Roubalheira na Petrobras: juiz Sérgio Moro já bloqueou R$ 118 milhões dos corruptos.

(O Globo) Chega a quase R$ 120 milhões o valor bloqueado no país em contas e aplicações financeiras de 16 investigados na Operação Lava-Jato e em três empresas — a D3TM, usada pelo ex-diretor da Petrobras Renato Duque, a Hawk Eyes e a Technis, usadas pelo lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano. O levantamento foi feito a pedido do juiz Sérgio Moro, para verificar os valores de fato bloqueados e os já transferidos para conta judicial. O montante é de R$ 118 milhões. Os valores encontrados no exterior não estão contabilizados neste levantamento.

No decorrer do processo, o dinheiro bloqueado pela Justiça é remetido a uma conta judicial. Se ao fim do julgamento o réu for de fato condenado, o valor é destinado à vítima. No caso, a Petrobras. Se houver valor bloqueado que ultrapasse o prejuízo apurado, a diferença é destinada à União - o que é considerado improvável por envolvidos na investigação.

Os maiores valores são de Gerson Almada, vice-presidente da Engevix, com R$ 37.501.580,02, que também possui ações bloqueadas sem levantamento de valor no Banco Fator e valores no Credit Suisse. A defesa de Almada já havia recorrido à Justiça, pois o valor do bloqueio na conta do executivo supera os R$ 20 milhões determinados inicialmente pelo juiz Sérgio Moro.

A segunda quantia mais alta é a de Ildefonso Colares Filho, ex-presidente e ex-conselheiro da Queiroz Galvão, que teve R$ 18.143.300,59 bloqueados, seguida pelos R$ 11.999.872,66 bloqueados de Agenor Franklin Magalhães Medeiros, presidente da área internacional da OAS. Boa parte do valor bloqueado dos executivos está em fundos de previdência. Os valores detidos em ações não foram levantados, mas os papéis estão bloqueados.

O menor valor é o de Fernando Antonio Falcão Soares, o Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB no esquema de desvio de dinheiro da Petrobras. Ele é apontado como um homem "rico", com patrimônio em nome de terceiros e dinheiro depositado em nomes de offshores fora do Brasil. Foram bloqueados R$ 6,6 milhões na conta da technis e R$ 6,5 milhões em nome da Hawk Eyes.

Renato Duque, ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobras, é o único do grupo cujas investigações ainda estão em curso. O Ministério Público Federal ainda não apresentou denúncia contra ele.

Veja os valores de cada um:
  • Gerson de Mello Almada, vice-presidente da Engevix - R$ 37.501.580,02
  • Ildefonso Colares Filho, ex- presidente da Construtora Queiroz Galvão - R$ 18.143.300,59
  • Agenor Franklin Magalhães Medeiros, presidente da área internacional da OAS - R$ 11.999.872,86
  • Erton Fonseca, presidente da divisão industrial da Galvão Engenharia - R$ 9.064.215,67
  • Technis - R$ 6.643.516,19
  • Hawk Eyes - R$ 6.565.741,41
  • Eduardo Hermelino Leite, vice-presidente Camargo Corrêa - R$ 4.728.421,16
  • Renato Duque, ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobras - R$ 4.045.446,63
  • João Ricardo Auler, presidente do Conselho de Administração da Construções e Comércio Camargo Correa - R$ 2.783.400,41
  • Othon Zanoide de Morais Filho - Diretor-de desenvolvimento comercial da Vital Engenharia,do Grupo Queiroz Galvão - R$ 1.148.552,68
  • Sérgio Cunha Mendes, Vice-Presidente Executivo da Mendes Júnior Trading Engenharia - R$ 734.615,62
  • José Ricardo Breghirolli, funcionário da OAS - R$ 691.177,12
  • Walmir Pinheiro Santana, diretor da UTC - R$ 663.964,87
  • Dalton Avancini, presidente da Camargo Corrêa Construções e Participações - R$ 151.647,42
  • D3TM - R$ 151.647,42
  • José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS- R$ 67.903,99
  • Valdir Lima Carreiro, diretor da UTC - R$ 32.366,77
  • Fernando Falcão Soares, representante de vendas, apontado como lobista - R$ 8.873,79

10 comentários

Mas e do LULLA, do Instituto LULLA, do ZÉ DIRCEU e das empresas do ZÉ DIRCEU não vão bloquear nada?

Reply

SÓ, E OS BILHOES ONDE É QUE ESTÃO?

Reply

Olhos de falcão. corrupto.

Reply

mais perdida que azeitona na boca de banguela

Reply

Pessoa de 27 de janeiro de 2015 18:27

está se referindo ao Juiz Sérgio Moro?

Ou não sabe escrever direito ou está louco.
Petralha? Infeliz porque tem ligação com algum corrupto que está na cadeia? Faz parte do MAV?

E ele tem é olhos de águia para enxergar longe e alcançar todos da CanalhaPetralha! E há de chegar aos super chefes - Lula e Dilma.

Coronel - corta esse imbecil que está chamando o valoroso Juiz Sérgio Moro de Corrupto!

Flor Lilás

Reply

Isso é muito pouco, frente aos bilhões que roubaram, mas vamos esperar COM PACIÊNCIA pois faltam ainda o bloqueio dos políticos da base alugada e dos mandantes, os mais beneficiados pelo esquema de ladroagem. E, se estamos vendo este bloqueio ocorrer é graças à coragem e ao patriotismo do excelente juiz Sérgio Moro, a quem devemos prestar sempre nossas homenagens.

Quanto ao comentário anônimo de 27 de janeiro de 2015 de 18:27, certamente é um canalha petralha infiltrado, querendo assassinar a reputação do juiz Sérgio Moro. Bloqueio nele Coronel.

Reply
fred oliveira mod

Celeridade, embora reconhecendo os cuidados que se deve etr para nao dar aza aos que querem melar o processo. Estamos falando de bilhoes de dinheiro publico desviado pelo pt e aliados, ai' colocando partidos aliados e empresarios corruptos.

Reply

O herói nacional!

Reply

$118 milhoes?! Dos 20 bilhoes de roubo que nao para, falta...., ``let me see``, noves fora, vai 1, tira 5, ...falta bloquear ainda `uns` $19.882.000.000,00!!!

Reply
Despetralhando mod

É pouco. Alias é uma merreca esta quantia, esta não é nem a quantia que cabe a um dos ladrões pegou para si.

Reply