The Economist: Dilma não governa mais.

(Folha) A impopularidade da presidente Dilma Rousseff virou notícia da revista inglesa "The Economist", segundo a qual a petista, apesar de ainda permanecer no Planalto, não está mais no poder. De acordo com a publicação, não é mais Dilma ou o PT que toma as decisões do governo. A reportagem cita, por exemplo, que a condução da economia está nas mãos do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, descrito como um economista treinado na escola liberal de Chicago, com perfil agressivamente voltado para a responsabilidade fiscal. 

Já o controle do Congresso está nas mãos do aliado governista PMDB, ressentido com o PT, que retém o comando dos principais ministérios. A vingança, diz a revista, veio na forma do deputado peemedebista Eduardo Cunha, eleito presidente da Câmara. 

"Ele conseguiu a cabeça de quatro ministros em dez semanas de cargo", diz o texto. Trata-se de alusão às demissões de Pepe Vargas, que saiu de Relações Institucionais e foi para Direitos Humanos; Ideli Salvatti, ex-ministra de Direitos Humanos; Cid Gomes, que deixou a Educação após um embate direto com Cunha; e Vinicius Lages, que deixou o Turismo para abrir caminho a Henrique Eduardo Alves, aliado de Cunha. 

A reportagem aponta ainda que Dilma, visando se reaproximar do Legislativo, delegou ao seu vice, Michel Temer (PMDB), a articulação política. Para isso, entregou a ele o poder de nomear o segundo escalão do governo. 

Até a permanência da presidente no cargo parece incerta, de acordo com o texto. A deterioração da economia, atribuída pela revista aos erros do primeiro mandato, e o escândalo de corrupção na Petrobras acabaram com a popularidade de Dilma. Além de citar os manifestantes, que protestam contra o governo, a "Economist" faz alusão à pesquisa Datafolha de abril, que indicou que 63% da população quer que a presidente sofra um impeachment.

26 comentários

Tenho medo de que tudo isso não dê em nada... Não temos oposição, partidos de centro-direita! Dê-nos esperança, Coronel, de que haja um futuro que não seja um, tenebroso, governado pelo PT ou qualquer outro alinhado à ideologias autoritárias!

Neto

Reply

Todo o país divulga que Dilma se tornou como na Inglaterra: reina, mas não governa; de fato, o dono do pedaço doravante é o PMDB e seu presidente Temer, comportando-se mais como que presidente que tudo, faltando só empossar.
Por isso, o PT tem agenda de se preparar para "tempos de guerra; sabe que perdeu, mas quer tentar voltar ao que era antes; é impossível depois da maior incompetência, roubalheira de todos os tempos e desvios de verbas do Brasil para países estrangeiros e deixando o povo daqui no "que exploda"!

Reply

E alguma vez governou ???

Reply

Dilma, o fantasminha camarada da Economist

A Economist traz na sua última edição uma reportagem intitulada "O fantasma no Planalto". O ectoplasma é Dilma Rousseff, claro.

A reportagem diz que ela permanece no governo, mas não tem mais poder. Não comanda a economia, nas mãos de Joaquim Levy, nem a política, cujas rédeas estão com o PMDB.

O mais dramático nessa hemorragia do poder presidencial, afirma a reportagem, é que Dilma Rousseff tem ainda quase quatro anos de mandato pela frente. E pergunta: como a economia irá piorar antes de melhorar, será que ela sobreviverá?

No entanto, o correspondente da Economist dá razão a FHC, sublinhando que, por ora, não há razão para impeachment, que dificilmente haverá -- e que isso seria uma "temeridade". Mais: que os "movimentos sociais por trás dos protestos" fariam melhor se, nos próximos três anos, gastassem o seu tempo promovendo reformas políticas, pressionando por justiça para os culpados do petrolão e reinventando uma oposição moribunda.

Ao final da reportagem, outra pergunta: será que Dilma Rousseff, tão sem amigos e com tanto trabalho pesado e desencorajador, terá fortitude para tentar recuperar o poder que perdeu?

O Antagonista responde à Economist com uma questão: se primeiro-ministro britânico David Cameron estivesse metido em 10% das safadezas de Dilma Rousseff, a revista acharia uma temeridade que ele fosse saído do cargo?

Para a Economist, Dilma Rousseff é Gasparzinho, o fantasminha camarada.

