CGU encontra 19 "falhas" em contratos de R$ 465 milhões que doador de Pimentel do PT manteve com governo.

 
(Folha) A CGU (Controladoria-Geral da União) identificou 19 falhas consideradas graves e médias em 39 contratos celebrados de 2006 a 2013 entre órgãos do governo federal e a principal empresa controlada por Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, o Bené. 

A Gráfica Brasil assinou, entre 2006 e 2015, contratos que somam R$ 465 milhões com diversos ministérios, segundo a Polícia Federal. Antes de 2006 e até 1998, o faturamento total da gráfica foi de R$ 975 mil. Outra empresa de Bené fechou R$ 65 milhões em contratos com a União. Empresário de Brasília ligado ao PT, Bené prestou serviços à campanha do governador petista Fernando Pimentel (MG) em 2014. Bené foi preso pela Polícia Federal e libertado após fiança na última sexta (29) na Operação Acrônimo, sob suspeitas de lavagem de dinheiro e associação criminosa. 

Os documentos da CGU integram o inquérito aberto em outubro pela PF, e presidido pelo delegado Guilherme Torres, para apurar a apreensão de R$ 113 mil em um avião que transportava Bené e mais duas pessoas, incluindo Marcier Trombiere Moreira, que trabalhou no Ministério das Cidades e na assessoria da campanha de Pimentel. 

A CGU identificou sobrepreço, "falhas no projeto básico", renovação contratual "indevida" e "irregularidades na comprovação de aplicação" de recursos de um fundo com dinheiro público. Em um dos casos, a CGU notificou o Ministério das Cidades sobre "irregularidades [e] impropriedades" em um contrato de R$ 9 milhões. Conforme a CGU, houve "adesão indevida" a uma ata de preços de outro ministério, o do Turismo, manobra que levou à contratação da gráfica. 

OUTRO LADO
Celso de Lemos, advogado de Bené, disse que os indícios citados pela PF para obter mandados de busca e apreensão "não são claros". "A própria investigação ainda não foi concluída", disse. "Eles falaram muito, mas, de substância mesmo, nada. Põe-se o carro na frente dos bois." O Ministério das Cidades informou que "está à disposição para fornecer as informações que forem necessárias para colaborar com todas as investigações em curso". 

Bené foi solto na última sexta após pagar multa, definida em R$ 78 mil pela PF. Foram soltos, ainda, Marcier, um primo de Bené --Pedro Augusto de Medeiros-- e um funcionário do empresário. Lemos disse que vai pedir a impugnação do valor da multa, que considerou "surreal". Ele orientou seu cliente a não sair de Brasília sem comunicar a Justiça Federal, onde tramita o inquérito da Operação Acrônimo. 

A operação incluiu buscas em um endereço usado até 2014 pela atual primeira-dama de Minas Gerais, Carolina Oliveira Pereira. Em entrevista neste sábado (30), Pimentel disse que houve "um erro" da PF e negou quaisquer irregularidades nos serviços.

6 comentários

Então 204 milhões de brasileiros estão na mão de um juiz do STF? Simplesmente não dá para conviver com tanto atraso. Do jeito que vai só separando mesmo. Alguém consegue para imaginar a Coreia do Sul sob o comando da Coreia do Norte? O Brasil, infelizmente é grande demais para tantos corruptos e aqui entra o "humilde" que quando chega no poder é uma mistura de gafanhoto com carrapato, destrói tudo e não larga a vítima.

Reply

Sim acontece tudo isso na campanha dele, mas a exemplo de Lula, não foi ele, ele nem sabia disso! E, se prendê-lo, o Zavaski solta, é pago pra isso, né carequinha?

Reply

TENHAM EM MENTE O SEGUINTE:

Apesar das investigações na justiça, apesar das denúncias na imprensa, neste EXATO momento, em algum outro esquema, O PT CONTINUA ROUBANDO !

Reply
fred oliveira mod

Vai terminando a nossa justiça convencendo o povo que fomos nos, o povo, quem roubamos e eles, os que sao investigados, sao os que defendem o dinheiro publico. Brincadeira, nao e'?

Reply
Despetralhando mod

falhas? Que falhas porr4 nenhuma! São propositais, é desvio mesmo, para os vagabundos irem com desejo desmedido ao pote ops! Cofre.
Qeis mi enganá, me dá uma bala.

Reply

o ZAVASKIM , ou seja o RASPUTIM DA DILMA, É UM TREMENDA DE UM IMORAL, FALTA DE ÉTICA, QUANDO DEFENDES AS ROUBALHEIRAS DO CUMPANHEIROS QUE O COLOCARAM COMO MINISTRO DO SUPREMO , SÓ NUM PAIS DE MERDA COMO O BRASIL ,JUIZES SÃO INDICADOS POR LADRÕES.
QUEM SABE O PRÓXIMO MINISTRO DO SUPREMO SEJA INDICADO PELO MARCOLA, PELO FERNANDINHO BEIRA MAR, PELO PCC, E OUTROS BANDIDOS TAIS COMOS OS SÃO OS POLITIKOS DO PT , TUDO LADRÃO. E AINDA ESTA SUPREMA MERDA DE JUSTIÇA DO BRASIL DEFENDE ESTES SAFADOS.

Reply