....dilma eh uma mascara de cinismo!!!!!...as mulheres querem ter representaçao, escolheram o q ha de pior!

Reply

A historia mostrou a derrocada da MEGA GIGANTE "TOP ONE" ARTHUR ANDERSEN, que "Não viu " as fraudes cometidas na ENRON , que lesou milhares de acionistas nos USA, procando enormes perdas nos investimentos das "vóvos" americana e QUEBROU ! FALIU! A Price, temendo que lhe aconteça o mesmo RECUSOU-SE A EMITIR RELATORIO COM PARECER DE AUDITORIA DAS DEMOSNTRAÇÕES FINANCEIRAS DA PTROUBAS. a hISTORIA ENSINA.

Reply

Como ninguém neste governo tem coragem de peitar o senador Renan Calheiros (ele4 sabe muito de todos), o presidente da Transpetro seu indicado, não vai ser demitido, apenas vai tirar uma licença, certamente remunerada, até as coisas acalmarem. Viva o brasil (o deles) o meu é o Brasil.

Reply

Só a Petrobrás?O Pizzolato não era da Petrobrás,e os fundos de Pensão como estão?

Reply

Mirian Leitao entrevistou Pimentel, que detonou Aecio.na globonews, hoje.com a ajuda de dilma q certamente virah p Minas, vai ser dificil a "reconquista" de Aecio.

Reply

Coronel. Sinto muito. O Brasil virou um estado criminoso. Assim como Bolívia, Argentina, Venezuela, Colombia no passado etc.

Reply