O ANTAGONISTA


Mario e Diogo já responderam resposta certeira para a Economist.


Chris/SP

Reply

Essa derrocada do governo do PT (Lula/Dilma) até aqui, aconteceu só com os escândalos até agora detalhados, estelionato eleitoral com mentiras vergonhosas e o desmanche da Petrobrás com os roubos com propinas e enriquecimentos.

Vamos ainda ter pela frente muitos outros assaltos do PT ao dinheiro público em instituições como Caixa, BNDEs, Banco do Brasil, hidroelétricas, PAC, e os cambáu!

Portanto a queda pro abismo está só começando, ainda vão acontecer muitas cambalhotas mortais.

Reply

Realmente, cabe a pergunta; quando ela governou? Antes quem mandava era lula, agora é o pmdb A agenda política quem comanda é o presidente da Câmara e a econômica é o Levy. Dia das mães vem aí. Será que teremos panelaço?

Reply

Enuanto ficarmos de mimimi na internet, esta anta não sairá.

Reply

Coronel,
como já disse aqui, a Rainha Louca deve ser interditada. Já não mais governa e, quando fala ou tenta decidir algo, é um verdadeiro samba do crioulo doido.

Reply

Mais uma da Anta!!!!

GOVERNO DO PT PAGOU BOLSA PESCA ATÉ PARA MORTOS

O governo de Dilma Rousseff fez pagamentos irregulares, entre 2012 e 2013, de mais de R$ 19 milhões através do seguro-defeso, o chamado Bolsa Pesca, destinado a pescadores artesanais durante o período do defeso, em que a pesca de determinadas espécies é proibida.

Uma auditoria do TCU, iniciada durante a gestão do ministro da Pesca Marcelo Crivella, descobriu tudinho:
- funcionários públicos e recebedores de benefícios previdenciários não podem receber o Bolsa Pesca, mas recebiam;

- há 46,8 mil registros de pescadores com CPF irregular, com a possibilidade até de criação de CPFs para obtenção do benefício;

- há casos de parcelas do seguro pagas fora do período do defeso;
- há casos de ausência de registros sobre embarcações utilizadas pelos beneficiários;
- há parcelas pagas a menores de 18 anos, outra proibição da legislação sobre o seguro.

Mas o dado mais impressionante é que 373 parcelas do Bolsa Pesca foram pagas a pessoas mortas.

Eu não sabia que era proibido pescar depois de morrer.
Aprendi com o PT.

http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2015/04/23/governo-do-pt-pagou-bolsa-pesca-ate-para-mortos/

FORA DILMA! FORA DILMA! FORA DILMA!


Chris/SP

Reply

Coronel

Coloque este vídeo aqui no blog!!!


RECORDAR, É VIVER!!!! ASSISTAM O VÍDEO!!!

LULA, ENFÁTICO: “O povo tem legitimidade para tirar presidente do poder”. Só que ele disse isso… em 1995. E agora, mudou de opinião?

Ah… nada como um dia após o outro.
(...)

Foi em 1995, no programa Altas Horas, de Serginho Groisman, na TV Globo

http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/lula-enfatico-o-povo-tem-legitimidade-para-tirar-presidente-do-poder-so-que-ele-disse-isso-em-1995-e-agora-mudou-de-opiniao/


FORA DILMA!
FORA PT!



Chris/SP

Reply

OFF

VEJAM COMO AGEM OS MILITANTES A SERVIÇO DA APEOESP. É ESSA GENTE QUE ESTÁ EM SALA, EDUCANDO AS CRIANÇAS E OS JOVENS?


http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/vejam-como-agem-os-militantes-a-servico-da-apeoesp-e-essa-gente-que-esta-em-sala-educando-as-criancas-e-os-jovens/


VERGONHA! VERGONHA!

Estes safados, travestidos de professores, que absurdo!


Chris/SP

Reply

É inadmissível esses bandidos todos continuarem governando o Brasil

É preciso uma faxina geral e tirar TODO MUNDO dos cargos.

O Brasil sucateiro, o FIES detonado, e a FDP fazendo farra com dinheiro braseiro em outros países.

---------------------------------
BNDES patrocina ideologia partidária do Governo, enriquece protagonistas do sistema e empobrece o Brasil? “Descortinando seu véu protetor!”

Para essa farra do PT o total de empréstimos do Tesouro ao BNDES saltou de R$ 9,9 bilhões — 0,4% do PIB — para R$ 414 bilhões — 8,4% do PIB.

