Oposição quer investigar Lula sobre compra fraudulenta de Pasadena.

(Estadão) A oposição na CPI da Petrobrás vai cobrar explicações ao Planalto e à estatal sobre reunião, em 2006, do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o ex-diretor de Abastecimento da companhia Paulo Roberto Costa, ocorrida a um mês de a controversa compra da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), ser autorizada.

Conforme reportagem de O Estado, publicada neste sábado, a agenda consta de um relatório da Petrobrás, intitulado "Viagens Pasadena", no qual a companhia lista deslocamentos feitos por funcionários e executivos, no Brasil e no exterior, em missões relacionadas ao negócio, considerado um dos piores já feitos pela estatal.

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) diz que a aquisição, feita em duas etapas, entre 2006 e 2012, deu prejuízo de US$ 792 milhões aos cofres públicos. A presidente Dilma Rousseff, que em 2006 era ministra da Casa Civil de Lula, deu aval, como então presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, à compra dos primeiros 50% da refinaria. O ex-presidente, contudo, nunca admitiu publicamente participação nas tratativas para o negócio. 

O relatório de viagens relacionadas a Pasadena registra uma visita de Paulo Roberto a Brasília para "reunião com o presidente Lula" em 31 de janeiro daquele ano, no Palácio do Planalto. Foi exatos 31 dias antes de o Conselho de Administração, sob o comando de Dilma, autorizar a aquisição de metade dos ativos.

O deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA), vice-presidente da CPI da Petrobrás na Câmara, disse neste sábado que seu partido apresentará requerimentos para que a Presidência da República e a Petrobrás detalhem o que foi tratado no encontro. Para ele, Lula pode ter alguma responsabilidade no negócio, o que, por ora, não está esclarecido. "Ele (o então presidente), no mínimo, é informado. A decisão de comprar uma refinaria no exterior não é tomada somente pela Petrobrás", afirma o deputado.

Imbassahy disse ser estranho Lula não explicar qual foi a pauta do encontro. A conversa foi inscrita na agenda do então presidente, divulgada à época pelo Planalto, apenas como "Reunião Petrobrás" e sem a descrição dos presentes. Questionado pelo Estado, o petista sustentou, por meio de sua assessoria, que o encontro "com a Petrobrás" foi "há mais de nove anos" e "não tratou de Pasadena". Porém, não quis detalhar o que, afinal, foi discutido.

Lula sustentou ainda, por meio de sua assessoria, que nunca teve uma conversa "particular" com Paulo Roberto e que, na ocasião, estava presente o ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli. Gabrieli, no entanto, alegou não se recordar da reunião. "Duvido que isso tenha acontecido isso", declarou.

A deputada Eliziane Gama (PPS-MA), integrante da CPI, afirma que os dados do relatório reforçam a necessidade de convocar Lula para dar explicações à comissão. Ela diz ser "indigesta" a explicação de que o então presidente não teve nenhuma participação no negócio de Pasadena.

O PPS já apresentou requerimento para convocar Lula, ainda não votado. A aprovação, no entanto, esbarra na resistência dos partidos governistas, principalmente PT e PMDB, que têm maioria na comissão e quadros importantes sendo investigados na Operação Lava Jato. "A CPI não vai convocar políticos, e isso é sério e grave. Parece que há um acordão", critica a congressista.

O relatório da Petrobrás foi produzido para embasar as investigações da comissão interna que apurou irregularidades na compra de Pasadena. Além da viagem de Paulo Roberto, registra outros 209 deslocamentos de executivos e funcionários ligados à aquisição e à gestão da refinaria americana, entre março de 2005 e fevereiro de 2009.

15 comentários

Desculpe Coronel, mas não posso deixar passar. Refere-se ao post do Painel da Folha postado ontem sábado. Me impressiona como tem ignorante neste país. Dois anos atrás preocupado com o crescente aumento da criminalidade dos 'de menor' e sabedor que o Congresso à época não aprovaria a redução da maioridade penal ele propôs endurecer as penas dos menores que cometessem crimes hediondos de 3 para 8 anos. O projeto está lá no legislativo. Sabedores que serão derrotados os petistas querem ter uma saída honrosa e agora querem apoiar a proposta do governador Geraldo Alckmin. E não que para muitos que frequentam o blog perlo que li nos comentários a culpa é do Alckmim tendo alguns com uma afirmação imbecil que jamais voltará a votar nele. Acho que esta na hora de muitos brasileiros tira as duas mãos do chão e voltar a pensar como humano.

Reply

Prezado Coronel

Passados 11 dias já se tem alguma notícia do pedido que as oposições protocolaram na Procuradoria Geral da República requerendo a abertura de uma ação penal contra Dilma Rousseff?

O pedido já tem data para ser apreciado, será ainda esse ano, o número do protocolo, o procurador responsável já está definido, tem como acompanhar pela internet?

Grato.

Reply

Coronel,
não sei, não vi, nem conheço essas pessoas.

Reply
fred oliveira mod

A logica indica que a compra de uma refinaria no exterior, sobretudo no valor altissimo que foi, nao poderia ser feita sem o ok do presidente do Brasil, no caso, Lula.Uma compra efetuada pela maior estatal brasileira teria que ter a anuencia do presidente da republica. Ha' muito que ser explicado pelos governos Lula e Dilma.

Reply

Tudo é tão obvio, tão claro, e ainda precisa de CPI manda esse 9 dedos pra prisão logo!!

Reply

O lula simboliza acima de tudo - O TERROR da "corrupção brasileira instalada e sem data para ser exterminada!.Como diz o ex-deputado Roberto Jeferson;"ESTILO FIFA".

Reply

Bela foto do trio assombro.
Faltando somente o uniforme padrão de presidiários.

Reply

É a oposição que vai cobrar explicações? Qual oposição? Faz me rir...quá quá quá quá.....O pete não tem oposição.

Reply

SÓ PARA LEMBRAR

https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpa1/v/t1.0-9/1236236_676951338996734_1554924476_n.jpg?oh=778853532d465d5ac345ee4c101d1dd1&oe=55FE3F1F&__gda__=1441162491_529361f0fe96314dfdb0424970e4ad05

Reply

Muito bom o artigo de FHC, publicado por Augusto Nunes:

Fernando Henrique Cardoso: O PONTO A QUE CHEGAMOS

http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/opiniao-2/fernando-henrique-cardoso-o-ponto-a-que-chegamos/


Chris/SP

Reply

Vai investigar mesmo o "companheiro de luta" do FHC?

Reply

PT E O PADRÃO FIFA DE ROUBAR – DIZ ROBERTO JEFFERSON



http://cristalvox.com.br/2015/06/06/pt-e-o-padrao-fifa-de-roubar-diz-roberto-jefferson/

Reply
Despetralhando mod

Façam uma "delação premiada" para E. S. e de-lhe asilo político como foi dado ao assassino CB.
O que as MPF e CPIs deveriam fazer é, chamar o Edward Snowden e "tirar" dele tudo o que pode ter envolvimento entre os bananeiros políticos, empreiteiros, estatais, bancos e Fs de pensão.

Reply
Despetralhando mod

O problema dos Alckmistas é que o picolé de "xuxu' quer ficar em evidência, mesmo que para isto vá ele em direção contrária ao que o partido está propondo.

Reply

A oposição não vai investigar nada, todos sabemos disso. Acho melhor pararem com mentiras. Afinal já aconteceu tanta coisa e nada a oposição fez. Acho que está esperando as próximas eleições presidenciais para abrir a boca e dar a vitória ao PSDB - tudo é uma armação. Sujos!

Reply