Eduardo Cunha não é um: é 267.

O PT é um partido completamente perdido. Ao atacar de forma agressiva o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) atacou os 267 deputados que o elegeram em primeiro turno para o cargo. E a quem lidera. Os petistas tiveram a resposta que mereciam,  com ameaça de rompimento, fim da aliança e adeus governabilidade. Conhecendo-se Cunha, a vingança vira à galope, com mais pautas bomba para retaliar o governo decadente e incompetente de Dilma. Por linhas tortas, Cunha está fazendo um bem ao país.

Da Folha: Incomodado com ataques de setores do PT e movimentações de ministros para mudar a articulação política do governo, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que a aliança entre o PT e o PMDB pode ser rompida caso os desentendimentos entre os dois partidos se agravem. 

A fala é uma referência às indicações de que o núcleo mais próximo da presidente Dilma Rousseff estaria atuando para esvaziar as atribuições do vice-presidente, Michel Temer, na coordenação política do governo federal, como revelou a Folha

"No momento, temos compromisso com o país e a estabilidade, mas isso não quer dizer que vamos nos submeter a humilhação do PT", afirmou o presidente da Câmara no microblog Twitter. "O PMDB está cansado de ser agredido pelo PT constantemente e é por isso que essa aliança não se repetirá. Talvez tivesse sido melhor que eles aprovassem no congresso [do PT] o fim da aliança. Não sei se num congresso do PMDB terão a mesma sorte", acrescentou. 

As ameaças ao PT já tinham sido feitas pelo peemedebista em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo" publicada neste domingo (14). Cunha disse que a aliança entre os dois partidos não se repetirá em 2018.

Ao fim do congresso do PT, no sábado (13), o partido rejeitou a revisão da política de alianças, que tem como principal aliado o PMDB. Apesar da decisão, dirigentes petistas gritaram "fora, Cunha" enquanto era discutida a proposta sobre o rompimento com o PMDB e demais partidos aliados.

14 comentários

O povo está sem dinheiro e o governo gastando o que tem e o que não tem. Falta dinheiro e comida na mesa do povo essa é a realidade !!!!!

Reply

Pior que Collor 10/06/2015 - 18h43

Dilma tem menos de 10% de aprovação, diz revista
Os números são piores do que os de Collor em sua pior fase. Ministro atribui a impopularidade à economia e à Operação Lava Jato

De acordo com pesquisa interna do Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff (PT) atingiu o ponto mais baixo em sua popularidade, agradando apenas a 7% dos eleitores. A informação foi divulgada nesta quarta, 10, pelo blog Expresso, hospedado no portal da revista Época. Segundo o texto, 75% dos entrevistados desaprovavam o governo e 18% consideram-no regular.

Os números são piores do que o do ex-presidente Fernando Collor de Melo (então no extinto PRN) em seu momento mais impopular, durante o ano de 1992. Naquele período, a aprovação do alagoano era de 9%, enquanto a desaprovação atingia 68%. 21% consideravam sua gestão regular.

Os números preocupam auxiliares de Dilma. De acordo com o blog do jornalista Gerson Camarotti, hospedado no portal G1, a desaprovação desanima a militância governista. "O clima de hostilidade aos integrantes do PT nas ras é enorme", diz um assessor não identificado. Um ministro atribuiria a impopularidade ao momento difícil na economia, associado à exposição do governo em virtude da Operação Lava Jato, que investiga escândalo de corrupção na Petrobras.

Redação O POVO Online

http://www.opovo.com.br/app/politica/2015/06/10/noticiaspoliticas,3451622/dilma-tem-menos-de-10-de-aprovacao-diz-revista.shtml

Reply



O PT confunde o partido político PT com o Estado Brasileiro.

O PT QUER QUE O ESTADO BRASILEIRO SEJA O PT E O PT SEJA O ESTADO BRASILEIRO.

Reply

Da-lhe, Cunha!!!

Reply

Até quanto$ vai esse re$$entimento

Se PMDB tivesse Políticos, e não pulhas; se fosse Partido, e não facção, o Brasil não estaria nessa fossa.

Reply



Alô Cunha, revogação do estatuto(do desarmamento) esdruxulo e rejeitado por referendo popular JÁ.

Reply


Cunha é corrupto, tem obsessão pelo poder, mas ainda assim prefiro ele ao PT

PMDB corrupto, virou a esperança do país, é o fundo do poço.

Reply

Melhor um Cunha do que a familia petralha inteira.

Reply

Quando Cunha romper com o governo será a melhor coisa...tomara que não demore!

Gabriel-df

Reply

Ñão que eu tenho admiração pelo pessoal do PMDB, mas estou adorando a troca de "gentilezas" entre Cunha e o PT!!!

Ponto para Cunha !


Chris/sp

Reply

Cachorro que late não morde,diz o ditado!O PT não tem essa coragem que imaginam ter!Falam grosso no início depois vai afinando!Afinal,estão no mato sem cachorro!Se ficar o bicho pega,se correr o bicho come!Que final melancólico,pra aquela arrogância que tinham!

Reply

Cunha, queremos que seja votado o PL do Bolsonaro sobre o voto impresso, nós não confiamos em urna eletrônica e a revogação do Estatuto do Desarmamento - PL 3722/12.

Reply

PDBistas gostam disto, cada vez que são atacados mais caro irão cobrar da DESGOVERNANTA e nós é que iremos pagar a conta.

PMDBistas = PTISTAS, são duas cores da MESMA merda!

Reply

O que o PMDB quer é encontrar uma vaguinha junto a Alckmin ou Aécio, com uma vice-presidência.
Mas não esqueçamos: o PMDB está tão enfiado na roubalheira, no lava jato, na safadeza do Brasil do PT, quanto o próprio PT. Essa roubalheira, essa podridão na política brasileira só existe porque existe PT e PMDB. O povo brasileiro vai saber jogar na lama quem se aliar ao PT e ao PMDB em 2018. Se o PSDB pensa em ganhar a eleição de 2018, fique longe do PMDB.

Reply