Comprovadamente corrupto e mentiroso, Eduardo Cunha queria a lealdade do PSDB.


O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ficou "indignado" com o rompimento anunciado na manhã desta quarta-feira (11) pelo PSDB. Segundo aliados do peemedebista, ele considerou o ato uma "deslealdade" do partido, que se manteve, até então, como um de seus pilares de sustentação. A matéria é da Folha de São Paulo.

Ontem pela manhã, os tucanos reiteraram o pedido para que Cunha se afaste da Presidência da Câmara. A decisão veio acompanhada de promessas de que o partido não participará mais de reuniões na residência oficial do peemedebista.O partido passou a defender a cassação de Cunha caso ele não apresente ao Conselho de Ética provas contundentes de sua inocência no petrolão, para além do que já manifestou. 

Um dos deputados mais próximos a Cunha, Paulinho da Força (SD-SP) classificou a movimentação tucana como "pular do barco" e afirma que ela joga o peemedebista "nos colos do PT". Para Paulinho, o PSDB parece ter "desistido do impeachment" contra Dilma Rousseff ao decidir se afastar de Cunha. Isso porque, num primeiro momento, cabe ao presidente da Câmara a decisão, de forma monocrática, de dar prosseguimento ou não a um processo de impeachment. 

Após o ato em que formalizou o afastamento de Cunha, os tucanos escalaram Nilson Leitão (MT), amigo do peemedebista, para ir até ele falar sobre a decisão do partido. O deputado teria explicado, na presença de outros parlamentares, que a medida se deu após nota da Executiva do Partido em tom mais crítico, que a bancada da Câmara tentou amenizar. Publicamente, Leitão afirma que a conversa foi sobre a instalação da CPI da Funai.

5 comentários


É cunha, nos te avisamos, vc e o renan vão pro saco. Literalmente.!!!.
O corruPTos não os deixarão em paz enquanto não os degolarem politicamente. Vão pro saco.!!!.

Reply

Cunha e Renan para mim são petralhas e os quero condenados e cassados!

Gabriel-DF

Reply

Cunha tinha duas alternativas: ou encaminhava o impeachment contra a chefa e esperaria pelo auxílio da oposição ou se aliaria a ela na esperança de uma proteção. Escolheu a segunda opção. Só resta à oposição condená-lo agora

Reply

Ainda bem que acordaram e retiraram o apoio . Cunha estava usando a oposição descaradamente bastou o PT amaciar que ele se bandeou para o lado de lá e sendo assim para que chafurdar na lama junto com o meliante?
Eduardo Cunha nunca foi oposição ao governo e usou o processo de impeachment apenas para chantagear o planalto e se livrar dos processos agora que conseguiu vai sentar eternamente sobre o pedido de impeachment.

Reply

Politicalha canalha !

Reply