Pátria educadora vira pátria paralisada e sem verba.

 Artigo publicado hoje na Folha de São Paulo por Aécio Neves, presidente do PSDB, intitulada "Educadora?"

São muitos os problemas da educação brasileira. Falta de planejamento, inadequação da grade curricular, pouca valorização dos professores, investimento baixo em pesquisa e outros desafios se acumulam há anos, sem solução. 

Essa precariedade generalizada é fruto da mesma fonte: a incapacidade do país de tratar a educação como política de Estado prioritária. Nada mais falacioso do que o slogan "Pátria Educadora", anunciado com júbilo pela presidente Dilma como âncora de seu segundo mandato, e solenemente ignorado em sua gestão. Programas como Fies, Pronatec e Ciência sem Fronteiras sofreram uma degola radical. O Ministério da Educação foi dos mais atingidos no arrocho fiscal em curso. 
 
É nesse contexto de fragilidade que o país assiste, com assombro, ao desmonte das universidades públicas brasileiras. Trata-se de uma das piores crises vividas pelo setor em toda a sua história.
Neste ano, a verba repassada para as universidades federais foi reduzida em 30%, provocando adiamento de obras, paralisação de cursos e atraso no pagamento de bolsas. 

Grandes universidades como a UFMG, UFRJ ou a UNB, entre outras, enfrentam graves dificuldades. Milhares de alunos são prejudicados, mas não apenas eles. O colapso do sistema universitário atinge também o cidadão ao afetar o atendimento em hospitais universitários, os serviços de atenção jurídica e uma série de programas voltados para a sociedade. 

É também muito grave a situação de órgãos capazes de impactar a modernização de nossa economia. Instituições de importância estratégica como o CNPq e a Capes nunca estiveram tão abandonadas.

Denúncias revelam que a Capes cortou 75% da verba de custeio para apoio à pós-graduação. É como desligar a tomada que nos dá acesso a setores de ponta do conhecimento. Menos pesquisa, menos inovação, menor competitividade. 

A educação deficiente está na raiz de nossa baixa produtividade. Não há como competir no mercado global a bordo dos nossos indicadores. O momento exige responsabilidade e compromisso. Não há milagre capaz de reverter a presente situação. Bons resultados na Educação não surgem da noite para o dia, dependem de políticas públicas consistentes e de longo prazo. 
 
Mas é possível, em curto prazo, fazer mais do que promover cortes orçamentários destinados a encobrir rombos fiscais provenientes de má gestão. Ao escolher um slogan que contraria na realidade, o governo dá mais uma demonstração da opção pelo marketing.
 
Ao golpear a universidade brasileira, a "Pátria Educadora" atinge o sonho de milhares de jovens que enxergam na formação superior uma fonte de qualificação e de ascensão social. Não é justo que façamos isso com aqueles que irão responder pelo futuro do país. 


13 comentários

Ensino superior gratuíto uma ova! Privatizar também o ensino superior e as faculdades. Governo, através das Agências Reguladoras, deve só fiscalizar.

Reply

Mas é bem feito!

A massa de manobra universitária e os profes marxistas votaram em peso na escória petralha.

Ô, coisa boa! É pouco!

Reply

Nariz de palhaço combina muito com a esquerdopatia universitara.

Reply

bom dia,
a UFABC, de Santo André também esta em greve.
Penduraram uma faixa cobrando da Dilma a PATRIA EDUCADORA.

Reply
Ferreira Pena mod

Faltou dizer um dos maiores problemas: a doutrinação comunista por professores que não ensinam nada de valor.

Reply

PATRIA (DA FALSA PROPAGANDA, COMO SEMPRE DO PT) de pátria educadora!
O PT é especialista mesmo é em doutrinar nas escolas infantis em ideologia de gênero e todo tipo de perversões para as crianças; nisso, sim, são doutores!
Ou especialistas em ensinarem a doutrina marxista, encher as cucas de esterco comunismo para que o povo se torne idiota-útil do partido!

Reply

Fiz Faculdade Pública com muito orgulho, mas pela experiência que tive e logicamente guardando-se as exceções, a grande maioria dos professores e alunos são (eram pelo menos) petistas de carteirinha, então que paguem pela merda que ajudaram a espalhar.

+Marcelo F

Reply

Os mais pobres, humildes e desinformados já percebem a roubada - literal - que é votar nos petralhas; se a "elite" universitária insiste em seu delírio, ou deriva para grupelhos ainda piores como psol e pstu, é justo que também prove o gosto amargo da crise que os boçais do foro de SP criaram para o povo brasileiro.

Reply

Me perdoem mais muitos professores socialistas sabiam muito bem no que estavam embarcando e principalmente em termos de Brasil um país que nunca valorizou a educação. Comunista sempre é traíra. Esse é só início, ainda falta os funcionários públicos e os militontos que tem que se sacrificar pela causa! Quem não conhece a história está fadado a repeti-lá!

Reply

Não seria o momento, a oportunidade de criminalizar promessas políticas/eleitoreiras? Não seria o momento de criminalizar denúncias que não se comprovam, caluniosas? E que em ambos os casos, ser de ação privada, no caso de preservar a honra de quem recebeu a promessa ou vítima da denúncia, e também ação pública, para não deixar o eleitor mal orientado na hora de votar. Conheço eleitores que deixaram de votar no candidato pq disseram que ele batia na mulher,ou pq cheirava,ou pq construiu um aeroporto em sua fazenda. Tem alguma verdade nestas denúncias?

Reply

Há muito se fala que no Brasil - como se isso não fosse da mesma forma em qualquer lugar do mundo - a distribuição de renda é "perversa". E como se pode distribuir renda de maneira mais igualitária? Ora, distribui-se renda através do trabalho e quem melhor trabalha, melhor ganha. Se os milhões de brasileiros continuam analfabetos completos (ou funcionais), como poderão ter um bom emprego com bom ganho? Distribuir cesta básica é mantê-los na miséria.

Reply

Concordo com o anônimo 09.09.

Deveria se privatizar tudo!

Adiciono, quem não puder pagar, que peça bolsas de estudo. A maioria que estuda em faculdades públicas, pode pagar.

Isto já foi feito no Chile, com todas as faculdades. O país priorizou o ensino fundamental/médio.


Chris/SP

Reply

O pt traiu os próprias eleitores.
Nem todo idiota é petista,mas todo petista é idiota.

Reply