Em dia de apagão, Dilma confirma tarifaço de R$ 20 bilhões e aumenta impostos sobre crédito, gasolina e importações.

O famoso Operador Nacional do Sistema (ONS), cujo nome oficial é Dilma Rousseff, apagou meio país de forma seletiva para evitar um apagão geral em todo o Brasil. Foram 50 minutos de corte, causando problemas a milhões de pessoas em dos dias mais quentes do verão. Dilma iniciou no com Lula justamente no ministério das Minas e Energia. Pelo que ocorreu hoje, fica provado que também foi incompetente nesta matéria. Mas não é só isso. Também acaba de ser anunciado um tarifaço de R$ 20 bilhões.

Segundo o Valor Econômico,  o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou na noite desta segunda-feira quatro medidas que vão gerar um aumento na arrecadação de impostos de R$ 20 bilhões em 2015 e, nas palavras do ministro, têm o "objetivo de aumentar a confiança na economia".

Hoje o ministro anunciou a equiparação de IPI dos comésticos, aumento do PIS/Cofins sobre a importação, reestabelecimento da alíquota do IOF para as operação de crédito da pessoa física e aumento do PIS/Cofins e Cide sobre os combustíveis. Segundo o ministro, a equiparação da cobrança de IPI do setor de cosméticos “Não envolve aumento da alíquota.”, afirmou Levy, destacando que a medida “faz com que a tributação seja mais homogênia para evitar acúmulos em algumas das pontas”. “Terá pequeno efeito arrecadatório”, comentou. 

Cosméticos
A segunda medida trata, conforme o ministro, de um “ajuste” na alíquota do PIS/Cofins sobre a importação, que passará de 9,25% para 11,75%.  O objetivo é corrigir uma distorção causada pela retirada do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins importação para que e produção doméstica não seja rejudicada.

IOF
O governo decidiu também elevar o IOF para operações de crédito para a pessoa física, que passará de 1,5% para 3%, “que era o que tinha há alguns anos”. O ministro fez questão de informar que a alíquota de IOF de 0,38% por operação foi mantida. “Não há mudança. Continua cobrando o valor”, comentou.

Combustíveis
Levy anunciou ainda que vai elevar o PIS/Cofins e Cide sobre os combustíveis. O ministro explicou que num primeiro momento o aumento do PIS/Cofins será superior porque a Cide só vigora em 90 dias. A ideia é que daqui a noventa dias a alíquota do PIS/Cofins seja reduzida. No caso da gasolina, os dois tributos provocarão um acréscimo de R$ 0,22 por litro para a gasolina e R$ 0,15 para o diesel. O aumento vale a partir de 1º de fevereiro.

Levy ressaltou que o preço da gasolina depois do aumento do PIS/Cofins e Cide “vai depender da política de preços da Petrobras”. “Não tenho envolvimento na política de preços da Petrobras”, destacou o ministro. “Se o preço da gasolina se mantiver, se adiciona R$ 0,22 ao preço”, disse. 

Sobre o impacto na inflação, o ministro afirmou que a gasolina corresponde a mais ou menos 1/25 da cesta do IPCA. “O preço sobre o IPCA cada um calcula de uma maneira. Posso dar uma indicação de que a gasolina fica entre 1/25 a 1/30 da cesta”. “Não é apropriado dar o número porque você tem efeitos secundários”, emendou o ministro evitando estimar o impacto no IPCA do aumento dos combustíveis.
Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link http://www.valor.com.br/brasil/3867230/governo-eleva-iof-e-imposto-sobre-gasolina-e-preve-arrecadar-r-20-bi ou as ferramentas oferecidas na página.
Textos, fotos, artes e vídeos do Valor estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Valor (falecom@valor.com.br). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o Valor faz na qualidade de seu jornalismo.

32 comentários

Melhor 50 minutos do que um ano inteiro como em 2001. Aliás, a seca atual é muito pior do que a de 2001. Você acha que o povo e os empresários que dependem de energia são otários para cair na conversa de marqueteiro?