Alguns desses empréstimos, aqueles destinados a financiar atividades de empresas brasileiras no exterior, eram considerados secretos pelo banco. Só foram revelados (pequena parcela) porque o Ministério Público Federal pediu à justiça a liberação dessas informações.

Alguns exemplos de investimentos financiados por recursos brasileiros:

Porto de Mariel (Cuba): Valor da obra – US$ 957 milhões (US$ 682 milhões por parte do BNDES). Empresa responsável – Odebrecht.

Hidrelétrica de San Francisco (Equador): Valor da obra – US$ 243 milhões. Empresa responsável – Odebrecht. Após a conclusão da obra, o governo equatoriano questionou a empresa brasileira sobre defeitos apresentados pela planta. A Odebrecht foi expulsa do Equador e o presidente equatoriano ameaçou dar calote no BNDES.

Hidelétrica Manduruacu (Equador): Valor da obra – US$ 124,8 milhões (US$ 90 milhões por parte do BNDES). Empresa responsável – Odebrecht. Após 3 anos, os dois países ‘reatam relações’, e apesar da ameaça de calote, o Brasil concede novo empréstimo ao Equador.

Hidrelétrica de Cheglla (Peru): Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 320 milhões por parte do BNDES). Empresa responsável – Odebrecht.

Metrô Cidade do Panamá (Panamá): Valor da obra – US$ 1 bilhão. Empresa responsável – Odebrecht.

Autopista Madden-Colón (Panamá): Valor da obra – US$ 152,8 milhões. Empresa responsável – Odebrecht.

Aqueduto de Chaco (Argentina): Valor da obra – US$ 180 milhões do BNDES. Empresa responsável – OAS

Soterramento do Ferrocarril Sarmiento (Argentina): Valor – US$ 1,5 bilhões do BNDES. Empresa responsável – Odebrecht.

Linhas 3 e 4 do Metrô de Caracas (Venezuela): Valor da obra – US$ 732 milhões. Empresa responsável – Odebrecht.

continua nopróximo post ........

Reply


.......continuação do comentário anterior ......

Segunda ponte sobre o Rio Orinoco (Venezuela): Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 300 milhões por parte do BNDES). Empresa responsável – Odebrecht.

Barragem de Moamba Major (Mocambique): Valor da obra – US$ 460 milhões (US$ 350 milhões por parte do BNDES). Empresa responsável – Andrade Gutierrez.

Aeroporto de Nacala (Moçambique): Valor da obra – US$ 200 milhões ($125 milhões por parte do BNDES). Empresa responsável – Odebrecht.

BRT da capita Maputo (Moçambique): Valor da obra – US$ 220 milhões (US$ 180 milhões por parte do BNDES). Empresa responsável – Odebrecht.

Hidrelétrica Tumarím (Nicarágua): Valor da obra – US$ 1,1 bilhão (US$ 343 milhões). Empresa responsável – Queiroz Galvão.

Projeto Hacia El Norte – Rurrenabaque-El-Chorro (Bolívia): Valor da obra – US$ 199 milhões. Empresa responsável – Queiroz Galvão.

Abastecimento de água da capital peruana – Projeto Bayovar (Peru): Valor não conhecido. Empresa responsável – Andrade Gutierrez.

Renovação da rede de gasoduto em Montevideo (Uruguai): Valor não informado. Empresa responsável - OAS.

Existem mais 3000 (três mil) empréstimos concedidos via BNDES apenas no período entre 2009 e 2014, porém nem o BNDES nem e o Governo Federal fornecem valores, em desrespeito à Lei de acesso a informações públicas e que os contratos da instituição não são protegidos por sigilo fiscal ou bancário porque envolvem recursos públicos. Isso precisa ser colocado, pois, o BNDES, como mencionamos, alegou a necessidade de “preservação da privacidade dos atos referentes à gestão bancária, argumento absolutamente risível e tosco e não amparado pelo ordenamento. Hoje, o BNDES só revela os beneficiários de 18% dos empréstimos.



o Art. 3º da Constituição da Republica Federativa do Brasil, em seu inciso II, normatiza ser um de seus objetivos fundamentais garantir o “desenvolvimento nacional”. Em momento algum menciona garantir o desenvolvimento da comunidade latino-americana.