Reply

Coronel,
vamos aumentar impostos para irrigar ainda mais o propinoduto. Quanto a inflação, ficando em 12% em 2015 ainda é lucro para os otários que elegeram e reelegeram a quadrilha.

Reply

É um verdadeiro assalto o que esse governo vem fazendo com os brasileiros que trabalham e produzem. Para tapar os furos da corrupção nós pagamos a conta de novo. Até quando o povo vai aguentar esse sofrimento. Maus políticos, corruptos, safados!!! Uma hora o povo vai se revoltar ou vamos para uma guerra civil contra tanta sacanagem. Está difícil, mas muito, viver no Brasil.

Reply

E olha que o PIB brasileiro é zero, zerinho!!!! E esses MERDAS que votam no PT ladrão e incompetente vão dizer o quê agora?? Cambada de FDP!!!!!!!

Reply

É o racionamento da fantoche. Depois de seu enésimo apagão, a anta entrou na muda!

Reply

Olhem o real estado do Brasil. Passada a eleição, olhem o que essa canalha do PT fez com o Brasil. Corja de estelionatários, ladrões, vigaristas!!

Reply

Vai feder muito esse defunto.

Reply


Já já vem aí CPMF, aumento de aliquotas no IR....etc etc etc...Viva o PT e seus gatunos...

Reply

Porque a oposição não convoca rede de TV para explorar o apagão e o estelionato eleitoral do PT?

Reply

O aumento de impostos gerará logo, logo, aumento dos gastos do governo. O fiscalista Levy e a orca vermelha deveriam pensar é na redução do tamanho do Estado, na redução dos gastos públicos. Mas isto não está nos planos deles, não é. Quem pagará a conta são sempre os otários dos brasileiros, que votaram na petralha.

Leiam a ótima reportagem de Rodrigo Constantino sobre isto.

http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/politica-fiscal/diga-nao-ao-aumento-de-impostos/


Chris/SP

Reply

e nao se esqueçam q dilmao estah aa frente do SETOR DE ENERGIA desde qdo o o pt abocanhou o Brasil......decada de incompetencia e roubalheira

Reply

Qualquer coisa que esteja sob o comando do PT, vai pro buraco.
A lojinha de R$ 1,99 em POA, a Petrobras, o rombo no governo Agnelo no DF e o Brasil seguindo no mesmo rumo.
É inaceitável uma situação dessa.

Reply

Bando de imbecis, com a recessão vai cair o faturamento, e esse aumento vai por água abaixo. Tem de acabar com metade dos ministerios e acabar com as tetas dos cumpanheiros. Enquanto preservarem isto não teremos evolução.
A saída mais fácil e justo é IMPEACHMENT JÁ.

Reply

A anta redonda não corta os gastos publicos,né?

Reply

Precisamos financiar as OLIMPIADAS - sem acento mesmo - em 2016, bando otários!
Se nos últimos doze anos de mentiras e enganação tivessem faito a lição de casa direitinho não estaríamos aqui falando dessa merdalhada.
5ª, 6ª, 7ª, 8ª...??? economia do mundo?
Incrível que ninguém queira nos copiar?
Marolinha, hein, Lula? "O Cara", nossa! O Honoris (ou Horroris?) Causa...causa primária de todo esse descalabro.

Cavalaria Ligeira

Reply
fred oliveira mod

Cada vez mais me convenço que Aécio ganhou esta eleição. As urnas eletrônicas deram esta vitória à Dilma de maneira falsa. Espero que não chegue aos quatro anos de governo.

Reply

Vagabunda, terrorista matadora!

Reply

Novamente quem paga a conta são os brasileiros que trabalham, quem vota nessa corja não trabalha vive pendurado em benesses do estado. A saida é parar de produzir, prá que se arrebentar só prá pagar impostos. Vamos deitar na rede.

Reply

Diga nao ao aumento de impostos! Com essa ``brava gente brasileira``...

Reply

Alguém sublinhou aí acima que o apagão deu-se apenas por consequência do aumento da demanda no verão. Por "sorte" a economia está estagnada caso contrário estaríamos diante de um colapso de energia.É o caso de esfregar no focinho da anta e seu marqueteiro ilusionista e safado aqueles vídeos de campanha com profusão de portos,aeroportos,usinas hidrelétricas,vertedouros,heliportos, discos voadores e a PQP.

Reply

CORONEL

Pois é, o cenário que está sendo composto na área econômica, indica um quadro de recessão com aumento de juros, aumento de inflação,elevação da carga tributária.Está havendo um grande esforço para evitar que o país caia de quatro, estatelado. Vão terceirizar culpas, com o maior descaramento debitar tudo a suposta crise internacional jamais vista e a mídia golpista.

Reply

CORONEL

Não resta nenhum caminho que não passe pela deposição dessa pistoleira incompetente que está presidente.

Reply

A oposição tem que fazer um programa mostrando o tamanho do estelionato aplicado nas eleições, confrontando as mentiras difundidas em campanha e os fatos agora.

Reply

O povo brasileiro é muito bonzinho, disse Zelia Cardoso de Melo (lembram-se dela???) no programa Manhattan Connection/GNT no domingo último.

Ela disse que o povo já deveria ter se indignado diante de tanta corrupção.

Por isso este desgoverno deita e rola no lombo da população, porque ela é muito condecendente, tudo que os petralhas gostam.

ACORDA BRASIL !!!!


Chris/SP

Reply
Fernando Castilho mod

Não adianta buscar outra palavra. O Brasil entrou em racionamento de energia ontem à tarde. O governo pode dizer o que quiser, mas o ONS mandou cortar carga e o nome disso é racionamento. Dilma demorou, mas conseguiu.

O problema é que isso é só o começo. Não há, rigorosamente, nenhuma perspectiva de que o sistema atual (com a oferta de água nos reservatórios e as condições das térmicas) aguente o tranco de 2015. Porque simplesmente o consumo não para de subir e não há nenhuma campanha de uso racional, estímulo a produtos mais econômicos ou uma simples redução voluntária. Sem isso, e com o calor que o País está sentindo, economizar energia virou palavrão.

Mas como tudo que é ruim pode piorar, é bom saber que as campanhas que vierem a ser lançadas (e elas fatalmente virão) não vão impactar como no passado. É que o Brasil já trocou a maioria de suas lâmpadas incandescentes, comprou aparelhos com selo Procel e vai por aí. Agora é cortar. Desligar mesmo e pronto. Chegamos ao racionamento 2.0.

Reply

cadê os arrependidos?

Reply

Esperava ver Dilma em cadeia nacional de rádio e tv explicando esses aumentos. Todos devido a má gestão do governo anterior.

Reply
Despetralhando mod

LEVIATÃ (levy e madama satâ) e seu saco de maldades.

Reply

tudo que estamos vivendo hoje é fruto desses doze anos de desgoverno do pt. o país ta afundando cada vez mais. já estamos no nível da podre da argentina, chegaremos ao padrão de decomposição da venezuela e quando estivermos nas cinzas de cuba, enterrado e e sem futura, quem sabe tomaremos vergonha na cara e tiraremos , nem que seja a força esses canalhas ptralhas e seus seguidores dos governos. de todos os governos, sejam em que esfera forem. se ficar um a semente do mal logo começa a brotar. esse desgoverno está colhendo e nós mais uma vez pagando pato das sementes do mal que veem lançando ao longo dos anos. não sei como um economista como o joaquim levi aceita se comunar com essa ptralhada. no final são todos iguais. fora ptralhas.

Reply

vc. como os petralhas são idiotizados
o sujeito compara a 2001, não percebeu que já se passaram 14 anos. doze anos de desgoverno do pt e 30 anos da tal de redemocratização; o que foi feito? é imbecil, ainda vivemos da herança deixada pelo regime militar.

Reply

dilma construiu qtas geradoras de energia mesmo?????????e lula????????

Reply

Nesse país, tudo sobe, mas a inflação do desgoverno ainda vai ficar na meta.

Haja manipulação!

Reply