Leia na íntegra:

http://leonardosarmento.jusbrasil.com.br/artigos/171125726/bndes-patrocina-ideologia-partidaria-do-governo-enriquece-protagonistas-do-sistema-e-empobrece-o-brasil-descortinando-seu-veu-protetor?utm_campaign=newsletter-daily_20150304_817&utm_medium=email&utm_source=newsletter

Reply

Nasceu como poste, morre como poste.

Reply

Faz horas que usam o tal 63%.
Eu não acredito.
Creio que seja bem mais.
Até a minha secretaria, aqui no Nordeste!, e todas as pessoas onde mora, um bairro muito pobre, estão revoltados e arrependidos com esse governo. Então, não pode ser 63%.

Cavalaria Ligeira

Reply

Acho que o blog Antagonista está com problemas.

Só aparece a primeira pagina, e com formato modificado. Só aparecem uns 6 textos. E o resto???

Acontece o mesmo com outros leitores por aqui????


Chris/SP

Reply

Olhem aí!!!!

SENADOR RONALDO CAIADO DENUNCIA NA TRIBUNA DO SENADO O GOLPE COMUNISTA BOLIVARIANO PLANEJADO PELO PT

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/04/senador-ronaldo-caida-denuncia-na.html


Assistem o vídeo! Excelente!



Chris/SP

Reply

pescadores de grana........

Reply

NUNCA governou! Ou acham que governar é jogar objetos contra outras pessoas em reunião ou na residencia palaciana?




Reply
joseph almeida mod


Marco Villa: “Fora Dilma e fora FHC”


Vejam o comentário de Marco Antônio Villa na bancada do telejornal “Jornal da Cultura“.

O historiador chamou a atitude de FHC, de opinar contrariamente à abertura de processo de impeachment, de “fraca e covarde, uma facada nas costas da oposição“.

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=nSmvn-BF1sk

Reply

"O PT É UMA MERDA, MAS É MEU PARTIDO, ELE NÃO PRESTA, MAS É MEU"!
Lula confirmou o acima num encontro de intelectuais e artistas em apoio à candidatura de Dilma Rousseff, admitindo ser verdade, sem a contestar!
No evento, Lula fez um mea culpa em relação aos erros do PT; o ex-presidente citou um episódio em que, para rebater uma crítica, a economista teria dito que “o PT é uma merda, mas é meu partido; ele não presta, mas é meu”. Lula corroborou a frase, dizendo que está o PT “nessa fase”.
Se "estivesse" seria bom, um certo período, mas o pior que "É", quer dizer, permanece uma merda sempre, pois seus fundamentos são sórdidos, de pura canalhice, de uma quadrilha bem organizada que se instalou no poder com as alianças mais absurdas, daqueles que mais combatiam com todas as forças, como Collor, Maluf, Sarney, Renan etc.
Bem verdade que a ética-moral dessa quadrilha seja o OPORTUNISMO, daí o resto se deduz...

Reply

Para mim, ela governa ainda, pois ela tem a canetinha na mão para vetar ou não um projeto. A partir do momento que Dilma não mais assinar nada, aí sim, realmente ela saiu. Não nos iludamos, ela está governando nos "bastidores". Pode ser isso jogada do PT.

Reply
fred oliveira mod

Nao governa e nao governara'. O pt perdeu o governo, embora ainda tenha algum poder. Parece ironia pois o PT perdeu as eleiçoes do ano passado. As urnas eletronicas devem ter feito um belo trabalho sujo. Pois bem, como nao ganhou, nao governa. E vem ai' mais um aumento de energia eletrica, que e' para o povo desejar, em mais de 63% o impeachment dela.

Reply

Temos que saber interpretar onde existe gente julgando que Fernando Henrique apoia a nao pichacao da dilma Doida e um petista desfarcado querendo que a oposicao se revolte contra FHC.Nao caiam nessa.

Reply

Se nao governa, o que faz no cargo essa anta????? Se locupleta?????

Oposicao frouxa no mimi. Povo burro e mal informado. Justica patetica. Estamos ferrados!

Reply

Só que a responsabilidade fiscal do redesgoverno se dá cortando direitos previdênciários e do trabalhador, mas não se fala em acabar com ministérios ou demitir os cargos comissionados que invadiram o serviço público na era petralha.

Fazer ajuste fiscal tirando o pau da mesa das pessoas é fácil.

Reply